PUBLICIDADE
Tunísia

Exército tunisino toma palácio presidencial de assalto

16 | 01 | 2011   20.30H

Um habitante dos subúrbios de Cartago disse ter ouvido uma "troca de tiros" nas proximidades e acrescentou que o exército estabeleceu um perímetro de segurança em torno do palácio presidencial.

Segundo a televisão pública, os polícias que se encontravam no recinto da escola de Altos Estudos comerciais (HEC), perto do palácio presidencial, chamaram o exército para os socorrer dizendo que estavam debaixo de fogo.

Depois de quase um mês de protestos e de confrontos entre manifestantes e forças de segurança, o presidente da Tunísia, Zine El Abidine Ben Ali, abandonou o país na sexta-feira, após 23 anos no poder.

A Tunísia mergulhou no caos em meados de dezembro, quando milhares de pessoas saíram à rua em protesto contra a política económica do Governo e foram reprimidas de forma violenta, causando vários mortos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Bem ali é mesmo um PREC... Por cá foi só fumaça... Tal deve-se a Homens destemidos; Pires Veloso; Jaime Neves; Ramalho Eanes, Salgueiro Maia, Melo Antunes e muitos outros que considero mas a memoria já não ajuda a lembrá-los... Claro que todo um Povo a apoiar...Destemido e pronto a não se deixar dominar por uma ditadira (comunista) Mil vezes pior que a de Salazar...
    PQP | 17.01.2011 | 02.40Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • MAIS UM PREC...
    ZÈ DESTRO | 16.01.2011 | 20.58Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE