PUBLICIDADE
Redes sociais

'Feitiço' da Ensitel vira-se contra o 'feiticeiro' nas redes sociais

28 | 12 | 2010   14.58H

A história remonta a Fevereiro de 2009, quando Maria João Nogueira, conhecida na blogosfera como Jonasnuts e responsável pelos blogs Sapo, escreveu no seu blogue um problema que teve com a empresa Ensitel, depois de ter recebido um telemóvel como prenda. 

A cliente explica com pormenor os problemas no telemóvel, os passos que deu junto da empresa Ensitel, as contradições entre funcionários e na política da empresa.

A história que começou há quase dois anos e que já tinha envolvido os tribunais, voltou a conhecer no final deste Dezembro novos contornos. A semana passada  a cliente recebeu uma citação pessoal por parte dos advogados da Ensitel para que apagasse os posts no seu blog, onde explicou a sua experiência como cliente. 

A Ensitel está agora a braços com uma crise de reputação online muito maior do que alguma vez poderia ter previsto. A sua página de Facebook está a ser alvo de centenas de mensagens de pessoas que souberam da situação e mostram o seu desagrado para com a empresa, colocam links para os posts do referido blog e explicam que nunca mais serão clientes. Muitas mensagens estão a ser apagadas pela empresa, de acordo com os relatos dos utilizadores.

O assunto tem sido amplamente divulgado em dezenas de blogues, muitos deles lidos por milhares de portugueses e as reacções na rede social Twitter foram de tal forma que "#Ensitel" foi a hashtag (o assunto) mais usada pelos portugueses ontem à noite. 

Um caso Streisand Effect

O assunto que vai agora a tribunal e desencadeou uma "onda" de solidariedade para com a cliente nas redes sociais é apontado como mais um caso de Streisand Effect. Esse fenómeno de Internet associado a um caso de 2003, que envolveu a cantora e actriz Barbara Streisand, diz respeito a um assunto que alguém procura evitar a todo o custo que seja divulgado online e que ganha o efeito perverso de ser muito mais divulgado do que poderia ter sido inicialmente.

O Destak tentou contactar a Ensitel sobre o assunto, mas a empresa diz que não está disponível nesta altura para prestar esclarecimentos e remete para mais tarde ou outro dia um comunicado ou resposta. JT

Ler o último post da saga "Ensitel" no blogue da cliente

Actualização 19h50:

Comunicado breve da Ensitel ao sucedido

Grupo do Facebook contra a atitude da Ensitel

Foto: DR
'Feitiço' da Ensitel vira-se contra o 'feiticeiro' nas redes sociais | © DR

12 comentários

  • Isso só mostra uma coisa,que a ENSITEL é uma empresa FRACA,basta alguém falar mal desta empresa que a ENSITEL treme por todos os lados porque sabem que a imagem deles fica muito afectada.Ao por o cliente em tribunal,o efeito ainda ficou MUITO PIOR,porque já toda a gente sabe que esta empresa é uma empresa de CACA.Daqui a 2 ou 3 anos muito provalvemente estarão em...FALÊNCIA
    Jorge | 29.12.2010 | 11.34H
  • Sinceramente,nem sabia que existia esta empresa.È a primeira vez que vejo este nome.Já agora,é uma empresa de que???
    anónimo | 29.12.2010 | 11.20H
  • Partilho a minha visão sobre o assunto aqui - ENSITEL é alvo de “BUZZ Negativo” na WEB, o que fazer? - http://mktmorais.com/?p=522 . A Ensitel está nas bocas do mundo, tem agora oportunidade para aproveitar este impacto e dar a volta. O grande mal da Ensitel tem sido a falta de capacidade de resposta, possivelmente procura resolver tudo judicialmente. O impacto real para a Ensitel é desconhecido mas, basta uma pesquisa no google para perceber que a imagem online está completamente abalada. Se isto vai ter impacto nas vendas, só o tempo o dirá mas, sinceramente, a ENsitel não me parece muito preocupada. Abraços
    PM
    Paulo Morais | 29.12.2010 | 10.29H
  • A Ensitel deu um tiro no pé, é sempre melhor as queixas ficarem dentro da empresa, TODAS as empresas tem queixas mas de saber gerir-las, sim meus amigos TODAS as empresas tem queixas se até Jesus Cristo tinha montanhas de gente contra ele, que fará o resto do pessoal ...
    Charles | 28.12.2010 | 22.13H
  • Então e as outras empresas que vendem telemóveis e tratam mal os clientes?
    Francisco | 28.12.2010 | 20.16H
  • Se este caso fosse no EUA,esta mulher já estava milionária por causa da indemnização.Mas como é em Portugal coitada,ainda vai ser processada pela empresa eheheh.Isso foi uma das razões que me levaram a EMIGRAR.Portugal 1 atraso de vida.
    João Tavares - Nova Iorque | 28.12.2010 | 20.02H
  • O tribunal não lhe deu razão? É preciso ler bem. O tribunal também não deu razão à empresa. Simplesmente os "safou" porque, diz o tribunal, ela podia ter recusado a recusa deles em aceitar o equipamento. Como é que ela poderia ter recusado é que não explica. Poderia ter levado uma arma e os ter ameaçado, ou chamado a polícia (que se iam rir na cara dela e ir embora). Mas este 2.º capitulo não tem a ver com a essa decisão, é mais do que isso. Este é um daqueles casos onde a empresa faz tudo o que uma empresa não deve fazer a um cliente que até tem boa fé!! Força Maria João.
    Carlos Andrade | 28.12.2010 | 19.41H
  • Leiam o blog, e tirem as conclusões que quiserem sobre a "mulher".
    Miller Status | 28.12.2010 | 19.22H
  • Queria fazer uma queixa de uma loja de artigos electrónicos do centro comercial colombo pelo péssimo serviço que me prestou mas nem vou fazer porque afinal fecharam a loja,foram a falencia,porque sera adivinhem???Portanto como não bato em mortos
    Rui | 28.12.2010 | 18.56H
  • Que engraçado,se as empresas soubessem que existem um website para fazer queixa das empresas muita gente ia para tribunal http://queixas.co.pt/
    Consumidor enganado | 28.12.2010 | 18.37H
  • Tipicamente Português...
    Veja-se a "revolução" que surgiu nas redes sociais em relação a uma situação individual entre uma consumidora e a ENSITEL (não querendo tomar partidos nem dizer que a Srª Maria João Nogueira não tenha razão), quando à pouco tempo atrás relativamente a um assunto referente a todo o País (Orçamento de Estado) não se viu tanta solidariedade com os que tentavam defender o Povo Português, contra cortes em rendimentos e aumentos da despesa do consumidor...
    Se forem pesquisar melhor, verão que esta situação já sucedeu em praticamente todas as Lojas do País (de qualquer entidade), mas apenas se centram na ENSITEL porque foi o nome que surgiu nos vossos Perfis Twitter e Facebook.
    Esta "Revolução" deveria ser "lançada" aos responsáveis pela criação das Leis, pois tal como a Srª Maria João Nogueira refere no seu Blog, o próprio Tribunal não lhe deu razão, pelo que se trata de mais um problema de leis mal elaboradas e que ao invés de nos protegerem como consumidores, acabam por nos prejudicar...
    Hélio | 28.12.2010 | 17.46H
  • O que essas grandes sociedades de advogados e grandes empresas merecem é isto mesmo, enxovalho e humilhação online. A percentagem de maus magistrados que temos também o merece. O melhor possível para a autora do blog.
    Joel Ferreira | 28.12.2010 | 16.57H
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE