PUBLICIDADE
fogos

Risco máximo de incêndio em mais de 20 concelhos

05 | 07 | 2010   10.17H

Segundo o mapa disponível no site do IM, as zonas de fronteira entre os distritos de Castelo Branco, Santarém e Leira são os que concentram este aviso de risco, que afecta cerca de 20 concelhos.

No distrito da Guarda está ainda sob aviso de risco máximo de incêndio o concelho do Sabugal e, no distrito de Castelo Branco, os concelhos de Covilhã e Penamacor.

O mesmo grau de risco é atribuído pelo IM aos concelhos de Monchique e S. Brás de Alportel, no distrito de Faro.

Neste distrito, há ainda vários concelhos sob risco muito elevado de incêndio, o mesmo acontecendo nos distritos de Santarém, Portalegre, Leira, Coimbra, Castelo Branco, Guarda, Viseu,. Aveiro, Porto, Vila Real, Bragança, Braga e Viana do Castelo.

O risco de incêndio determinado pelo IM engloba cinco níveis, que variam entre o "reduzido" e o "máximo” e o seu cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00, da temperatura do ar, da humidade relativa, da velocidade do vento e da quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

A previsão de subida de temperaturas para hoje e o consequente aumento de perigo de incêndio florestal levou também a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) a acionar o alerta amarelo para todos os distritos do continente, entre as 08:00 de domingo e as 20:00 de terça-feira.

A Protecção Civil apela para a tomada de medidas de precaução e lembra que nas áreas florestais é proibido fumar ou fazer lume, acender queimadas ou fogueiras, queimar matos ou sobrantes de exploração, lançar balões com mecha acesa ou outro tipo de foguetes e usar equipamentos que não tenham dispositivos de retenção de faúlhas.

O alerta amarelo é o segundo grau de uma escala de cinco e visa, por um lado, alertar a população para tomar precauções e, por outro, colocar em estado de maior prontidão o dispositivo das organizações de socorro, nomeadamente os Bombeiros e a Protecção Civil, aos níveis nacional, distrital e local.

Segundo informação disponibilizada pela ANPC no seu "site", registaram-se no domingo 118 incêndios florestais, sem indicação de área ou ardida ou tipo de vegetação afetada, que foram combatidos por 1652 bombeiros, apoiados por 424 veículos.

Para hoje, o IM prevê tempo quente com céu pouco nublado ou limpo e vento fraco a moderado.

Quanto a temperaturas, estão previstas máximas de 42 graus Celsius para Santarém, 40º para Évora e Beja, 39º para Lisboa, 38º para Braga, 37º para Coimbra, 35º para Vila Real, Viseu e Leiria, 33º para Faro, 32º para o Porto, 26º para o Funchal e 24º para Ponta Delgada.

O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais iniciou a “Fase Charlie”, considerada a de maior risco de incêndios, a 01 de Julho, e deverá terminá-la a 31 de Setembro.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: Armindo Mendes/Lusa
Risco máximo de incêndio em mais de 20 concelhos | © Armindo Mendes/Lusa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE