Inglaterra

Testemunha de Jeová violou mais de 40 anos

31 | 03 | 2010   20.54H

Hoje com 78 anos, Vile George Cokerill terá sempre ameaçado com o argumento de que, caso falassem, estariam a trair a religião.

O jornal The Sun informa que uma das vítimas tinha apenas dez anos quando foi molestada, e citado por aquela publicação, antes de o prender, o juiz encarregue do caso disse que o homem era “o mais terrível dos hipócritas".

Rui Alexandre Coelho | rcoelho@destak.pt

35 comentários

  • As Testemunhas de Jeová protegem as crianças, os opositores querem difama-las. vejam esse link: mytestemunhasdejeova.com.br/2015/02-pedofilia-test emunhas-de-jeova_19.html
    Mytestemunha | 10.03.2015 | 08.51Hver comentário denunciado
  • CERTO, PODE TER ACONTECIDO E O MESMO PAGARÁ E COM CERTEZA JÁ FOI DESASSOCIADO. POIS ACONTECE DE PESSOAS SEM CARÁTER SE INFILTRAR E E PRATICAR MALDADES. PORÉM,NADA É SECRETO PARA JEOVÁ DEUS, E A MÁSCARA DESSE MONSTRO CAIU. COMO UM INDÍVIDUO ELE FOI PUNIDO,MAS A CONGREGAÇÃO COMO ORGANIZAÇÃO É SANTA. JUDAS TAMBÉM FOI FIEL NO INÍCIO, MAS NO FIM O MESMO MOSTROU QUEM REALMENTE ERA, E PAGOU POR ISSO.
    MARCOS | 01.08.2010 | 16.27Hver comentário denunciado
  • E agora o que me dizem sobre a Igreja catolica, onde o Papa esconde?
    Felipe | 20.04.2010 | 19.34Hver comentário denunciado
  • Que culpa tem o Papa,ou a Igreja Gatólica; que culpa tem a Seita Testemunhas de Jeová; que culpa tem a IURDE,ou outras Religiões ou Seitas se um dos seus elementos é Pedófilo,Ladrão,Assassino,Violador,etc. e tal ?! Antes das Religiões ou Seitas , existe a HUMANIDADE e portanto,sendo assim,não seremos todos nós os culpados ?__________________________
    Ontem vi num telejornal,um acampamento de gajas e gajos à espera há não sei quantos dias por um bilhete para verem uma banda ou outra nmerda qualquer.Vi umas boas mulas,completamente histéricas a serem intrevistadas e que concerteza reinaria por ali alguma droga. Agora,não se dão por ali umas fodas,encontros ocasionais,com malta que até nem nunca se viu e os pais deixam as filhas e filhos também,sem rédia,dias fora de casa! Ó pá ,não me venham com tretas,que meninas com onze,doze e treze anos e por aí fora,já têm mais vontade de fopder que as próprias mães e estas mães,até as põem à disposição dos tais "pedófilos",para depois caçarem algum dinheiro com o servioço da cona das filhas.
    Não sejam hipócritas !
    foda-se | 10.04.2010 | 23.36Hver comentário denunciado
  • bolas...não acreditem nesta noticia! estas testemunhas são o exemplo vivo, de que esta, é a verdadeira religião: Até tem testemunhas.
    pedro luis | 08.04.2010 | 23.44Hver comentário denunciado
  • testemunhade jeová violou mais de 40 anos.
    quais foram os anos?
    2010 Tambem foi?
    anos | 08.04.2010 | 11.09Hver comentário denunciado
  • É interessante, a igreja Católica tem praticado atos de pedofilia, estrupo, massacres; foi a igreja católica que iniciou o obscurantismo europeu trazendo desgrassas para humanidade de forma geral. Além disso ela instiga a guerra, inclusive as abençoando em nome de um deus qualquer. O Seu proprio surgimento já veio com morte pelo conscilio de nicéia.
    Isso acontece a séculos, e não é escondido de ninguém, basta pesquisar; mesmo assim pq estamos falando das testemunhas de jeová mesmo?
    Como são ignorantes!
    Albert | 05.04.2010 | 22.37Hver comentário denunciado
  • É interessante, como no comentário anterior, L. Lanterna, passa atacar a minha pessoa sem qualquer conhecimento de causa. Aquilo que escrevi trata-se da mais pura verdade. A informação está disponível para quem a quiser obter. Mas é claro, um dos métodos de "assustar" as TJ é acusar alguém de ser apóstata. Assim td o que vier dessa fonte, só pode ser mentira! QUE ENGANO! Quanto a solicitar-me para não me incluir entre as TJ, não o poderei fazer, pois sou na realidade TJ, apesar de já ter os meus olhos bem abertos para a profunda hipocrisia, para as mentiras e tradições de homens, bem como para os critérios dúbios que a Organização tem tido ao longo dos anos. Infelizmente, irmão Lanterna ainda não chegou a sua hora de abrir os olhos e se continuar com medo de pesquisar a verdade por detrás da VERDADE® provavelmente nunca abrirá. Infelizmente, as TJ vivem numa "bolha", o que as impede de aceder a informações exteriores à Organização ou pelo menos a filtrar td o que lhes é colocado como verdade, por meio da Organização das TJ. Assim, td o que vem da Org. é verdade e td o que vem de fora só é verdade se a Org. o confirmar. Isso limita em muito a informação que uma TJ mediana obtém. E muito mais dificuldade tem em ser exposta a argumentos doutrinais ou outros que possam pôr em causa os argumentos da Organização. É fácil assim, alguém achar que a sua religião é a verdade absoluta e que só ela conduz à vida eterna e a um relacionamento aprovado com Deus. Passa assim essa Organização, seja ela qual for, a servir de mediador entre Deus e o homem, quando na realidade um só é o mediador, Nosso Senhor Jesus Cristo.
    TJ Curioso | 05.04.2010 | 21.35Hver comentário denunciado
  • (Continuação)PORÉM ALGO DIFERENTE DO PECADO DA CARNE,É O QUE NÓS CHAMAMOS DE APOSTASIA. APÓSTATAS SÃO EX-MEMBROS QUE PREFEREM A INDEPENDENCIA DE SEUS ATOS,ESCOLHEM A REBELIÃO PARA COM SEUS IRMÃOS E ABANDONAM O VOTO QUE FIZERAM A DEUS. PASSAM A ATACAR A CONGREGAÇÃO E SE SENTEM MOTIVADOS A LUTAR CONTRA SEUS EX-COMPANHEIROS.
    ESCOLHERAM SEU CAMINHO E FICAM ENTREGUES A PRÓPRIA SORTE E DA INFLUENCIA DO ESPIRITO DO MUNDO.
    GOSTARIA DE SOLICITAR AO "TJ CURIOSO", A NÃO REFERIR-SE A SI MESMO COMO TJ COM TEXTOS :"são tratados entre nós", "Barbara Anderson , corajosa IRMÃ, foi expulsa da Organização" SE ELA FOI EXPULSA ELA NÃO É MAIS IRMÃ, O SR. TJ CURIOSO E OUTROS COMENTARISTAS EX-TJ SÃO CLASSIFICADOS APÓSTATAS OU DESASSOCIADOS, E NÃO DEVEM SE INCLUIR COMO MEMBROS DESTA RELIGIÃO. ESTÃO PARA A ORGANIZAÇÃO NA CONDIÇÃO EXCLUSA, CONDIÇÃO QUE TAMBÉM FOI APLICADA AO PEDÓFILO
    L.LANTERNA | 05.04.2010 | 16.08Hver comentário denunciado
  • A PEDOFILIA É UM CANCER NA SOCIEDADE EM VARIOS PAISES, CONSEQUENCIA DA IMORALIDADE INERTE ÀQUELES QUE NÃO SE DEIXAM GUIAR PELA VERDADE E PUREZA DA BIBLIA. AS TJs CONDENAM ESTA PRÁTICA IMORAL, BEM COMO MUITAS OUTRAS ÀS VEZES TOLERADAS NO AMBITO SOCIAL E RELIGIOSO.
    DECLAREI ANTERIORMENTE O POSICIONAMENTO DAS TJ : "Tratando deste tipo de casos, a edição de 1 de Janeiro de 1997 de A Sentinela, página 28: afirmava: "Dependendo das leis do país em que ele vive, é bem possível que o molestador sofra pena de prisão ou outras sanções impostas pelo Estado. A CONGREGAÇÃO NÃO O PROTEGERÁ DISSO" ASSIM AS AUTORIDADES DEVERÃO PENALIZAR O CRIMINOSO.TOMAMOS ACÇÃO PARA EXPULSÁR IMORAIS CASO NÃO SE ARREPENDAM, RECONHECEMOS QUE TEMOS EM NOSSO MEIO, PESSOAS QUE LUTAM COM TENDENCIAS CARNAIS, COMO HOMOSSEXUALISMO,CLEPTOMANIA E OUTRAS,MAS ESTAS PODEM SER LAVADAS POR EXERCER FÉ NO RESGATE E CONVERTER-SE(1Co 6:9-11),ISSO NÃO NECESSARIAMENTE FARÁ DESAPARECER A TENDENCIA MAS DARÁ FORÇAS PARA ELA SE REVESTIR DA PERSONALIDADE DO CRISTO.- Continua
    L.Lanterna | 05.04.2010 | 15.40Hver comentário denunciado
  • As testemunhas de Jéová apregoam que a igreja católica omite seus crimes de pedofilia porém escondem os casos que acontecem em suas congregações detrás do manto de obscuras reuniões secretas chamadas de comissões judicativas - onde, nessas reuniões ,punem em alguns casos os pedófilos, mas não informam as autoridades civis, remetendo os ao mesmo erro da igreja católica.
    Diego Andrade | 04.04.2010 | 05.50Hver comentário denunciado
  • Moisés acha que as TJs não tentam usar da mesma desculpa da Igreja Católica? Então realmente não conhece sua própria religião. As Testemunhas de Jeová já disserem em sua página oficial na França que seus anciãos (pastores) tem os mesmo direitos dos padres católicos em não divulgar essas informações de pedofilia.
    Quem quiser saber mais é só ir nesse link e aí veremos que tem muita sujeira escondida entre os muros da Torre de Vigia.
    http://www.forum.clickgratis.com.br/tjlivres/t-219 3.html
    pascoalnaib | 02.04.2010 | 23.51Hver comentário denunciado
  • Na verdade percebo pelos comentários que o fato do papado católico estar exposto ao mundo como libertino apoaidor da pedofilia, do comportamento homossexual e do envolvimen to ilícito entre 'padres' e 'freiras', isto tem causado desconforto aos membros dessa religião. No entanto, a Bíblia, que os próprios católicos pregam, já dizia que os verdadeiros cristão seriam perseguidos por afirmações mentirosas. Pelo que sei, as Testemunhas de Jeová não permitem esse tipo de comportamento entre seus membros e quando descoberto não são trocados de paróquia, porém o pecador intencional é seguramente expulso de seu meio até que recobre sua fé, que vista por obras, e não por palavras, ou roupas pomposas.
    Moisés Barbosa | 02.04.2010 | 12.46Hver comentário denunciado
  • Infelizmente os comentários anteriores (L. Lanterna), embora sejam verazes no sentido de que nas suas revistas A Sentinela e Despertai, a Organização dê a impressão de que está lutando pelo bem-estar das crianças nas congregações, a prática fica bem aquém do que se apregoa. A organização das Testemunhas de Jeová encara a pedofília como um pecado e actua desta forma. Isto é um grave erro. Pedofília embora seja um pecado grave, é acima de td um CRIME. E aqui é que tem falhado! Um suposto pedófilo não deve ser tratado apenas como um pecador, mas sim como um criminoso. Os inúmeros casos que têm vindo a lume nos últimos anos revelam como a Watchtower tem falhado em proteger seus menores, e pior que isso, muitos casos têm sido acobertados, quer das autoridades quer das próprias congregações. Basta fazer uma breve pesquisa na net a nível mundial e constataram que isto é mais grave do que se pensa. Ainda há pouco tempo (cerca de 1 ano) a Watchtower (sede mundial) pagou vários milhões de dólares em indemnizações a supostas vítimas de pedofília para calar o seu silêncio. Basta procurarem artigos na net por "gag order Jehovah's Witnesses". Através destas pesadas indemnizações a Sociedade Torre de Vigia, comprou o silêncio das suas vítimas, acordando com elas uma "gag order", um acordo jurídico em que uma das partes fica proibida de falar mais naquele caso ou de o trazer novamente a julgamento. Se procurarem também por Barbara Anderson , verão que esta corajosa irmã, foi expulsa da Organização porque foi uma das que trouxe a lume muitos casos de pedofília encobertos na América. Ela apareceu no PANORAMA BBC, sobre a pedofília entre as Testemunhas de Jeová e corajosamente denúnciou a forma como os casos de pedofília são tratados entre nós, e como se transformam muitas das vezes as vítimas nos "alvos a abater", obrigando-as a se calarem e não revelarem nada às autoridades para não mancharem "o nome de Deus" nem a "Organização de Jeová." Esta mulher, que trabalhou no Departamento de Redacção em Brooklyn e que trabalhou em íntima associação com membros do Corpo Governante, através de pesquisa conseguiu reunir num CD-ROM mais de 500 páginas de processos de pedofília contra a Watchtower, onde se revela a forma como a Organização tem tentado encobrir a todo o custo que as vítimas falem ao mundo. A informação está disponível. Basta procurar e querer saber. Mas é mais fácil enterrar a cabeça na areia ou abrir uma Sentinela ou Despertai e citar palavras bonitas, mas que na prática têm resultado na infelicidade de centenas, senão milhares de crianças e adolescentes por esse mundo.
    TJ Curioso | 01.04.2010 | 23.05Hver comentário denunciado
  • Fonte do comentário : http://pt.wikipedia.org/wiki/Posi%C3%A7%C3%B5es_co ntroversas_das_Testemunhas_de_Jeov%C3%A1#Procedime ntos_para_lidar_com_casos_de_abuso_sexual
    L.Lanterna | 01.04.2010 | 21.46Hver comentário denunciado
  • A Bíblia ensina que indivíduos podem arrepender-se dos seus pecados e "se voltassem para Deus por fazerem obras próprias de arrependimento", e nós aceitamos o que a Bíblia diz (Atos 26:20). Ainda assim, a segurança das nossas crianças é da máxima importância. Nós levamos isso muito a sério."
    L.Lanterna | 01.04.2010 | 21.45Hver comentário denunciado
  • no artigo de 1 de Janeiro de 1997 de A Sentinela. O artigo declarava: "Para a proteção de nossos filhos, o homem de quem se sabe que foi molestador de crianças não está habilitado para um cargo de responsabilidade na congregação. Além disso, ele nem pode ser pioneiro [missionário de tempo integral das Testemunhas de Jeová] ou ter outro serviço especial de tempo integral". Segundo as Escrituras, tal pessoa não se qualifica (1 Timóteo 3:2, 7-10). Tomamos tal acção porque estamos preocupados em manter os princípios bíblicos e em proteger as nossas crianças. Espera-se que qualquer pessoa na nossa organização cumpra os mesmos requisitos, nomeadamente, que seja limpa física, mental, moral e espiritualmente (2 Coríntios 7:1; Efésios 4:17-19; 1 Tessalonicenses 2:4)." "Os nossos procedimentos têm sido refinados com o passar do tempo. Ao longo dos anos, ao verificarmos que, em certas áreas, os nossos procedimentos podem ser fortalecidos, nós temos feito isso. E ainda continuamos a refiná-los. Não acreditamos que os nossos métodos sejam perfeitos. Nenhuma organização de humanos é perfeita. Mas acreditamos que possuímos fortes regras sobre o abuso de crianças, solidamente baseadas na Bíblia. Qualquer pessoa numa posição de responsabilidade que seja culpado de pedofilia, será removido das suas responsabilidades sem hesitação. Certamente, não permitiremos que tal pessoa sirva noutro local, seja através de uma transferência ou por mudança pessoal."
    L.Lanterna | 01.04.2010 | 21.45Hver comentário denunciado
  • Quando qualquer uma das Testemunhas de Jeová é acusada de um acto de abuso sexual de crianças, espera-se que os anciãos da congregação local investiguem o assunto. Dois anciãos reunem-se separadamente com o acusado e com o acusador para ouvir o que cada um tem a dizer sobre o caso. Se o acusado nega a acusação, os anciãos farão arranjos para que ele e a vítima reavaliem as suas posições na presença um do outro, estando os anciãos também presentes. Se durante essa reunião, o acusado continuar a negar as acusações e não existirem outros que possam apresentar provas, os anciãos não poderão tomar acção, a nível congregacional, nessa ocasião. Por que não? Visto que somos uma organização baseada na Bíblia, devemos aderir ao que as Escrituras dizem, nomeadamente: "Uma só testemunha não se deve levantar contra um homem com respeito a qualquer erro ou qualquer pecado, [...] o assunto deve ficar de pé pela boca de duas testemunhas ou pela boca de três testemunhas." (Deuteronómio 19:15). Jesus reafirmou este princípio, conforme registado em Mateus 18:15-17. No entanto, se duas pessoas são testemunhas de incidentes separados do mesmo tipo de proceder errado, o seu testemunho poderá ser suficiente para tomar acção."
    L.Lanterna | 01.04.2010 | 21.43Hver comentário denunciado
  • Tratando deste tipo de casos, a edição de 1 de Janeiro de 1997 de A Sentinela, página 28: afirmava: "Dependendo das leis do país em que ele vive, é bem possível que o molestador sofra pena de prisão ou outras sanções impostas pelo Estado. A congregação não o protegerá disso. Também, esse homem demonstrou ter uma fraqueza séria, que doravante precisa ser levada em conta. Se ele parecer arrependido, será incentivado a fazer progresso espiritual, a participar no serviço de campo, e mesmo a ter parte na Escola do Ministério Teocrático e receber na Reunião de Serviço partes que não forem de ensino. No entanto, isto não significa que esteja habilitado para servir num cargo de responsabilidade na congregação. [...] O cristão adulto, dedicado, que comete o pecado de abusar sexualmente de uma criança, revela ter uma fraqueza carnal, desnatural. A experiência tem mostrado que tal adulto pode molestar outras crianças. É verdade que nem todo molestador de criança repete esse pecado, no entanto, muitos o fazem. E a congregação não pode ver o que há no coração, para saber quem é e quem não é capaz de novamente molestar crianças. (Jeremias 17:9) [...] Para a proteção de nossos filhos, o homem de quem se sabe que foi molestador de criança não está habilitado para um cargo de responsabilidade na congregação. Além disso, ele nem pode ser pioneiro ou ter outro serviço especial de tempo integral." J. R. Brown, Director do Departamento de Informação Pública da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, afirmou que as Testemunhas possuem políticas exemplares para lidar com o abuso sexual, as quais se baseiam em normas bíblicas, tendo sido amplamente difundidas nas suas publicações. Em entrevista ao jornal The New York Times de 11 de Agosto de 2002, pág. 20 a 21, ele foi citado como dizendo: "Não estamos a tentar dizer que lidamos da maneira correta com todas as pessoas ou que os nossos anciãos são todo-sábios ou todo-perfeitos", disse o Sr. Brown, que por questão de ética, declinou de comentar casos individuais. "Mas dizemos que se considerar os nossos procedimentos para manter a nossa organização moralmente limpa, verá que ela ultrapassa em muito qualquer outra."
    L.Lanterna | 01.04.2010 | 21.42Hver comentário denunciado
  • Os anciãos das TJ ao longo dos anos têm sido instruídos pelo seu Corpo Governante a não revelarem às autoridades casos de pedofília, a não ser que a Lei do País ou Estado o exijam. E caso um pedófilo não seja expulso da organização, em caso de arrendimento ou falta de testemunhas (como se fosse possível haver testemunhas) os anciãos estão proibidos de revelar à congregação a presença de um pedófilo entre eles. Quantas crianças não terão sido violadas nestas circunstâncias, conforme as provas que surgem.
    TJ Curioso | 01.04.2010 | 21.04Hver comentário denunciado
  • Não é verdade que as Testemunhas de Jeová expulsam pedófilos, a orientação recebida pelos seus dirigentes(anciãos), quando um caso desses ocorre, é que a situação seja resolvida dentro da congregação e que a vítima não denuncie o pedófilo, com o argumento de que o escândalo não "traga vitupério ao nome de Jeová nem a organização que leva o seu nome.Mas é claro que a maioria das TJs não tem conhecimento disso.
    Para mais informações, é só acessar www.extestemunhasdejeova.net/fórum
    carminha | 01.04.2010 | 21.03Hver comentário denunciado
  • A prática da pedofília é transversal a todas as religiões e todas as culturas. É uma prática abominável e é óbvio que não podemos julgar uma religião por no meio dela se encontrarem pedófilos e violadores ocultos. No entanto, uma religião que tem como objectivo ocultar do público as práticas erradas dos seus membros, como no caso da Igreja Católica, e no fundo proteger os criminosos não está a ser integra para com aqueles que depositam neles a sua confiança. O problema na comunidade religiosa das TJ é exactamente isto que se tem passado e tem "rebentado" nas notícias nos últimos tempos. Devido ao medo de denunciar alguém, e isso trazer mau nome à Organização de Jeová, o Corpo Governante tem preferido manter no anonimato aqueles que praticam tais crimes. Embora alguns tenham sido desassociados, muitos outros têm permanecido impunes e andado de congregação em congregação, com a conivência da Sociedade Torre de Vigia.
    TJ Curioso | 01.04.2010 | 20.57Hver comentário denunciado
  • Isso já é algo rotineiro e escondido da sociedade. Vejam só esse documentário australiano o que diz: «Alguns líderes das Testemunhas de Jeová australianos ocultam às autoridades informações essenciais à investigação de casos de abuso sexual a menores dentro da comunidade. Em criança, Simon foi abusado por Robert, que admitiu o delito. Apesar de molestado, o infractor continuou como testemunha e reincidiu, tendo abusado de outras 40 crianças. Os pais de Thomas foram orientados no sentido de deixarem a Justiça fora do assunto.» (TVCabo: Guia de Programação, 8 de Outubro de 2005.) http://extestemunhasdejeova.net/forum/viewtopic.ph p?f=13&t=3725
    pascoalnaib | 01.04.2010 | 19.56Hver comentário denunciado
  • Jesus Cristo preveniu para os falsos profetas , mas há quem teime em não enxergar
    Crispim | 01.04.2010 | 16.42Hver comentário denunciado
  • Não há (rapazes) mAus... Por baixo de mim tem salon de ge óvois e ge+oibacas...Falei com uma violentada...pelo clã...Beinhe...o quela me dixe...nem, ó diabo alembraria...de bio-lencias da pexique e da fijica... òsdespois faramm-me da iujurde e inté quemamosraram o PALACETE do iujurdo prencipal...Beinhe...Nem o Ovama na csas amarela...?
    Thémis | 01.04.2010 | 14.50Hver comentário denunciado
  • Peço desculpa mas no inicio do meu comentário era suposto ser uma pergunta e não uma afirmação. Como tal seria assim Em casa de cada um de vos de certeza que existe alguém que mente, trai, rouba, não estando a quantificar o grau de gravidade, no entanto isso mostra que todos vocês e toda a vossa família são ladroes, mentirosos, traidores etc etc etc etc.? Desculpem não queria ofender ninguém, apenas mostrar um ponto de vista.
    TRM | 01.04.2010 | 08.07H
  • Em casa de cada um de vos de certeza que existe alguém que mente, trai, rouba, não estando a quantificar o grau de gravidade, no entanto isso mostra que todos vocês e toda a vossa família são ladroes, mentirosos, traidores etc etc etc etc. No entanto é perfeitamente normal atacar pois é algo que está predestinado a acontecer. No entanto um mero reparo curioso: Na igreja católica houve grande polémica com o Papa e com Padres, no entanto não li que A Religião católica seria uma SEITA que é do pior que há, li apenas que o papa isto e o papa aquilo e alguns padres. Estranho, uma noticia de um homem que faz algo deste tipo, e rotula-se automaticamente esta seita toda e mais alguns. Relativamente ser a pior seita que há poderia dar pano para mangas..... No entanto pergunto: PORQUÊ?
    TRM | 01.04.2010 | 07.56H
  • Diferentemente de muitas igrejas, quando se descobre que algum membro da religião Testemunha de Jeová comete um pecado como esse, ele é EXPULSO da congregação e não apenas transferido para outra paróquia. Não há lugar para de gente assim no meio do povo que quer fazer o que é certo. Não podemos julgar a religião por meio de um irrefletido ato isolado.
    Vieira | 01.04.2010 | 05.29H
  • e não se esqueçam da IURD
    Nuno Carvalho | 01.04.2010 | 02.00H
  • 31.03.2010 | 23.32Hcomentário reprovado
  • È verdade que os testemunhas de jeova ja estragou a vida de muita gente mas costuma-se dizer que anda a chuva molha-se
    anónimo | 31.03.2010 | 23.02H
  • Estes testemunhas de Jeová, desde que entraram em Portugal, já desgraçaram muitas famílias. Nas visitas semanais que faziam ás famílias, que antes viviam em paz, depois de algumas conquistas da amizade, começaram por se separarem, venderam as suas próprias casas e depois como não chegasse ainda eram acusados de serem ladrões, quando não queriam seguir a tal religião.-(há provas vivas).
    anónimo | 31.03.2010 | 22.16H
  • 31.03.2010 | 22.12Hcomentário reprovado
  • 31.03.2010 | 22.02Hcomentário reprovado
  • Loooool,de repente acordaram todos e descobriram que os religiosos são pedófilos e violadores eheheh.Quem será o proximo?
    anónimo | 31.03.2010 | 21.08H
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE