PUBLICIDADE
lisboa

Câmara vai integrar Sociedade Frente Tejo

10 | 03 | 2010   17.37H

“Neste momento estão criadas as condições políticas e há uma boa solução financeira para entrarmos na Sociedade Frente Tejo”, disse António Costa aos jornalistas na conferência de imprensa que se seguiu à reunião do executivo municipal.

A Frente Tejo, uma sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, foi constituída através de um decreto-lei de 2008, mas, na altura, a autarquia não integrou aquela estrutura, responsável por obras como o novo Museu dos Coches e reabilitação da zona ribeirinha.

A questão foi hoje levantada pelo vereador social democrata na autarquia lisboeta Pedro Santana Lopes, que durante a campanha eleitoral autárquica defendeu a participação da Câmara na sociedade.

“Ainda bem que [Santana Lopes] tinha esse ponto de vista porque isso cria condições para haver uma maioria para a Câmara entrar na Frente Tejo”, afirmou António Costa.

“Todas as forças da oposição se opuseram [na altura] à entrada na Frente Tejo”, sublinhou.

Na época foram igualmente invocadas as condições financeiras do município para que não integrasse a Frente Tejo.

Sobre a dimensão desta participação, António Costa escusou-se a avançar mais informações, remetendo-as para a proposta que levará à Câmara em breve.
Para o autarca, com a entrada da Câmara no conselho de administração da sociedade “ficará tudo mais claro e saudável”.

Costa sublinhou, contudo, que a sociedade “tem trabalhado bem” com a autarquia, num “diálogo excelente”, referindo que “os projectos têm que ser aprovados pela Câmara e têm sido aprovados pela Câmara”.

O projecto do novo museu dos Coches, do arquitecto brasileiro Paulo Mendes da Rocha (Prémio Pritzker), foi alterado na sequência de pareceres da autarquia, ilustrou o presidente da Câmara.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Espero que não venha a ser mais um poço sem fundo á vista como centenas de outros no Portugal dos pequeninhos e da pequenez
    barbarrussa | 10.03.2010 | 19.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE