PUBLICIDADE
Egipto

Militares querem transferir poder para civis "o mais rápido possível"

26 | 06 | 2011   20.39H

Os militares que governam o Egipto desde a demissão de Hosni Mubarak querem transferir o poder para um governo civil "o mais rápido possível", disse hoje o líder da junta a dois senadores norte-americanos em visita ao país.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

O marechal Hussein Tantaoui, que dirige o Conselho Supremo das Forças Armadas, "reafirmou o seu compromisso absoluto para com uma transição para um governo civil o mais rápido que for possível depois de se realizarem eleições", afirmou em conferência de imprensa o senador republicano John McCain.

"Penso que eles (os militares) querem muito deixar de governar e voltar ao que faziam. Querem que um governo civil assuma as responsabilidades", disse também o senador democrata John Kerry.

O Conselho Supremo das Forças Armadas, que governa o Egipto desde a demissão de Hosni Mubarak, a 11 de Fevereiro, já prometeu várias vezes transferir o poder para os civis depois de eleições. As legislativas estão previstas para Setembro e as presidenciais para dois meses depois.

McCain e Kerry, que falavam à imprensa depois de uma reunião com Tantaoui, disseram ter-lhe "recomendado" que autorize a presença de observadores internacionais nas eleições.

Segundo McCain, Tantaoui assegurou que a questão vai ser "estudada com atenção" quando chegar a altura, mas não se comprometeu.

Os dois senadores estão no Cairo à frente de uma delegação de empresários norte-americanos.

"O êxito ou o fracasso da revolução nesta parte do mundo árabe está diretamente ligado à capacidade de trazer investimentos e dar emprego ao povo egípcio", disse McCain na mesma conferência de imprensa.

Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE