PUBLICIDADE
Educação

Ministra: Parque Escolar tem feito um "trabalho notável"

10 | 01 | 2010   21.21H

“A Parque Escolar tem feito um trabalho notável com o programa que foi lançado pelo Ministério da Educação na anterior legislatura e que já tem muitos resultados visíveis no nosso país”, afirmou Isabel Alçada, após visitar as escolas secundárias Domingos Sequeira e Francisco Rodrigues Lobo, em Leiria, iniciativa integrada no programa “Governo Presente”.

Para a ministra da Educação, a Parque Escolar “está a criar verdadeiramente as escolas do século XXI”, adiantando que “muitos alunos e professores trabalham já em escolas renovadas, o que permite criar uma realidade nova em relação à educação”.

“Quero dizer-vos que gosto muito de obras, porque as obras são as sementes da realização de alguma coisa que é novo, que vai acontecer, que vai beneficiar as pessoas, neste caso a educação”, declarou Isabel Alçada, referindo ainda as “melhores condições de trabalho para alunos, para professores e para a comunidade educativa”.

Para a governante, “a escola do século XXI tem de ter uma característica de olhar para o património”, desafiando os jovens “a valorizar o esforço que a geração dos pais, dos avós, lhes está a doar”.

Isabel Alçada pediu mesmo que os alunos vejam este investimento como “um benefício para o seu desenvolvimento” e se “empenhem na conservação do espaço que lhes é posto à disposição”.

Aos jornalistas, a ministra da Educação acrescentou que com a requalificação de mais cem novas escolas secundárias – a terceira fase do programa de modernização da empresa Parque Escolar, cujos primeiros concursos vão ser lançados este mês - “vai haver uma renovação substancial na qualidade dos espaços de educação do nosso país”.

Questionada sobre o aumento do número de alunos que vão ter aulas em monoblocos, a governante salientou que “são as situações transitórias” em que os professores e as direcções das escolas têm referenciado como “meses em que as crianças estão a aprender e é possível ensinar”.

Ainda assim, admitiu que “não é, naturalmente, com a qualidade que nós gostamos que as crianças e jovens beneficiem, mas mesmo assim posso dizer-nos que o conforto oferecido por esses equipamentos que não são definitivos mas transitórios em certas situações é melhor do que o tinham antes de a obra começar”.

Isabel Alçada rejeitou ainda que os alunos sejam prejudicados com esta situação: “Nada faremos nunca que prejudique a aprendizagem dos alunos”, assegurou Isabel Alçada.

O investimento da Parque Escolar nas duas escolas da cidade de Leiria está orçado em 26,4 milhões de euros, estando envolvidas 132 empresas e 350 trabalhadores.

No distrito, mais cinco escolas secundárias estão a ser alvo de modernização.

Segundo a Parque Escolar, com a intervenção em 205 escolas na fase piloto, 26 escolas na fase 1, 75 escolas na fase 2 e 100 escolas na fase 3, a empresa estima em 25 000 o número de empregos a criar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: António Cotrim/Lusa
Ministra: Parque Escolar tem feito um "trabalho notável" | © António Cotrim/Lusa

4 comentários

  • Induzir outro espírito é importante. Porém, já vi obras notáveis literalmente alagadas. Que a facilidade não se torne demasiado facilitadora, pois há sempre quem aproveite...
    maria ângela couto carneiro | 11.01.2010 | 09.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Agora é tudo notável ! Mudam os tempos, mudam as vontades. . . !
    alexandre barreira | 11.01.2010 | 08.33Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Estou de acordo com todas as Obras de renovação e conservação seja do que for. Mas não chamem a isso Investimento Público. Isto é Despesa Pública necessária. Investimento Público é não depenar as Empresas Privadas.
    Milhazes | 11.01.2010 | 05.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • SÓ espero é que façam o mesmo com todos os funcionários públicos, que todos cheguem ao topo da carreira. Os trabalhadores do privado esses são portugueses de 3ª ou 4ª. tem que sustentar todos os funcionários públicos, e os politicos corruptos: casos freporte,BPN, sobreiros e submarinos, e tantos outros.Isto um dia há-de acabar.Poderá demorar, mas esse dia há-de chegar.
    FANANDÂNGO | 10.01.2010 | 22.58Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE