PUBLICIDADE
PS

Assis diz que não será líder parlamentar enquanto estiver a disputar o cargo de secretário-geral

08 | 06 | 2011   20.37H

O candidato à liderança do PS Francisco Assis afirmou hoje que não será líder parlamentar na abertura da nova legislatura, durante o período em que estiver a disputar a corrida ao cargo de secretário-geral dos socialistas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

Francisco Assis falava em conferência de imprensa na sede nacional do PS, depois de anunciar a sua candidatura ao cargo de secretário-geral dos socialistas, cujas eleições se realizam a 22 e 23 de Julho.

Interrogado se permanecerá como líder parlamentar no período de transição de liderança no PS, Francisco Assis afastou em absoluto essa hipótese.

“Entendo que, sendo eu candidato a líder do partido, entendo que não devo permanecer como presidente do Grupo Parlamentar. Como tal, mal a Assembleia da República entre em funcionamento, será eleito com certeza (ainda que interinamente) um novo líder parlamentar”, declarou.

Questionado sobre a forma como o presidente da Câmara de Lisboa tenciona envolver-se na sua candidatura à liderança do PS, Francisco Assis referiu que António Costa já lhe transmitiu o apoio pessoal.

“Encontraremos a melhor forma de ele participar activamente neste processo. Aliás, é um apoio que me honra e que dignifica a minha candidatura, sabendo-se a enorme estima que tenho por António Costa, estima também partilhada por grande parte dos socialistas”, disse.

Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE