Segurança

Governo cria um site para 'Perdidos e Achados'

30 | 11 | 2007   08.20H

O sistema de 'Perdidos e Achados' vai ter um site na internet com o objectivo, segundo uma portaria ontem publicada, de facilitar aos cidadãos a procura de documentos ou bens perdidos.

Sistema integrado
Denominado Sistema Integrado de Informação sobre Perdidos e Achados (SIISPA), o novo modelo, que estará disponível durante o mês de Dezembro, passa a assentar num sistema de informação partilhado que estará acessível a partir dos postos da GNR e esquadras da PSP, mas também a partir dos carros patrulha que estejam equipados com computadores portáteis.

Execução será gradual
Ao Destak, José Magalhães, secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, afirmou que «a execução do SIISPA será gradual», porque «não há milagres». Para já, só será possível consultar na net os bens e documentos perdidos (sem que as fotografias estejam visíveis para evitar eventuais abusos).

A partir de 2008 será possível efectuar a participação electrónica de perdas de bens e haverá um sistema de alerta e notificação dos interessados através de e-mail.

Os 'Perdidos e Achados' das redes de transportes não serão integradas no SIISPA «porque isso implicaria um megaprojecto e não é recomendado pelas forças policias». Mas José Magalhães esclareceu que, «uma vez consolidado este modelo, no futuro poderemos centralizar todos os serviços».

Arrumar a casa
«Esta portaria serve para 'arrumar a casa', uma vez que havia uma certa indefinição em relação ao que fazer com alguns bens entregues às forças policiais», destaca José Magalhães.

BENS DOADOS - Após confirmação do respectivo bom estado sanitário, os bens perecíveis passam a ser doados a instituições locais de solidariedade social. No caso de elevado estado de deterioração, os bens são destruídos.

Hugo Lourenço | hlourenco@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE