PUBLICIDADE
Carteira de Jornalista

Repórter investigado por alegadamente gerir portal de prostituição

11 | 11 | 2010   21.57H

A decisão foi tomada pelo secretariado da comissão, adiantou à agência Lusa o presidente da entidade, o juiz-desembargador Pedro Mourão.

O diário Correio da Manhã noticiou, em outubro, que Carlos Pinota foi constituído arguido por, alegadamente, gerir uma página na Internet com contactos de mulheres que oferecem serviços de prostituição.

O processo decorreu na sequência de uma operação da PSP que desmantelou uma rede de associação criminosa, favorecimento à prostituição e tráfico de droga.

Ao Diário de Notícias, o jornalista negou os crimes pelos quais é indiciado, por intermédio do seu advogado, afirmando que gere apenas um portal de classificados.

Compete à Comissão da Carteira Profissional de Jornalista "apreciar e deliberar, nomeadamente, sobre a suspensão ou o cancelamento de carteiras profissionais ou sobre quaisquer atos de negação de direitos ou expectativas, tendo em conta parecer fundamentado do secretariado".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: DR
Repórter investigado por alegadamente gerir portal de prostituição | © DR

6 comentários

  • Pornografia fazem os jornalistas portugueses todos os dias, e da mais lasciva, sórdida, porca! Santa HIPOCRISIA, credo! Essa cambada ordinária da Carteira Profissional que trate mas é de vêr quantos dos 'jornalistas' cumprem o código ético e deixe-se de se armar em Inquisição! Cambada de comunas!!
    JFK | 12.11.2010 | 14.58Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Proposta Talmúdica!
    POR QUEM SOIS | 12.11.2010 | 10.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não haja dúvidas de que a concorrência é feroz . . . !
    E o país é tão pequenino, tanto em tamanho como em mentalidades . . . !
    alexandre barreira | 12.11.2010 | 07.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O Carlos Pinota,presta um bom serviço á Nação.Promove encontros amorosos,contribuindo para a felicidade e o prazer das pessoas...Segundo consta,tem juizes,advogados,banqueiros,diplomatas,etc,na lista de consumidores dos seus "produtos".Faz-me confusão não ter nenhuma dama, como consumidora...É que elas também gostam de ter os seus prazeres, com gigolos....A seu tempo se saberá.
    a. vara | 12.11.2010 | 01.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Só uma pergunta:Porque os jornais Correiomanhã,Jornal Notícias,Diário Notícias etc não são arguidos se também poem anúncios de sexo nos seus jornais???
    Pedro | 12.11.2010 | 01.26Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Qual é o site dele??
    Zé | 12.11.2010 | 00.24Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE