Comboios

Acidentes diminuíram nas passagens de nível em 2010

21 | 01 | 2011   16.02H

Os dados foram avançados hoje à Agência Lusa pela REFER, no balanço de 2010, que dá conta da ocorrência de 29 colisões e nove colhidas de peões, que resultaram em 11 mortos, três feridos graves e quatro ligeiros.

A empresa realça que “a política de supressão e melhoria das condições de segurança nas passagens de nível tem contribuído para a redução continuada da sinistralidade”.

Em uma década, o número de passagens de nível nas linhas de comboio caiu para menos de metade, passando de 2494, em 1999, para 1107, em 2010.

A REFER regista, contudo, que “as colhidas são as responsáveis pelo maior número de mortos e que uma parte muito significativa dos acidentes - 45 por cento - ocorre em passagens de nível automatizadas ou guardadas, pelo que as campanhas de sensibilização serão cada vez mais importantes”

O número de acidentes desceu de 154, em 1999, para 38, em 2010, menos onze que os 49 registados em 2009.

De acordo com os dados da REFER, durante o ano de 2010, “foram executadas 107 ações, entre as 53 supressões e 54 reclassificações e, destas, 94 foram realizadas pela REFER e as restantes 13 por entidades externas”, em parceria com a empresa.

O investimento total para a sua concretização foi de cerca de 29,4 milhões de euros, dos quais 25,7 milhões de euros foram suportados pela REFER, adianta a empresa no relatório de balanço do último ano.

Das 1107 passagens de nível existentes, 464, que correspondem a quase 42 por cento, encontram-se dotadas de equipamento de proteção ativa, ou seja automatização ou guarnecimento.

A empresa perspetiva investir mais 20 milhões de euros em 2011, para acabar com mais 38 passagens de nível e requalificar 51, num total de 89 ações que constam do Plano de Supressão e Reclassificação de Passagens de Nível.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: 123RF
Acidentes diminuíram nas passagens de nível em 2010 | © 123RF

1 comentário

  • Já se viaja nas estradas aí uns trinta por cento menos...A partir de Fevereiro presume que vá para cima dos 40%
    Piu Piu | 22.01.2011 | 07.55Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE