PUBLICIDADE
Migrações

Imigrantes vão ser problema que Europa terá de resolver e solução está em países como Portugal

27 | 04 | 2011   21.00H

Os imigrantes vão ser, a longo prazo, o problema da Europa, com a Turquia no centro da questão. A solução virá dos países do sul, nomeadamente de Portugal, país “exemplar” em matéria de políticas de integração.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

As considerações saíram da mesa redonda no âmbito da apresentação do estudo MIPEX III, que decorreu durante a tarde de hoje, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, onde vários especialistas analisaram a problemática das migrações no contexto atual.

O MIPEX, liderado pelo "Migration Policy Group" e pelo "British Council" e do qual a Fundação Calouste Gulbenkian é parceira em Portugal, avalia e compara, desde 2004, as políticas de imigração vigentes em 31 países (os 27 Estados-membros da União Europeia e a Noruega, a Suíça, o Canadá e os Estados Unidos da América), através de 148 indicadores.

O coordenador científico do Observatório da Imigração, Roberto Carneiro, considerou que o “problema da Europa, a longo prazo, está nos imigrantes” e lembrou o repto lançado recentemente pelo Governo de Nicolas Sarkozy sobre o que é ser francês, o crescimento dos partidos de extrema-direita nos países do norte da Europa ou as propostas de França e de Itália para alterar o espaço Schengen.

“Isto não pode acontecer e Portugal tem de manter consenso mínimo sobre as migrações e evitar fazer discussões sobre como esta que está a haver em França”, defendeu.

A alta comissária para a Imigração e Diálogo Intercultural, Rosário Farmhouse, também foi da opinião que é preciso “manter o consenso político para ser possível ir contra os ventos da Europa” e o coordenador da Plataforma das Estruturas Representativas das Comunidades de Imigrantes em Portugal (PERCIP), Paulo Mendes, apontou que o “perigo é real”.

“A imigração deve fazer parte da coesão social e a responsabilidade é de quem tem poder de decisão”, defendeu Paulo Mendes.

O deputado do Parlamento Europeu António Correia de Campos salientou que a Turquia vai ser o “elemento chave” e a questão vai estar centrada em como a Europa vai resolver esse problema.

“A solução está no sul da Europa e nós temos imensas responsabilidades pela nossa capacidade de entendimento e não só para a agenda da coesão social, mas também na agenda da inovação e da criatividade”, defendeu Roberto Carneiro.

Acrescentou que a Europa precisa de ultrapassar esta “contradição” porque precisa de imigrantes e porque todos os cidadãos europeus são “migrantes e migráveis”.

5 comentários

  • Sou Português, Lisboeta, alfacinha de gema, e a unica vez que emigrei, foi para a Guiné Bissau, para cumprir serviço militar.
    Porem, se o Português sempre emigrou, procurando refugio e vida melhor noutros, países e continentes, qual será a razão para que não possam os outros povos fazer o mesmo. A culpa não está nos emigrantes, está sim no sistema, que os obriga a deixar a familia e a terra que os viu nascer. A culpa está no sistema que criou fronteiras, e na xenofobia que a todos nós afronta e repugna. Porque este mundo é um barco, que navega pelo universo, e estamos todos dentro dele, seja qual for a cor da pele, somente podemos sair dele se formos astronautas, mas mesmo assim temos de regressar. Ao menos no céu não há muros, e os pássaros não riscam fronteiras, nem põem vidros partidos nas nuvens.
    Alberto Sousa | 28.04.2011 | 14.30Hver comentário denunciado
  • SE EUROPA NAO QUER IMIGRANTES, ENTAO PARA DE INVADIR OUTROS CONTINETES, CADA PAIS RESOLVES SUAS QUESTÕES POLITICAS SOZINHA...EUA EUROPA INVADE OUTROS PAISES,MATAM, ESTRUPA, FAZ COM Q MILHOES DE FAMILIAS, FICAM SEM RUMO NO SEU PROPRIO PAIS, E AGORA VEM COM ESSE DISCURSO DE HIPOCRETAS, NOJENTOS, DE QUE IMIGRAÇAO TEM Q SER REVISTA NA EUROPA, VAO PARA INFERNO!!!! SEUS DITADORES E ORDINARIOS!!!!!
    SO VCS NAO INVADIR OUTROS CONTINETES | 28.04.2011 | 09.34Hver comentário denunciado
  • Até já estou a ver o "filme" . . . !
    Recebam todos os "coitadinhos" . . . !
    Que nós perdoamos . . . !
    A dívida . . . !
    Não haja dúvidas . . . !
    Somos e seremos . . . !
    O caixote de lixo . . . !
    Da europa . . . !
    alexandre barreira | 28.04.2011 | 07.00Hver comentário denunciado
  • se percebi bem, Portugal deve receber muitos imigrantes... mas pergunto, que vem eles fazer para Portugal??????? não há emprego nem para os de cá qunto mais para outros!!!!! nao há dinheiro,nao ´há iniciativa, educação, valores, a unica coisa a esperar é a guerra....
    Nuno Ellermann | 28.04.2011 | 02.38Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ah tá! portugal exemplar, todo brasileiro é ladrão e toda brasileira é puta, todo ucraniano é mafioso todo preto é sujo e por aí vai, exemplo de povo racista e intolerante isso sim
    xitoro | 27.04.2011 | 23.31Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE