PUBLICIDADE
PEC

Assis: posição do PSD face às novas medidas coloca em causa estabilidade política

13 | 03 | 2011   18.36H

O líder parlamentar do PS, Francisco Assis, admitiu hoje em Aveiro que a estabilidade política em Portugal "está posta em causa", devido à posição assumida pelo PSD face ao novo Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Destak/Lusa | destak@destak.pt

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, já afirmou que o seu partido "não vai discutir nem negociar as medidas de um novo PEC", que foram apresentadas na passada sexta-feira.

Face à posição do PSD, Francisco Assis diz que, neste momento, "a estabilidade política em Portugal está posta em causa", adiantando que "há um novo quadro político-parlamentar que exige uma grande reflexão por parte do PS".

"O PS tem de avaliar com rigor e com objetividade esta nova situação política. O Governo, o grupo parlamentar e os órgãos do partido têm que, nos próximos dias, ponderar seriamente esta nova situação criada na vida política portuguesa", explicou.

Assis não quis falar sobre qual será a reação do seu partido, adiantando que "a iniciativa a levar a cabo é assunto que resultará de uma reflexão e ponderação que terão que ser feitas no âmbito das estruturas dirigentes do PS".

O presidente do Grupo Parlamentar do PS não quis também antecipar um cenário de eleições antecipadas, defendendo que todos ainda devem "fazer um esforço para evitar um cenário de crise política em Portugal".

"Não creio que a crise política resolvesse os problemas com que estamos confrontados, mas é obvio que estamos perante uma realidade nova que tem que ser devidamente ponderada", afirmou.

Sobre as novas medidas de austeridade anunciadas, Assis limitou-se a dizer que "são necessárias e contribuíram para que na cimeira [da zona euro] se tomassem decisões que vão de encontro às pretensões do Estado português".

"Não tenho a menor das dúvidas que estas medidas com estas características, ou com outras aproximadas, teriam de ser apresentadas nestas circunstâncias", concluiu.

O líder parlamentar socialista falava aos jornalistas em Aveiro, onde apresentou a moção de orientação política que José Sócrates leva ao próximo congresso do PS.

Saiba mais sobre:
Foto: Nuno Veiga/Lusa
Assis: posição do PSD face às novas medidas coloca em causa estabilidade política | © Nuno Veiga/Lusa

11 comentários

  • mAS QUAL ESTABILIDADE POLITICA?iSTO ESTÁ A PRECISAR DE INSTABILIDADE MAS BASTANTE FORTE,NÃO VAI LÁ COM CONVERSAS.aBAIXO O GOVERNO.
    LHOLHO | 14.03.2011 | 16.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Este pastor está a pedir para ir a Felgueiras, e depois aparece com tromba de mártir, mas digasse em abono da verdade até lhe fica muito bem.
    Fernando | 14.03.2011 | 13.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os cidadãos de Paços de Ferreira parecem resolver com mais eficiência as coisas que os "chimgam"...
    KKK | 14.03.2011 | 11.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • PEC`s e mais PEC`s não resolve os problemas do País, estão sempre a "sacar" aos mesmos, e não aos outos que deviam contribuir e não pagam em proporção ao rendimento obtido. Este PS e o PSD tornaram-se os "cangalheiros" do regime saído do 25 de Novembro de 1975.
    tonel1956 | 14.03.2011 | 11.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O PS é que há já vários anos anda a pôr em cheque a estabilidade do país. Eu receio muito que esta ditadura acabe num conflito como o da Líbia. O PS tudo faz nesse sentido! Sou obrigado a dizer: Pobre Santana Lopes,não chegou a aquecer o Lugar, foi logo posto na rua, embora fosse apoiado por maioria no Parlamento, para dar lugar a este fraudulentos, que sonharam em alta velocidade, em vez de ter partido há muito em alta velocidade.
    A-Normal | 14.03.2011 | 11.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Quem não obedece ao srs quero posso e mando é desertor, disse um ministro sobre o novo PEC. Se os deputados do PS e os membros do governo não tiveram conhecimento do novo PEC levado a Bruxelas for verdade, só tem que se dimitir , visto serem zero a esquerda.
    Atento | 14.03.2011 | 09.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Este GAJO é um CANGACEIRO.
    lampião | 14.03.2011 | 00.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Assis que prometia ser uma alternativa dentro do PS é hoje um dos mais odiados. Assis tornou-se uma marioneta de Sócrates.
    Milhazes | 13.03.2011 | 20.57Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • PSD ?... PS?... Vivo num país triste, onde a maior parte dos eleitores, pelo menos enquanto não fizermos mais e melhor para romper a barreira de silêncio e desinformação que impede a mensagem de chegar ao destino, vota repetidamente em partidos e políticos que, no dia seguinte ao voto, os enganam, os traem, os roubam; eleitores que, quando decidem “mudar”, votam nos “outros” que, em eleições anteriores, já os tinham enganado, traído e roubado. Vivo num país triste, onde o Presidente da República em vez de cumprir e, sobretudo, fazer cumprir a Constituição que jurou, patrocina e aplaude as políticas destes políticos... que são as suas; que vive atascado nas estórias dos amigos e colaboradores de que desde há décadas se fez rodear no Governo, na Presidência... e até na casa de férias; um triste arremedo de Presidente, de gatas perante os interesses estrangeiros e o capital sem pátria, aos quais optou por prestar vassalagem.
    fora com os compadres | 13.03.2011 | 20.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Caro JOÃO . . . !
    O problema principal . . . !
    São as . . . !
    "MALGUINHAS" . . . !
    alexandre barreira | 13.03.2011 | 18.51Hver comentário denunciado
  • Olhem este!
    Estabilidade politica.
    Mas que estabilidade fala!
    O PS não é governo e o PSD não é oposição?
    Afinal de que estabilidade fala este?
    Que governe e se deixe destas.
    joao | 13.03.2011 | 18.40Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE