PUBLICIDADE
Relatório da Transparência Internacional

Corrupção: Portugal na 32.ª posição entre 178 países

26 | 10 | 2010   09.32H

No relatório anual da organização não governamental, intitulado “Índice de Percepção da Corrupção (IPC) 2010”, Portugal mantém-se como um dos países da Europa Ocidental em pior posição do ranking anual sobre a percepção da corrupção, embora tenha melhorado ligeiramente em relação ao ano passado.

Leis "herméticas", um aparelho de Justiça que "não funciona" e resultados "nulos" no combate à corrupção são as razões apontadas pela TI para explicar a má posição de Portugal no ranking anual sobre percepção da corrupção.

Paulo Morais, da representação portuguesa da TI, disse à agência Lusa que "nos últimos anos Portugal piorou muito", afirmando que "o ovo da serpente está na legislação confusa e que gera ela própria corrupção".

Leis "invariavelmente herméticas e cheias de regras que ninguém compreende e excepções por forma a obedecer muitas vezes a este ou aquele grupo" e, "o pior de tudo", leis que atribuem "um ilimitado poder arbitrário a quem as administra" são as principais razões, defendeu.

Paulo Morais acrescentou que o aparelho da Justiça "não funciona" porque "não há uma actuação sistemática de combate à corrupção".

"Tem havido aqui e além alguns assomos de aparente vontade de combater" a corrupção, afirmou, salientando, no entanto, que tiveram "resultados praticamente nulos".

O responsável da TI em Portugal disse que "mesmo os organismos mais recentes têm sido praticamente nulos quando não, muitas vezes, contraproducentes".

Paulo Morais classificou o Conselho Português para a Prevenção da Corrupção como um "organismo governamentalizado" e a Comissão Parlamentar Contra a Corrupção como "uma inutilidade absoluta", com "resultados práticos praticamente nulos".

"Os próprios parlamentares mais relevantes nessa Comissão eram eles próprios muito ligados a grandes grupos empresariais, o que obviamente não ajuda no combate à corrupção", argumentou.

Segundo referiu, o relatório da Transparencia International foi elaborado por "um conjunto de sábios independentes", tem diversas fontes e corresponde em 60 por cento a visões externas sobre Portugal e em 40 por cento a opiniões manifestadas em Portugal.

"Obviamente, quando a percepção da corrupção ao longo dos anos indica que os valores da corrupção estão a aumentar e a qualidade da democracia por essa via está a diminuir, isso corresponde a um aumento real da corrupção", frisou.

A Transparência Internacional é uma organização não-governamental que tem como principal objetivo a luta contra a corrupção. Foi fundada em Março de 1993 e tem sede em Berlim. É conhecida pela produção anual de um relatório no qual se analisam os índices de percepção de corrupção dos países do mundo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: 123RF
Corrupção: Portugal na 32.ª posição entre 178 países | © 123RF

3 comentários

  • -SÓCRATES E DURÃO OS COVEIROS DA NAÇÃO----------------------------------PORTUGAL SERÁ TRANSFORMADO NA "AMÉRICA LATINA DA EUROPA"----------
    DEIXEM DE VOTAR EM TODOS OS ACTOS ELEITORAIS - OS MALEFÍCIOS DO VOTO DO POVO SÃO ENORMES------------------------------------------- -------------------------------------------------- ------
    SÓCRATES E DURÃO SÃO OS CULPADOS E O NÓ DA FORCA VAI PARA O PESCOÇO DO POVO.--------------------------------------------- -------------------------------------------------- -------------------------------------------------- ------------------------------------- CRISE EM PORTUGAL PROVOCADA E MANTIDA PELO PARTIDO ÚNICO :
    -P.S. C.D.S/P.P.D/ P.S.D--------------------------------------------- -------------------------------
    Os portugueses vivem muito acima das suas possibilidades uma vez que almoçam 7 dias por semana (de Segunda a Domingo) e exigem pão em cima da mesa!
    Ora na Somália vive-se com um almoço semanal e as crianças bebem água contaminada para não chegarem a dar muitas despesas aos pais e ao Governo dado que 90% destas morrem até à idade de 5 anos! Uma vez mortas logo iniciam uma poupança a 100% e por toda a restante eternidade!
    Teixeira dos Santos com o seu cabelo branco, parece um cão da Serra da Estrela que anda a «farejar» cêntimos nos bolsos dos pobres, desfavorecidos, desempregados e titulares de magras pensões de reforma! Os pobres pagam a crise e os banqueiros ficam isentos de mais impostos!
    Odeio o sistema político actualmente implantado de um partido único com duas siglas, a saber, P.S./P.P.D./P.S.D que há mais de 30 anos dividem entre si o saque aos trabalhadores! Não existe nenhum partido em Portugal sério e válido em todo o espectro político, da esquerda até à direita, motivo pelo qual o ora comentador apela aos futuros boicotes eleitorais a 100%, no sentido de acabar o poder político em Portugal e passarmos a um Estado Federado.
    A União Europeia tem de se tornar uma federação de estados. Os futuros “Estados Unidos da Europa” poderão tornar-se na nova superpotência mundial. Existirá um Governo único em Bruxelas e um Orçamento Comunitário para toda a futura federação. Os políticos portugueses terão de ir trabalhar para poderem viver! Actualmente são todos a 100% larvas parasitárias que sugam todo o Orçamento do Estado e deixam o país na banca rota!
    MIG | 26.10.2010 | 13.51Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Olhem...uma coisa que não existia há cinquenta anos... Será das mais amplas liberdades...ou já são como se uma fatalidade...nos caísse em cima e viesse para ficar?
    4ª. Classe Salazarista | 26.10.2010 | 11.31Hver comentário denunciado
  • Esta posição até é simpatica, porque basta analisar por exemplo a escravidão do ordenado minimo nacional para se perceber que o relação entre sector privado e os partidos PS/PSD é criminosamente proxima, luto todos os dias para uma sociedade cada vez mais justa, mas o que se passa é o contrario, porque o povo ou não vota, ou vota no sistema.
    Justiça | 26.10.2010 | 10.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE