PUBLICIDADE
ANAFRE

Estado deve oito meses de salário aos presidentes das Juntas de Freguesia

27 | 08 | 2010   08.48H

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), Armando Vieira, garantiu que as verbas "ainda não foram pagas, embora tenham sido aprovadas pela Assembleia da República".

Fonte oficial do ministério das Finanças disse à Lusa que “a verba consta do Orçamento do Estado e o ministério não colocou nem coloca qualquer oposição à disponibilização da verba orçamental que está afeta ao pagamento dos presidentes de Juntas de Freguesia”.

Por sua vez, a secretaria de Estado da Administração Local confirmou que as verbas ainda não foram pagas, argumentando que o valor "é manifestamente insuficiente para o pagamento de todos os elementos das Juntas de Freguesia abrangidos pelo regime de Permanência".

Numa nota enviada à Lusa, fonte oficial do gabinete liderado por José Junqueiro explica que, "notoriamente, os cálculos da oposição não foram corretos, o que coloca agora a Administração Local numa situação de injustiça. Ou paga a alguns presidentes de junta e não paga a outros, ou, enquanto não houver uma solução equitativa, não vai criar uma situação de injustiça entre pares".

Assim, o Governo pretende "aguardar que a Assembleia da Republica, a mesma que aprovou a verba de 5 milhões de euros, crie ou defina uma situação de rateio que permita o pagamento, integral ou parcial, dos presidentes de junta que exerçam o cargo em regime de permanência".

Para o presidente da ANAFRE, seria "muito bonito que os senhores ministros e os secretários de Estado e os diretores de serviço e os deputados estivessem sem receber ao oitavo mês do ano em curso".

"Seria agradável, para ver como é que as pessoas reagiam", acrescentou.

A proposta de pagamento aos eleitos para as juntas de freguesia foi incluída pela oposição parlamentar nos últimos dias de discussão e votação do Orçamento do Estado para este ano, e mereceu um aceso debate, tendo sido altamente criticada pelo ministro das Finanças.

Teixeira dos Santos, no encerramento do debate do Orçamento para 2010, classificou como “claramente populistas” as aprovações da transferência de 5 milhões para pagar aos eleitos das freguesias, considerando que essas verbas eram “money for the boys”.

Depois da utilização desta expressão pelo ministro das Finanças, o governante foi amplamente criticado por todos os partidos da oposição e pelos representantes dos autarcas.

O dinheiro para os eleitos das freguesias serve essencialmente para os partidos “ganharem simpatias regionais e autárquicas”, afirmou, em Março, Teixeira dos Santos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

8 comentários

  • ESTADO NOVO: Há uma diferença ENORME entre esse tempo e este...! Havia dignidade, respeito, sensatez, honradez e brio acompanhado de estrutura Moral...Até parece que SALAZAR morreu RICO ou deixou fortuna à família...? Ora poda-se...de tretas está o mundo das foices e martelos; CHEIO...!
    4ª. Classe Salazarista | 28.08.2010 | 10.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mas para que servem as juntas de freguesia?! Já não chega os gajos das câmaras a chular!?
    merda | 27.08.2010 | 23.43Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não se preocupem com isso.
    Essa gente sabe como o ir a buscar.
    A maioria já é reformado, ou trabalha para o estado.
    Não entendo porque a maioria dessa gente tem que receber.
    Só neste país.
    joao | 27.08.2010 | 22.14Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Será que o estado pelintra já nem cumpre a constituição?
    Luís Janeiro | 27.08.2010 | 20.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não tinham ordenado no tempo de salazar??e achas isso justo???Trabalhar de borla???porque não vais trabalhar de borla então???
    Não há almoços grátis pá | 27.08.2010 | 16.41Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não trocava esta secretária de estado em termos de serviço de proximidade aos fregueses, por nenhum presidente de junta! Gente séria, devotada, trabalhadors!"
    Guilherme Sequeira | 27.08.2010 | 15.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Estado NÃO! Os sacanas que o represemtam! Esses sim! Cambada de ferreiros a quererem tocar rabecão, dá nisto!
    Guilherme Sequeira | 27.08.2010 | 15.21Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • No tempo de Salazar, estes chulos não tinham ordenado.Agora, é só chular!
    merda | 27.08.2010 | 12.17Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE