Responsabilidade

Quase mil taxistas de Lisboa já receberam 'Táxi Seguro'

13 | 02 | 2008   10.41H

A cerimónia de conclusão do protocolo Táxi Seguro aconteceu ontem, nos Passos do Concelho da Câmara de Lisboa, e contou com a presença do ministro da Administração Interna, Dr. Rui Pereira, do presidente da Câmara, Dr. António Costa e do presidente da Vodafone em Portugal, Dr. António Carrapatoso.

Sistema inovador
O sistema Táxi Seguro tem sido aplicado aos táxis licenciados da cidade de Lisboa e tem como objectivo aumentar a segurança dos taxistas, frequentemente alvo de violência, através da prevenção e do aumento da eficácia da intervenção em caso de assalto ou agressão.

Este sistema, cuja instalação inclui acções de formação específica aos profissionais, consiste na instalação de equipamentos de GSM e GPS que permitem, às forças de segurança, localizaro veículo em tempo real e ter acesso ao som ambiente no seu interior. Desta forma, depois do taxista accionar o alarme, a polícia poderá agir atempadamente e com os meios mais adequados a cada situação.

Desde Julho de 2006 que os alarmes têm vindo a ser disponibilizados às forças de segurança na área metropolitana de Lisboa, processo que tem vindo igualmente a decorrer na área metropolitana do Porto desde De-zembro do mesmo ano.

Até ao momento, 880 viaturas da capital já receberam os equipamentos sendo o número de 350 no Porto, num total de 1230 viaturas equipadas. Cerca de 1570 profissionais já frequentaram as acções de formação.

Equipamento entregue
O sistema Táxi Seguro foi desenvolvido pela Fundação Vodafone Portugal, em parceria com o Ministério da Administração Interna e a Polícia de Segurança Pública.
Relativamente aos custos da instalação do equipamento e da formação necessária, a Fundação Vodafone suportou o valor equivalente ao equipamento de 200 taxis assim como o custo das acções de formação.

O restante foi comparticipado pelo ministério da tutela e Câmara Municipal de Lisboa. Quanto aos proprietários dos veículos, deverão pagar o equivalente a 40% dos custos, ou seja, 139 euros mais o IVA.

Madalena Raimond | destak@destak.pt
Foto: Destak
Destak | © Destak
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE