Porto

Marcha do Orgulho LGBT decorre dia 10 de Julho

25 | 05 | 2010   14.55H

A Marcha do Orgulho Lésbico, Gay, Bissexual e Transgénero (LGBT) no Porto decorrerá no dia 10 de julho, sob o lema "Existimos, Direitos exigimos", apelando à "resolução das questões da parentalidade", foi hoje anunciado.

João Paulo, coorganizador da marcha no Porto, afirmou à Lusa que, depois da promulgação pelo Presidente da República da lei na igualdade no casamento entre pessoas do mesmo sexo, são as questões da parentalidade agora prioridade.

O objetivo passa por desejar que "a possibilidade de adoção, coadoção e acolhimento de crianças seja alargada para todas as pessoas com condições materiais e efetivas para delas cuidar, educar e proteger", lê-se no manifesto para 2010.

O manifesto foi esta tarde divulgado em frente ao Tribunal de Família e Menores do Porto com a intenção de "chamar a atenção para as questões da parentalidade que ainda não estão resolvidas", frisou João Paulo.

"Queremos uma sociedade que reconheça a diversidade de modelos familiares com iguais oportunidades perante a lei. Porque a família é uma escolha livre das pessoas, lugar para a partilha de afetos e de vidas em comum e porque o Estado não pode privilegiar nenhum modelo em detrimento de outro", sustenta o manifesto.

O documento refere também o desejo de que os processos de procriação medicamente assistida possam ser uma possibilidade para todas as mulheres que a desejem, independentemente da sua orientação sexual e de viverem ou não uma relação de casal.

Este documento "exige" ainda que "sejam tomadas medidas legislativas que combatam eficazmente a desigualdade de género que persiste e, inclusivamente, se agrava no nosso país".

Apela à erradicação "definitiva" da violência e da discriminação de género, bem como à tomada de iniciativas legais que reconheçam a autodeterminação das pessoas transexuais e transgénero, sem a tutela psiquiátrica que as menoriza e que lhes retira decisão sobre as suas vidas.

No manifesto, a marcha do orgulho LGBT refere ainda lutar, "porque ainda há países onde a homossexualidade é considerada crime, porque há lugares onde a repressão ainda está na lei e porque nesses lugares também há resistência por quem luta pelos direitos, por todos os direitos humanos".

"E luta também em Portugal onde a discriminação sexista, transfóbica, bifóbica, homofóbica ou racista e xenófoba ainda agride pessoas e limita a nossa democracia", conclui o documento.

Os partidos Bloco de Esquerda e Humanista, a Juventude Socialista e as organizações Caleidoscópio LGBT, PortugalGay, Ponto Bi, SOS Racismo, UMAR, Panteras Rosa, Poly-Portugal e Mica-me, entre outras, fazem parte da organização desta marcha no Porto.

A marcha tem início marcado na praça da República, passará pelas ruas Gonçalo Cristóvão, Santa Catarina e Sá da bandeira, devendo terminar na praça D. João I.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: 123RF
Marcha do Orgulho LGBT decorre dia 10 de Julho | © 123RF

9 comentários

  • Esta gente é tão limitada que nem um comentário sabem fazer.
    Os homossexuais têm grande carisma e enfrentam a estupidez e a prepotência dos orgulhosos "não-gays" como foi aqui dito! Logo merecem uma marcha em homenagem a eles próprios e se se sentem incomodados por isso, têm bom remédio... dia 10 não aparecem no Porto ;)
    umafufaorgulhosa;) | 05.07.2010 | 12.17Hver comentário denunciado
  • Acho uma pouca vergonha as pessoas que não têm senso comum nem respeito pelas liberdades e opções de cada um. Não têm interferência com a vida de ninguém não compreendo porquê tanta revolta. Apoio a causa, e acho que o avanço das mentalidades portuguesas passa também pela aceitação. Não compreendo a relação com os partidos, pois falamos da questão do amor e não de política. O amor não escolhe sexo, mas sim pessoas e personalidades. Defendo a igualdade de direitos e respeito as opções de cada um, e defendo que só assim poderemos ser verdadeiramente um país livre.
    Ana Carvas | 26.05.2010 | 17.44Hver comentário denunciado
  • As Fufas e os panascas andam em festa constante...Será que entupirou desentupir, periodicamente, o canal da joça...dá dinheiro assim?...
    Barrigudos | 25.05.2010 | 20.27Hver comentário denunciado
  • paulo | 25.05.2010 | 16.30H Das baboseiras que disse, essa da "gentalha de esquerda" deu-me vontade de rir.Será só de esquerda?? O Sr. anda a leste do paraíso....
    pedro luis | 25.05.2010 | 18.30Hver comentário denunciado
  • se fosse uma marcha para pessoas normais e nao doentes , nao era autorizada , mas como é para esta gentalha de esquerda , ja é autorizado . porque sera ?
    paulo | 25.05.2010 | 16.30Hver comentário denunciado
  • Vá lá . . . não queiram morrer estúpidos . . . ! !
    alexandre barreira | 25.05.2010 | 16.00Hver comentário denunciado
  • EU AVISEI QUE DEPOIS DO SOCIALISMO OS TER DEIXADO CASAR, AGORA VÃO QUERER ADOPTAR !!!!!!!!!
    ACIDO MELECULAR | 25.05.2010 | 15.59Hver comentário denunciado
  • E os que são orgulhosos não-lésbicos, não-gays, não bissexuais e não-transgénero que fazem???? Hã??? Não há por aí uns ovos podres e uns tomates para atirar a esta bicharada???? É que nós também temos orgulho em ser como somos e não andamos com estas palhaçadas. Onde andam o guarda Abel, o Fernando Madureira e os Bobbys e os Tarecos do Porto?
    Zé Portuga | 25.05.2010 | 15.15Hver comentário denunciado
  • La vão as BICHAS enlouquecer para dotar : E os lobies de panascas vão todos fazer 'força'
    Crispim | 25.05.2010 | 14.59Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE