PUBLICIDADE
Eleições

Passos Coelho pede “maioria clara” para PSD

09 | 05 | 2011   10.34H

O presidente do PSD pediu domingo à noite uma “maioria clara” nas legislativas de 05 de junho e acusou o PS de “não ter vergonha de fazer demagogia” ao afirmar que o seu partido pretende acabar com a escola pública.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

No discurso durante um jantar em Guimarães, Pedro Passos Coelho afirmou que “hoje"(domingo), dia em que o PSD apresentou o seu programa eleitoral, começou a campanha eleitoral.

“Começamos esta campanha eleitoral com o pé direito. A seguir ao jantar de aniversário dos 37 anos do PSD é este jantar que marca o arranque para a campanha e para a libertação do país”, disse.

Perante mais de 1.000 apoiantes, p líder social-democrata pediu uma “maioria clara” e independente.

“Queremos ir para o Governo para que valha a pena governar Portugal. Mas para isso temos que ter uma maioria clara”, afirmou, esclarecendo depois: “Esta maioria não pode ficar dependente de nenhum pau-de-cabeleira, tem que ser conquistada pelo nosso mérito”.

Aliás, sobre possíveis entendimentos pós-eleitorais, o líder do PSD clarificou, “para que não haja dúvidas”, que o eleitor que votar no PSD “não se arrisca à surpresa de no dia seguinte acordar com um governo do PS”.

Passos Coelho questionou se o PS “não tem vergonha de fazer demagogia barata” ao defender em conferências a escola e o hospital público “em função do mito que alguém quer acabar com a escola pública”, sendo esse “alguém” o PSD.

“Será que não têm vergonha de fazer esta demagogia barata de ameaçar as pessoas com o medo, ao mesmo tempo que se prepararam para inaugurar um hospital em Parceria Público Privada, onde os privados vão mandar na saúde pública”, questionou.

O presidente do PSD, que esta noite foi apresentado no jantar como o “futuro primeiro-ministro de Portugal” explicou ainda que o “principal problema” com que o país se depara é o da “liderança” e que “só há uma entidade que o pode resolver: o povo português quando votar nas próximas eleições”.

Segundo o líder social-democrata, o Governo de José Sócrates “não tem perdão”.

Isto porque, explicou, “teve todas as condições para evitar que Portugal chegasse onde chegou. Não teve nenhum Orçamento de Estado chumbado, nenhum Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) chumbado, excepto o PEC 4, nunca apresentou uma medida relevante que não tivesse tido acolhimento no Parlamento”.

Para Passos Coelho, o Governo não se devia queixar do PSD mas sim “da sua irresponsabilidade e falta de visão”.

Saiba mais sobre:
Foto: José Sena Goulão/Lusa
Passos Coelho pede “maioria clara” para PSD | © José Sena Goulão/Lusa

7 comentários

  • Ó Coelho, vai levar na bilha.
    anticristo | 09.05.2011 | 16.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Até os banqueiros são contra a privatização da CGD ... O PSD, por intermedio do Catroga, quer entregar a CGD e os Hospitais aos Melos para que esse Catroga trabalha!
    O País está arruinado por causa destes Catrogas que deram tudo o que dava lucro aos privados e deixaram o Estado sem receitas!
    o Catroga trabalha e é pago pelos Melos para roubar os portugueses!
    o Catroga trabalha e é pago pelos Melos para roubar os portugueses! | 09.05.2011 | 15.42Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O PSD já esteve mais de 20 anos no governo... Basta ver os ladrões do PSD que estão em tribunal e os que andam fugidos.
    Não lhes chega terem assaltado bancos, BPN e BPP... não lhes chega terem-nos roubado a Ponte Salazar/25 de Abril através da LUSOPONTE, ponte que já estava paga, era nossa... não lhes bastou terem roubado a EDP, GALP, PT, etc... e já falam em nos roubar a Caixa Geral de Depósitos.... Não lhes bastou a casa de férias e os vizinhos da casa de férias do PR...????????
    Este porco deste Passos Coelho deve pensar que os portugueses são estúpidos. Aliás, ele nem sequer pensa, ele limita-se a ser porta-voz dos tubarões do PSD que nos andam a roubar desde o 25 de Abril.
    O PSD é um partido de gangsters. Deviam ser todos presos, julgados e condenados.
    Estes traidores empurraram-nos para as mãos do FMI..
    O Psd é um partido mafioso, é o partido do crime organizado! | 09.05.2011 | 15.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ahahahahahahahahahah maioria absoluta, tu nem vais ganhar quanto mais maioria, vai mes é roer cenouras oh coelho
    INES | 09.05.2011 | 14.59Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A sorte deste "artista" . . . !
    É que o CDS-PP . . . !
    Vai juntar . . . !
    As "malguinhas" . . . !
    E resumindo e concluindo . . . !
    O povo é . . . !
    Quem mais ordena . . . !
    Ou seja . . . !
    Têm sempre . . . !
    Aquilo que merecem . . . ! ! ! ! !
    alexandre barreira | 09.05.2011 | 13.55Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • depois de dizer que aumenta o IVA e tira os feriados vai ter a maioria vai eheheeh pensa que o povinho vai em cantigas?
    eu | 09.05.2011 | 12.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Sim, sim, desta vez vai ser tudo muito CLARO para todos os políticos, e não só para o PSD, lol.
    CLARO, CLARO! | 09.05.2011 | 11.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE