PUBLICIDADE
125 anos

1º anúncio da Coca-Cola em Portugal foi criado por Fernando Pessoa

07 | 05 | 2011   14.09H
O primeiro anúncio da Coca-Cola em Portugal, mais de 40 anos após o seu lançamento nos EUA, foi criado pelo poeta Fernando Pessoa, mas acabou por ficar apenas no papel por razões políticas.
Destak/Lusa | destak@destak.pt

"Primeiro estranha-se, depois entranha-se" foi o slogan escolhido por Pessoa, contou à agência Lusa o diretor de relações externas da Coca-Cola Portugal, Tiago Lima, por ocasião dos 125 anos da criação da bebida gaseificada em Atlanta, EUA, que se comemora no domingo.

“Numa tentativa de alargar o mercado da Coca-Cola a Portugal, a marca encomendou em 1929 uma campanha publicitária à agência Hora, onde o poeta Fernando Pessoa trabalhava”, disse.

O slogan “transmitia bem não só a sensação que a bebida criava, mas também o génio do poeta já naquela época”, considerou Tiago Lima.

No entanto, “a Coca-Cola acabou por não entrar em Portugal nesse ano por razões políticas” e o slogan “acabou por ficar apenas no papel”.

A bebida acabou por entrar em Portugal apenas depois do 25 de Abril: A 04 de julho de 1977 a Coca-Cola foi vendida pela primeira vez na Baixa Lisboeta numa garrafa de vidro de 0,2 litros, “um local óbvio pelo mercado de restaurantes e pastelarias e onde era fácil distribuir a bebida”.

Apesar da entrada “tardia” no mercado português, “já havia muito conhecimento do que era a Coca-Cola”. Afinal, a bebida já era vendida em Espanha desde os anos 1950.

“As pessoas iam a Badajoz [na fronteira com Espanha] para beber uma Coca-Cola ou mesmo uma Fanta e, por isso, muita gente já conhecia a marca e os seus produtos”, descreveu o responsável da marca em Portugal.

Tiago Lima lembrou que “paradoxalmente a Coca-Cola estava presente nas colónias portuguesas, em Moçambique e Angola. Quando as pessoas voltaram a Portugal a seguir ao 25 de abril muitas já tinham contactado com a bebida”.

A comercialização da Coca-Cola nas colónias portuguesas está associada à sua venda na África do Sul, um “mercado importante” e que “pode ter exercido influência em Moçambique e Angola”.

Desde o seu primeiro contacto com Fernando Pessoa, a Coca-Cola esteve “sempre ligada a grandes personalidades portuguesas do século XX: os futebolistas Luís Figo e Eusébio ou a fadista Amália foram caras da marca.

Além disso, a Coca-Cola patrocinou vários eventos nacionais, como a Expo 1998, criando uma exposição de garrafas da bebida decoradas com motivos de vários países.

Hoje a garrafa portuguesa, pintada à mão imitando azulejos com marcas e personalidades portuguesas, está na entrada principal do museu da Coca-Cola (World Of Coca-Cola), em Atlanta, nos EUA.

Foi nesta mesma cidade que foi servida, a 08 de maio de 1886, pela primeira vez, na farmácia Jacob’s, o xarope concebido por John S. Pemberton, bebida que mais tarde teria o nome de Coca-Cola.

Há 125 anos, Pemberton vendia nove copos de Coca-Cola por dia. Hoje a marca vende mais de 1,7 mil milhões de bebidas diariamente. Cerca de 200 mil litros por ano em Portugal.

Saiba mais sobre:
Foto: DR
1º anúncio da Coca-Cola em Portugal foi criado por Fernando Pessoa | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE