polémica

Jesus Cristo encerra Playboy Portugal (ACT.)

08 | 07 | 2010   13.36H

actualizado em 09/07/2004 | às 16.00

A polémica (previsível?) não se fez esperar e a Playboy Entertainment não foi em contemplações: vai rescindir contrato com a edição portuguesa.

Theresa Hennessy, vice-presidente do departamento de relações públicas da Playboy Entertainment, em declarações ao site Gawker, garantiu que a empresa não aprova a capa ou as imagens da sessão fotográfica: «Não teríamos aprovado a publicação, se a tivéssemos visto antecipadamente. Como resultado, vamos rescindir o contrato com Portugal».

O site Gawker não podia deixar a ocasião em claro, ironizou e lá fez o trocadilho de palavras: «Jesus fez uma má escolha e acabou num bordel português».

Homenagem a Saramago

Para assinalar a morte do Nobel da Literatura, a Playboy portuguesa inspirou-se no romance Evangelho Segundo Jesus Cristo e colocou um homem vestido de Jesus Cristo no canto de um quarto, enquanto o fotógrafo regista uma cena de sexo lésbico mesmo ao lado.

Cristo aparece ainda ao lado de uma prostituta e de uma rapariga em topless, que parece ser uma estudante de um colégio católico.

Há ainda uma mulher com uma caçadeira, enquanto Jesus observa.

«Não vimos nem aprovámos a capa e restantes fotografias. Trata-se de uma violação chocante das nossas normas e não teria sido permitida a publicação se tivessemos conhecimento antecipado», justificou ainda Theresa Hennessy.

As explicações da Playboy Portugal

Horas depois da polémica se ter espalhado pelos meios de comunicação portugueses, a administração da Frestacom, detentora da Playboy no nosso país, veio explicar a capa da edição de Julho como um «ensaio original» e «único» sobre Saramago, dizendo não ter sido notificada pela Playboy internacional para encerrar a publicação.

No comunicado enviado às redacções (pode ler aqui o comunicado), a Frestacom explicou que a capa da Playboy, onde se vê Cristo rodeado de mulheres nuas ao lado do título do livro de Saramago - O Evangelho Segundo Jesus Cristo -, pretende ser uma «última homenagem» ao escritor recentemente falecido.

Admitindo tratar-se de um conteúdo «forte», a administração explica que o objectivo era transmitir uma mensagem «igualmente forte, sem necessidade de legendas. Aparentemente, algumas pessoas ainda não captaram a verdadeira essência e conceito da revista», lamenta a Frestacom, que se «espanta» com a «atenção dada ao imediato em detrimento da análise profunda» que, sublinham os responsáveis, é transmitida na produção fotográfica.

Fecha ou não fecha?

Relativamente ao encerramento da revista, tanto o vice-presidente da Frestacom, Gil Teixeira, como o director da revista em Portugal, João Araújo, garantiram à Lusa que «não está em causa» o fecho da revista e que a equipa da revista está a trabalhar no próximo número.

João Araújo foi claro: não recebeu «informação nenhuma» da administração internacional da revista, estando a trabalhar «com a maior da normalidade».

Destak | destak@destak.pt
Foto: DR
Jesus Cristo encerra Playboy Portugal (ACT.) | © DR

97 comentários

  • Isto só pode ofender cabeças retrógradas e mal formadas. Tanta polémica por causa da figura de alguém que nem está provado ter existido. A Igreja continua a manipular tudo, talvez por isso não evolua. Um país como os EUA que se diz tão liberal parece que ainda está pior que muitas aldeias portuguesas.
    luis teixeira | 27.07.2010 | 17.50Hver comentário denunciado
  • Em primeiro lugar, O Nome Verdadeiro não é "Jesus", que ao invés de ser transliterado do original hebraico, YAOHUSHUA, traduziram para "Jesus", que não existe.Não se traduz nome próprio e "J" só apareceu depois do século XV .Portanto... Em segundo lugar, se o personagem exposto tenta ridicularizar ao Verdadeiro Salvador, saibam que Yudas(Judas) também o fez, e todos nós sabemos do seu fim trágico e eterno no inferno. É só uma questão de tempo! Em terceiro lugar, se os inventores e cúmplices de tal cena se arrependerem verdadeiramente, O Verdadeiro Salvador os espera de braços abertos...caso contrário...o inferno eterno os aguarda !
    Anselmo Rafael Franco | 08.07.2010 | 15.08H
    anselmo Rafael franco | 24.07.2010 | 03.28Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Em primeiro lugar, O Nome Verdadeiro não é "Jesus", que ao invés de ser transliterado do original hebraico, YAOHUSHUA, tradiziram para "Jesus", que não existe.Não se traduz nome próprio e "J" só apareceu depois do século XV .Portanto... Em segundo lugar, se o personagem exposto tenta ridicularizar ao Verdadeiro Salvador, saibam que Yudas(Judas) também o fez, e todos nós sabemos do seu fim trágico e eterno no inferno. É só uma questão de tempo! Em terceiro lugar, se os inventores e cúmplices de tal cena se arrependerem verdadeiramente, O Verdadeiro Salvador os espera de braços abertos...caso contrário...o inferno eterno os aguarda !
    Anselmo Rafael Franco | 08.07.2010 | 15.08H
    Anselmo Rafael Franco | 24.07.2010 | 03.23Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • há figura de jesus é homem?Ora disse Deus; façamos o homem a nossa imagem e semelhança.portanto homem é homem!E eu adoro mujeres.
    ivam | 15.07.2010 | 02.24Hver comentário denunciado
  • Gente, quanto tempo mais e quantas mais agressões às crenças dos cidadãos realmente livres de pensar e de crer, como esta, serão ainda necessárias para percebermos que alguém organizado a nível global, que controla não só os media mas as revistas também, tem como intuito principal acabar com as religiões monoteístas excepto o judaísmo?
    PTRO | 14.07.2010 | 13.38Hver comentário denunciado
  • Sou Católico praticante de facto este Mundo precisa de uma "reforma" total e completa!!!
    AJS | 12.07.2010 | 20.35H
  • 12.07.2010 | 15.41Hcomentário reprovado
  • Fiquei deveras chocada, triste com o caso que ocorreu durante toda a semana, sobre a revista “Playboy” Portuguesa, que causou polémica e com razão, exibindo na sua capa da revista a imagem de Cristo com uma mulher nua, tendo como fundo o título do livro de José Saramago "O Evangelho Segundo Jesus Cristo".
    Esperava o Director desta revista, uma repercussão forte, com o pretexto de homenagearem o escritor português José Saramago unindo o escárnio e desrespeito, mas o facto é que a publicação foi uma agressão desnecessária e gratuita à Fé de milhares de católicos de Portugal.
    Portugal Revoltou-se! O Mundo Revoltou-se e com razão.
    É justo que manifestações de repúdio sejam feitos à edição da revista.
    Como chegou a dizer Saramago um dia:
    “Sou um sobrevivente num tempo de mudanças, dentre as quais nem todas são boas. Sou um sobrevivente por ter conseguido manter alguns valores éticos. Venho de um tempo anterior e sou alguém que mantém uma coerência em relação aos princípios pelos quais sempre orientei-me”
    Hoje, todos os homens pretendem-se livres, como parte integrante da sua condição humana e de cidadão.
    Mas a liberdade não se limita ao uso legítimo e exclusivo da linguagem como forma de expressão do pensamento, e ao acesso à palavra.
    Ser livre não equivale, apenas, a deixar escapar a liberdade do pensamento.
    Maria Helena Pereira da Silva Almeida | 12.07.2010 | 12.48H
  • Boa noite! Sou um simples cidadão do mundo e um simples Católico, respeitando todas as Religiões e crentes e não crentes, mas toda a vida ouvi a dizer que não se deve brincar com coisas sérias, e então com a Providência Divina. Já ouvi a contar coisas verídicas que correram muito mal por votar blasfémias pela boca fora. O crer ou o não crer, cada um deve ser livre, agora o ter educação é a identidade de cada pessoa, como o património. Há um dito popular que diz: que perde a vergonha toda a terra é sua, outro diz: quem perde a vergonha, não tem mais nada a perder. Havia um sujeito que dizia: não se deve brincar com coisas sérias ou com o lume.
    Manuel Pereira Magalhães | 11.07.2010 | 23.51H
  • 11.07.2010 | 20.26Hcomentário reprovado
  • 11.07.2010 | 20.17Hcomentário reprovado
  • 11.07.2010 | 00.31Hcomentário reprovado
  • A culpa foi de Jesus
    anónimo | 10.07.2010 | 22.42H
  • 10.07.2010 | 19.54Hcomentário reprovado
  • 10.07.2010 | 19.39Hcomentário reprovado
  • 10.07.2010 | 19.21Hcomentário reprovado
  • Homens de Portugal,uni-vos e vamos todos a rua Prostestar: QUEREMOS A PLAYBOY PORTUGAL DE VOLTA !!!
    HOMENS DE LUTA | 10.07.2010 | 19.01H
  • 10.07.2010 | 13.29Hcomentário reprovado
  • 10.07.2010 | 13.27Hcomentário reprovado
  • O site Gawker não podia deixar a ocasião em claro, ironizou e lá fez o trocadilho de palavras: «Jesus fez uma má escolha e acabou num bordel português».----------------------DIRIA MAIS.... ACABOU NO BORDEL
    CATÓLICO MAS POUCO | 10.07.2010 | 10.37H
  • 10.07.2010 | 10.27Hcomentário reprovado
  • 10.07.2010 | 08.30Hcomentário reprovado
  • A playboy é um negocio que nunca de meteu na politica por isso é editado em quase todo o mund, quando usam a Playboy para ataques mesquinhos contra uma religião estao a pisar o risco...palhaços agora vão para o desemprego que até gozam, nao percebo a playboy ja existe à tantos anos no Brasil e nunca houve problemas nenhuns
    Charles | 10.07.2010 | 00.33H
  • A Playboy não pode ser usada como arma de arremeço contra uma religião ou contra outra coisa qualquer, 'I´m sorry' a Playboy é para mostrar gajas nuas e ponto final, será que é tão dificil perceber isso?
    Charles | 10.07.2010 | 00.27H
  • Que piada, censurar. E a capa da Playboy México com uma personificação de Maria, a própria Mãe do Senhor na nossa capa?
    Não creio que alguém encerre essa edição!!
    €€ Senhor, e disso que se trata!!
    Osnofa | 09.07.2010 | 23.52H
  • 09.07.2010 | 23.51Hcomentário reprovado
  • sou católico , e não vejo nada de especial para tanta polémica.
    Perdoai-lhe Senhor , eles não sabem o que dizem
    perdão | 09.07.2010 | 23.39H
  • isto é uma matéria mto delicada.numa democracia o que deve prevalecer é o respeito geral pelos direitos de cada um e pelos credos.é evidente que nao podemos obrigar ninguem a seguir os nossos próprios critérios...mas em questoes de crensas devemos respeitar as crenças dos outros . numa sociedade evoluida e que prima pela ética e pelo respeito do direitos dos outros nao devemos ofender nem ferir os outros que nao tem o mesmo credo que nós ...a verdadeira liberdade encontra-se para além do bem e do mal ...e so por isso nunca agiria publicando algo que fosse susceptível de ofender o outro ...
    joao rei | 09.07.2010 | 22.29H
  • 09.07.2010 | 20.02Hcomentário reprovado
  • 09.07.2010 | 19.58Hcomentário reprovado
  • Quem estranha por dizerem que jesus entrou num bordel, conhece muito pouco de jesus. Jesus entrou em todo o lado onde havia exploração das pessoas, onde havia sofrimento, jesus defendeu todos os humilhados, pobres, prostitutas etc. Grande homem, foi por isso que foi morto.Ainda hoje é assim, quem é justo tentam logo aniquila-lo.
    salazar | 09.07.2010 | 19.38H
  • Ja dizia 1 Padre,quando misturam sexo com religião dá sempre maus resultados
    anónimo | 09.07.2010 | 19.25H
  • Muito BEM...Pedro Lisboa...
    Gulag | 09.07.2010 | 18.58H
  • Pronto agora vão fechar a Playboy Portugal graças ao imbecil do editor da Playboy em Portugal que quis mostrar que é esperto.Palmas para ele.Tinha que ser portugues.
    E o burro sou eu??? | 09.07.2010 | 17.37H
  • @ Scholes, completamente apoiado, subscrevo a tua frase. Antes freiras nuas , que padres pedofilos.
    PauloF | 09.07.2010 | 16.58H
  • 09.07.2010 | 16.22Hcomentário reprovado
  • Lindo de Morrer,pra quem gosta de Religiões.
    Mais Vale Freiras Nuas na CAPA, do que Padres ter Relações com Crianças...
    Scholes | 09.07.2010 | 16.03H
  • Felizes dos americanos que não têm o Saramago, capas da Playboy com imagens religiosas ou comentadores analfabetos que não lêem que a própria Playboy Internacional rejeita este tipo de capas.
    A Playboy é uma revista de gajas nuas, e mais nada. Se querem manifestos contra a Igreja comprem o jornal Avante.
    Pedro Lisboa | 09.07.2010 | 13.35H
  • Podemos dizer que as imagens do "Mestre" Jesus Crucificado têm caracteres antropomórficos. Somente os seus mais próximos é que sabiam com exactidão como ele era. Somente muito depois é que fizeram Ícones da sua Imagem. Para quem não gosta do censurado livro de Saramago, que o levou ao auto exílio em Espanha, pode achar de mau gosto, apresentar uma personagem teatralmente a de fazer o papel do "Mestre". Mas isso é totalmente subjectivo, visto a verdadeira personagem não ser conhecida. Pode simplesmente existir um homem tradicionalmente vestido à época e de barba e cabelo comprido. Faz sentido comparado com o cabelo e as barbas dos Judeus Ortodoxos contemporâneos. Se não tivessem feio deste caso uma polémica acesa, talvez muitos comprassem a revista sem saber que lá estava representado o "Mestre" Jesus. Bem-haja
    Zé Ernesto Gaia (GOOGLE) | 09.07.2010 | 13.10H
  • A idéia era homenagear José Saramago, o grande escritor? Por que não, uma mulher semi-nua, característica da Playboy, lendo um livro dele? Não seria uma bela capa? Um abraço!
    Jefferson Dieckmann | 09.07.2010 | 13.01H
  • Eu não leio a playboy , quando muito leria uma revista de "gajos bons" para usar a linguagem dos comentadores e apreciadores do género no feminino, mas a julgar pela imagem da capa do jornal parece-me ser muito simplesmente uma ilustração literal, sem fazer juízo de valor quanto ao gosto,do romance de Saramago.Ora, os americanos são puritanos hipócritas e não leram Saramago, por isso, não atingem o alcance da ideia que me parece inofensiva...Essa ideia de que somos todos cristãos e católicos é falsa e quem verdadeiramente o é não lê este tipo de revistas nem as valoriza.
    maria silva | 09.07.2010 | 12.55H
  • Isto é um insulto à igreja.
    Playboy tem mesmo de fechar.
    "Cada macaco no seu galho"
    sinda barros | 09.07.2010 | 12.28H
  • 09.07.2010 | 12.22Hcomentário reprovado
  • Sinceramente acho que esta capa é a mais original e artística de toda a história da Playboy. Soube pegar bem no mote inicial da sessão fotográfica (evangelho segundo Jesus Cristo) e transformá-lo em fotos. Adorei mesmo.
    tiago cortinhal | 09.07.2010 | 11.57H
  • tiques de hipocrisia censurante! compra quem quer, ninguém é obrigado. trata-se de criação/ficção. Cristo nunca foi fotografado!
    a.c.monteiro | 09.07.2010 | 11.53H
  • Isto da Playboy portuguesa tinha que dar mau resultado! Porque é que não se restringem ao figurino clássico e infalível da revista: fotografias com bom gosto de mulheres bonitas?... É fácil! Assim vão fechar.
    Guedes | 09.07.2010 | 11.29H
  • E assim, com um toque de mágica e subtileza, o próprio Jesus Cristo elimina a PLAYBOY de Portugal...
    AHAH | 09.07.2010 | 11.27H
  • o que se faz para ganhar o vil metal. mesmo sem bíblia, sem esquerda ou direita, sem amantes de Deus ou do diabo. Onde está o bom senso e o bom carácter. Vivemos num mundo com cada vez menos valores morais e com cada vez mais sentido do ridículo.
    Ana | 09.07.2010 | 09.27H
  • Como eu não acredito nessas criações Humanas a que chamam de Religiões. Criações que vingaram e se arrastam desde os tempos primordiais. Eu posso-me considerar católico porque nasci numa família que abraçava a corrente de pensamento Católico Romano. Se pratico ou não isso já é meu problema. Se os meus descendentes vão ou não praticar será também uma incógnita! O que me parece, é que não estamos no século XIX e a notícia é quase tão rápida como o pensamento do indivíduo que faz a maquete da revista. Por isso seria natural que a tivesse feito chegar ao gabinete de Theresa Hennessy, dado o seu conteúdo Uma revista feita digitalmente com tantos efeitos técnicos e uma capa de Designe Gráfico não se faz à primeira tiragem para amostra. Portanto os fotógrafos da Play Boy global, podem estar repartidos por vários Franchising da revista. Essa treta de dizer que não sabia de nada em referência a uma revista que seria um "Furo Jornalístico " em Portugal é de difícil digestão. Todos os diários e semanários são informados, porque não a casa mãe. Pensando bem e para terminar, ainda li há pouco tempo que a prostituição Judaica em Israel é elevada, como no tempo do "Mestre" de quem se fala explicitamente nesta revista. Era a Iniciação Sexual para o Casamento Judaico do noivo.
    »»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»Um bem-haja
    Zé Ernesto Gaia (GOOGLE) | 09.07.2010 | 09.11H
  • PLAYBOY é para ver GAJAS NUAS e não homens que apercem nas capas.Cambada de burros.Quando apareceu o RICARDO ARAUJO PEREIRA na capa ,eu disse logo que o editor da playboy portugal deve ser gay
    E o burro sou eu ??? | 08.07.2010 | 23.52H
  • Estes pudicos, estão a ficar parvos.então Jesus já não pode estar deitado com a Maria??
    pedro luis | 08.07.2010 | 23.40H
  • Realmente quem diria.... que o lobby conservador .... até comandava este género de revistas!! E pensava eu inocentemente que a malta republicana é que mandava na publicação da revista ... esta 'gentalha' da direita é que mete NOJO!!! FALSOS PURITANOS!!!! QUEREM SER TÃO CATÓLICOS MAS OLHEM PARA ELES A LAMBUSAREM-SE PELO PECADO... ESTOU REALMENTE CHOCADO!!!
    Ernesto | 08.07.2010 | 23.28H
  • A PLAYBOY Portugal pode ter fechado mas o seu editor Gil Teixeira tem de certeza emprego garantido como editor da Playboy...para gays
    Playboy para gays | 08.07.2010 | 23.06H
  • Gil Teixeira, és um Génio! Deixa lá a Playboy! Um dia vão dar-te valor! Parabens pela Capa. Sensasional!
    O Anticristo! | 08.07.2010 | 22.14H
  • Realmente portuga é mesmo burro ahahahha
    Wanderley | 08.07.2010 | 21.56H
  • Pagam pouco ou não pagam as gajas que se despem,poem homens na capa,ja estava a espera que um dia fechassem.Só mesmo em Portugal.
    Carlos Matos | 08.07.2010 | 21.29H
  • 08.07.2010 | 20.49Hcomentário reprovado
  • Posso estar morto, mas vontade não me falta em expulsar esta gente de má fé do meu país!
    D. Afonso Henriques | 08.07.2010 | 20.39H
  • 08.07.2010 | 20.36Hcomentário reprovado
  • Eu se fosse o editor da PLAYBOY PORTUGAL dizia a empresa mãe que não é Jesus Cristo que está na revista mas sim o PEDRO MENDES,jogador do sporting
    Não é Jesus,é o PEDRO MENDES !!! | 08.07.2010 | 20.31H
  • A mim, o que me choca, é a quantidade de comentários "denunciados" nesta página!! E eu a pensar que Portugal era um país com liberdade de expressão. Já agora, parabéns à capa da Playboy. Assinado: Uma leitora incondicional de Saramado
    DD | 08.07.2010 | 20.27H
  • Sabem o que os brasileiros disseram quando viram esta noticia : " ehehhe,tinha que ser em Portugal eheheh "
    Tuga Revoltado | 08.07.2010 | 20.27H
  • O D. Afonso Henriques é tu... se tu fores eu vou lol XD
    IRONICO | 08.07.2010 | 20.25H
  • 08.07.2010 | 20.14Hcomentário reprovado
  • Agora percebo porque os brasileiros dizem que os Portugas são BURROS eeheheh.A ver se alguma vez a Playboy Brasil pos Jesus Cristo na capa
    Portugal é burro | 08.07.2010 | 20.13H
  • Quando puseram o RICARDO ARAUJO PEREIRA ( RAP ) na capa no ano passado eu disse logo,esta revista em Portugal vai a falencia um dia.Agora puseram um Homem,Jesus Cristo na capa,incrivel.Preparem para fechar a revista.ADEUS
    ADEUS PLAYBOY PORTUGAL | 08.07.2010 | 20.09H
  • Até a Playboy Internacional (que não é nada púdica) reconhece que esta capa é um erro. Só estes comentadores analfabetos é que não conseguem ver isso...
    Rui Lisboa | 08.07.2010 | 20.06H
  • O Editor da playboy Portugal deve ser atrasado mental,só pode.Cavou a sua propria sepultura.
    anónimo | 08.07.2010 | 20.00H
  • O Português, o exemplo acabado do maior porquito existente na actualidade. Os sintomas mostram-se a todos os domínios, até na playboy. Mudem o nome do país para Porcogal!
    CHIÇA | 08.07.2010 | 19.56H
  • Se puzessem MAOME seria muito pior.No dia seguinte o editor da playboy de Portugal estaria já morto
    anónimo | 08.07.2010 | 19.50H
  • Apenas quero fazer uma pergunta aos idiotas (pessoas com ideias) que fizeram esta capa: seriam capazes de fazer o mesmo tipo de capa mas em vez de Jesus porem lá o Maomé? Perguntar não ofende, n'é? E podem DENUNCIAR à vontade que estou-me C.A.G.A.N.D.O...
    PQOP | 08.07.2010 | 19.40H
  • Vasco não tens o direito de criticar os outros assim, cada pessoa tem sua experiencia de vida e suas sensibilidades. não queiras impor teu pensamento aos outros. entretanto a mim tanto se fez como se faz... mas a crise de valores é obvio que vem de muito sitio.
    Vasco não tens o direito de criticar os outros assim, cada pessoa tem sua experiencia de vida e suas | 08.07.2010 | 19.14H
  • Sinceramente, eu não vejo mal... Mas continuemos preocupados com choques com "sexo" e religião que isso é que é bom. Querem que eu respeite a bíblia? ou Deus? ou a crença ou fé? muito bem... mas têm vocês tanto direito de dizer que é verdade e é assim que está bem como eu de dizer que tudo isso não passa da maior mentira do mundo. Só são púdicos quando vos interessa... Mas esquecem-se que vocês devem nos tanto a nós como nós a vocês... Já aqui disseram quem não quer não vê e é um facto... Preocupa-vos uma revista erótica? Deve ser muito melhor mostrar filmes de guerra a meio da tarde ou passar novelas o dia todo para queimar neurónios... Abram a pestana... Há muita coisa mal e só olham ao que faz menos diferença... Querem criticar? Olhem-se ao espelho antes de abrirem a boca porque enquanto não reconhecerem os próprios defeitos, não têm o direito de criticar mais ninguém.
    Vasco Santos | 08.07.2010 | 19.09H
  • 08.07.2010 | 18.39Hcomentário reprovado
  • Metam a bandeira do estado novo no parlamento, para ver como morde a "liberdade", porque não fazer uma polemica tambem assim?! a liberdade so serve, para tirar fé, criar desrespeito ao ser humano e suas liberdades, submeter as pessoas a um trabalho precario, e difamar tudo o que é belo. enfim. ja nao luto contra a corrente.
    cansado | 08.07.2010 | 18.38H
  • Para o responsável pela capa da Playboi e para os que apoiam a respectiva capa: o próximo fime pornográfico que vai ser lançado para compra do público é com a vossa figura a serem sodomizados pelo Saramago (para quem tem admiração por ele) ou por outra figura por quem tenham admiração (vá lá, pode ser à vossa escolha, porque eu quero ser simpático). É claro que os homossexuais vão ser obrigados a transar com a Beyoncé e as lésbicas com o Alexandre Frota. Que tal a ideia? É pura liberdade de expressão, ou não é?
    Moral da história: A liberdade de expressão também significa respeito pelas outras pessoas vivas ou mortas, e não denegrir/caluniar/injurirar o bom nome das mesmas. Pelo menos, eu quero isto para mim. Agora se vocês preferem ser tratados como animais, isso é problema vosso, mas não façam isso a quem não quer ou não gosta.
    Roberto | 08.07.2010 | 17.42H
  • É IMPpESSIONANTE COMO A MENTALIDADE DOS pORTUGUESES ACEITAM ISTO
    MMARGARIDA | 08.07.2010 | 17.10H
  • Esta é a prova que sexo e gajas boas também é religião.
    IL | 08.07.2010 | 16.58H
  • Depois como nao querem que os portugueses sejam gozados no estrangeiro?Portugues é mesmo BURRO.Há tantos países que publicam a sua revista Playboy e nunca teve problemas,só mesmo em Portugal que póem Jesus e Ricardo Araujo Pereira na Capa,depois como que querem que existem anedotas sobre os portugueses????
    Portuga é mesmo burro | 08.07.2010 | 16.22H
  • O outro também dizia, quando a freira "boazona" estava junto ao altar a confessar os pecados com o "cura" da freguesia:
    - Meu Deus, por favor, tira-me estes malditos pregos e deixa-me saltar-lhe para a "espinha" . . . !
    alexandre barreira | 08.07.2010 | 16.11H
  • Hilariante! Achei uma homenagem lindissima. Contaxtualizada na revista e na obra de Saramago.
    Lia Neves | 08.07.2010 | 16.08H
  • Epa digam aos americanos que o tipo não é Jesus não,é o PEDRO MENDES,jogador do sporting
    PEDRO MENDES OLÈ | 08.07.2010 | 15.57H
  • Acho de louvar a publicação. Não vi, mas como o Padre Frederico explicou, tal celeuma aguçou me a curiosidade. Não foi posta em causa o cristinanismo de ninguem porque os auto-intitulados verdadeiros cristãos não lêm a Playboy e uqem lê poderá arrepender se mais tarde. Segundo me recordo Saramago também não era visto de bons olhos pela igreja, então porque motivo tem uma homenagem de ser aprovada pela igreja se a pessoa a quem esta se refere não o foi ?
    Cruz | 08.07.2010 | 15.51H
  • É pá isso não é problema... faço uma sugestão mudem o nome à revista... por exemplo "RAPAZ BRINCALHÃO" criem mais postos de trabalho. Vão ver que vai ser um sucesso.Não se esqueçam de mim...isto se tudo correr bem vão ganhar uma pipa de massa.
    Mandem os américas dar uma curva.Será que estou certo?.
    Manuel de Oliveira | 08.07.2010 | 15.39H
  • Outro aspecto que anteriormente não mencionei: este trabalho teve imensos elogios por parte de vários leitores. Ao contrário dos trabalhos em que se colocam as modelos tendencialmente figuras públicas plasmadas em cenários diversamente montados e poses meramente sensuais, este número português não contou com figuras da praça pública e teve conteúdo, sim conteúdo. Agarraram numa obra literária, decidiram homenagear um escritor reconhecido mundialmente, e a partir da inspiração da obra e do escritor fizeram um trabalho na linha da revista carregado de substância conceptual. Parabéns, não compro a vossa revista, mas só por este trabalho estou a pensar comprar.
    RN | 08.07.2010 | 15.17H
  • 08.07.2010 | 15.15Hcomentário reprovado
  • Quem não quer ver não compra! Se querem uma comparação, por vezes sou parado para propaganda religiosa, isso ofende a minha individualidade, muito simplesmente, recuso e vou embora. Não vejo nenhum crente a depreciar essas situações. Outra coisa, a Playboy Portugal não foi original, já houve capas com a Modelo a fazer de Maria suposta mãe virgem do dito suposto Jesus cristo. Ui que choque... há é muitos puritanos em Portugal que não querem ver e os outros não podem ver. Volto a repetir o que escrevi no início, quem não quer ver não compra. Deixem-se de tretas!
    RN | 08.07.2010 | 15.12H
  • Sexo sempre vendeu bem, e sempre venderá, independentemente do puriatnismo social ou não. Sabe-se que o celibato do catolicismo provoca as aberrações sexuais que vemos (e que a Igreja andou a esconder do mundo). Portanto, proibir, esconder ou fazer do sexo um tabu é o primeiro passo para aguçar a vontade dos mais impetuosos. Não me parece que a Playboy tivesse tido a intenção de colocar em causa Jesus Cristo ou outra coisa qualquer ... e as medidas da equipa de gestão que pretende "cancelar o contrato" com a publicação são dignas de apenas dois comentários : Não são, de facto, uma equipa de gestão adequadas para a imprensa livre e absolutamente aberta. Dois : não demonstram que queiram remunerar o seu acionista!
    ZéDoCaixão | 08.07.2010 | 15.09H
  • Em primeiro lugar, O Nome Verdadeiro não é "Jesus", que ao invés de ser transliterado do original hebraico, YAOHUSHUA, tradiziram para "Jesus", que não existe.Não se traduz nome próprio e "J" só apareceu depois do século XV .Portanto... Em segundo lugar, se o personagem exposto tenta ridicularizar ao Verdadeiro Salvador, saibam que Yudas(Judas) também o fez, e todos nós sabemos do seu fim trágico e eterno no inferno. É só uma questão de tempo! Em terceiro lugar, se os inventores e cúmplices de tal cena se arrependerem verdadeiramente, O Verdadeiro Salvador os espera de braços abertos...caso contrário...o inferno eterno os aguarda !
    Anselmo Rafael Franco | 08.07.2010 | 15.08H
  • hilariante :) Adorei e não haveria homenagem mais adequada a Saramago
    Marinilis | 08.07.2010 | 14.28H
  • Ridiculo fecharem uma revista por meras imagens, e o quão ridiculo é limitação das pessoas sejam elas catolicas ou não, mesmo que Jesus tenha existido o homem não deveria ser homossexual, porque se não nem nós exisitiamos, Mentes mais limitadas, por favor tenham dó!
    Filipe | 08.07.2010 | 14.27H
  • Eu acho poético, no mínimo.
    Se as pessoas se sentem indignadas, que leiam a bíblia, onde menciona que a Maria Madalena era prostituta e acho que todos sabem a relação que tinha com J.C.
    Não vejo essas pessoas a revoltarem.se contra a bíblia.
    Liberdade de expressão em Portugal, Já!
    Toni | 08.07.2010 | 14.24H
  • Efectivamente é uma falta de bom senso tremenda. Esta gente que pensa que apenas se consegue fazer notar pelo choque é porque reconhece que não tem valor. Usar a religião para uma revista deste género é totalmente desrespeitoso e demonstra uma falta de sensibilidade tremenda. Eu próprio gosto da revista, gosto de porno, e nem sequer acredito em Deus mas há uma coisa importante em qualquer sociedade: o respeito pelos outros e pelas crenças dos outros.
    Não acredito em Deus mas não gozo com quem acredita nem uso a religião para nada, muito menos para me auto-promover profissionalmente. Tenho muita pena que a Playboy Portugal deixe de existir. Espero que mude para uma empresa nacional que seja liderada por pessoas com tacto e bom senso... e que gostem de fotografar boas mulheres, claro ;)
    Daniel | 08.07.2010 | 14.22H
  • Lebram-se de quando os muçulmanos se indignaram com a publicação das caricaturas de Maomé num jornal escandinavo? O "ocidente livre" achou a reacção exagerada. No entanto há aqui um leitor que quer ir "cagar" à porta do editor da Playboy. É o "ocidente tosco" no seu melhor. E mais lamentável. Deixem lá o Cristo arregalar o olho, ó cruzados da asneira!
    Manuel Pires | 08.07.2010 | 14.13H
  • 08.07.2010 | 14.07Hcomentário reprovado
  • Embora eu não seja religiosa, choca-me a inclassificável falta de respeito pela crença e fé da maioria dos portugueses. Ainda falta a esta gente o "savoir faire", inteligência e o sentido de oportunidade necessários a quem se quer dedicar à comunicação, seja ela qual for. Esta atitude da Playboy "portuguesa" é bem digna de pseudo-qualquer-coisa dum terceiro mundo analfabeto e sem noção; mas com pretensões. Triste.
    Fátima Rocha | 08.07.2010 | 14.04H
  • é o que dá por a "elite" cultural da esquerda a frente de uma publicação , por cá reinam , ja os americanos não vão em provocações baixas de gente mesquinha .
    ps- não sou católico e gosto a brava de pornografia
    LP | 08.07.2010 | 14.03H
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE