PUBLICIDADE
EDITORIAL

O que vai na cabeça de um assassino

26 | 07 | 2011   19.51H
Isabel Stilwell | editorial@destak.pt

O manifesto de 1526 páginas escrito pelo responsável pelo massacre na Noruega é um documento fundamental para compreender um bocadinho melhor o que vai na cabeça destes assassinos. Com o cinematográfico nome de «2083: A Declaração de Independência da Europa», deixa claro que estes fenómenos não resultam de um súbito surto patológico, em que alguém acorda de manhã vítima de um delírio, mas acontece depois de um longo tempo de maturação e planeamento. Deixa evidente, também, que não estamos perante alguém que ouve vozes e decide agir sob as suas ordens, sem consciência do que faz, mas de uma pessoa que é capaz de explicar a sua «ideologia» e os seus métodos através de um discurso estruturado – não é, decididamente, um caso de insucesso escolar. Ficam de fora, igualmente, as explicações simplistas, do estilo ‘ai viu muita violência na televisão’ ou ‘isso é dos jogos virtuais’. Fala neles, é certo, mas a novidade é que os cita não como utilizador, mas sobretudo como álibi. Diz, a certa altura, «apresente um projecto credível/álibi aos amigos, colegas e família que justifique o seu novo padrão de vida. Diga-lhes que começou a jogar World of Warcraf ou qualquer outro MMO online e quer concentrar-se nele durante o próximo mês/ano». Como analisa Evan Narcisse, especialista em novas tecnologias, na Time Online, o que se depreende disto não é que os 12 milhões de pessoas que jogam WoW são potenciais assassinos de massas, mas que os terroristas do século XXI utilizam a linguagem do século XXI. A explicação do seu gesto terá de ser muito mais profunda, no âmago daquilo que nos aproxima (ou afasta) da humanidade.

© Destak

36 comentários

  • Sou assassino profissional ha cerca de 30 anos. Tenho carteira profissional e sou sindicalizado.
    Comecei cedo, matando os meus pais e os vizinhos. Depois fui-me divertindo, matando aqui e acolá conforme me dava na gana.
    Sobre o que vai na minha cabeça, ora deixa cá ver... além de alguns piolhos e caspa, não tou a ver assim mais nada.
    Abilio o assassino de famalicao | 29.07.2011 | 19.24Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Carlos...
    Não invente, homem.
    Isso é dos filmes.
    Outro...
    PEDRO B | 29.07.2011 | 12.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Isto quer dizer que e o FIM DE UM CICLO... o do homem branco, que já atingiu o seu apogeu sobre a terra ( Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Alemanha, Estados Unidos) e está agora a caminho da decadência ( Hitler, Mussolin, Stalin, Salazar, Franco, Pinochet, Sumoza, Vilela, Busch, etc, etc). Já houve outros ciclos que terminaram e ainda não se reergueram: 1.º Ciclo - Homem amarelo; 2.º Ciclo Homem negro; 3.º Ciclo Homem vermelho e o 4.º Ciclo Homem branco.
    Estamos a voltar ao princípio ao Ciclo do Homem amarelo (China), tenho ou tenho razao?...
    Carlos Pinto | 29.07.2011 | 11.20Hver comentário denunciado
  • Daquilo que temos observado ao longo dos tempos, dá-me a curiosa sensação de que poder e corrupção andam sempre de mãos dadas. Por outras palavras: o poder corrompe. Por outras palavras ainda, quando uma qualquer oposição recheada de boa intenções, se apanha no poleiro, inevitavelmente depara-se com premissas para as quais não tinha enquadramento na sua cabecinha e com as quais passa a lidar. Normalmente, o que se verifica? Uma reviravolta. Baralha e torna a dar. Mudam as moscas mas "aquilo" que todos sabemos, fica na mesma. Mudam as moscas e passam também elas a provar do mesmo tacho. É inevitável. O facto de sermos "humanos", nada tem a ver com santidade ou inocência, mas antes precisamente o contrário: o ser humano é competitivo e agressivo por natureza. mesquinho. Nós é que definimos a pretensão de que a palavra "humano" designa algo de bom. É falso e um lamentável equívoco. O ser humano (raça na qual evidentemente me incluo), é apenas a pior coisinha sobre a Terra, ou não fosse estarmos a dar progressivamente cabo de ós próprios. com meia dúzuia de "iliminados" à cabeça e com o resto a assistir placidamente ou a esbracejar inultilmente. E tirando muito raras excepções, passada a juventude rebelde, fase bonita e algo ingénua da vida, aburguesamo-nos todos, deixamos crescer a barriga e dedicamo-nos a ver a bola do sofá.
    Fazer o quê? Pensamos... Lutar e gastarmo-nos para quê? Nada vai mudar até à hecatombe final. Basta ler e ver o estado do planeta. Alguém acredita que o que quer que seja vá mudar? Quando se tomarem decisões por não haver já para onde fugir, será tarde.E não se trata de ser profeta da desgraça... é ver a evolução humana.
    Rien a faire, rien a dire.
    PEDRO B | 28.07.2011 | 15.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Meu caro SÃO TODOS SANTOS, em meia duzia de linhas, puseste a nu, toda a hipócrisia deste planeta. Mas reflectindo, será com estas cruzadas, que o mundo se vai alterar, e que os maus da fita iram passar a ser bons samaritanos? Será que não há inocentes ao cimo da terra e debaixo do sol? Tambem serás culpado de teres nascido, e de teres encontrado no teu país uns gajos que te esfolam até á medula? O unico que não é inocente é o metal sonante, aquilo com que se compram os melões e adormece as consciencias. Acabar com esse esterco é que seria uma guerra santa. e a melhor cruzada feita pelo ser que se diz humano.
    Alberto Sousa | 28.07.2011 | 14.28Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Eu não li , nem estou interessado em ler.
    Mas falando de assassinos, muito haveria para dizer sobre tal CLASSE! Na minha modesta opinião, este "CORAJOSO", só pecou por matar inocentes! Contudo, estes inocentes, pelos visto, já se andavam a preparar para serem futuros elementos de... para no futuro serem chulos de outros homens e mulheres! Eu, até , já nem sei se devo ter pena! PORRA, de sorte, o planeta em que vivemos! Este "...", se tem ido ao PARLAMENTO EUROPEU e feito coisa semelhante ao que fez, ficava na HISTÓRIA como UM GRANDE HOMEM. ----Mas ser assassino, é só cometer-se um acto desta natureza?! O PRETO DA AMÉRICA E OS SEUS COLEGAS ANTERIORES, não têm sido assassinos? Os Países da NATO, que a TITULO de implantar a DEMOCRACIA (a falsa democracia), fazem guerras em países onde podem ir explorar petróleo, não são assassinos? O que se passa no CORNO DE ÁFRICA, não é um acto CRIMINOSO, ao levarem`aquele povo uns miseros nacos de pão, alimentando assim mais o seu SOFRIMENTO, até chegar a hora da sua morte, não é um CRIME? Bom, paro por aqui!
    pois é! são todos santos! | 28.07.2011 | 13.26Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Um pouco daqui, um pouco dali, e vamos chegando a conclusões. Porem, falta nestes comentários algo importante, que de certa maneira, faz luz, na forma, cruel, e sangrenta utilizada por Anders Behring Breivik, para matar desapiedadamente compatriotas seus, independentemente, das suas opções politicas. Primeiro, o ser Norueguês, esta-lhe no sangue, e nos seus genes, o facto de descender de Vikings,que toda a gente informada sabe, eram o terror, na época deles, chacinavam, indiscriminadamente pela pilhagem, daí a sua paranoia de se sentir transportado a esses tempos, na figura de cavaleiro templário, que pelo facto de estar no século XXI, utiliza quimicos para fabricar explosivos, e arma automática, para exterminar confortavelmente, quem não se pode defender, e apenas lhe resta fugir. Em segundo, fez isso na sua terra natal, por impossibilidade, de o fazer, noutro país, pois que para isso teria de ter o apoio de uma organização, mais elaborada e activa. Talvez não o tivesse conseguido, nas suas publicações, e contactos, embora tudo indique que o tivesse tentado. Assim, optou, pelo mais fácil e viavel, e conseguiu os objectivos, meticulosamente planeados, com a benevolencia da "secreta Norueguesa", que sabendo e possuindo informação suficiente para o deter, e malograr-lhe os intentos, pelo facto de ele não possuir cadastro, não o fez. Como se não houvesse uma primeira vez para tudo. Desgraçados dos que viram, a sua vida ceifada, pela loucura de um, e pela imcompetencia de outros.
    Alberto Sousa | 28.07.2011 | 06.44Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Se este modus vivendi actual é apenas dependente do presente, sem raízes no passado nem esperança no futuro, então é "natural" que se sucedam as paranóias. Por vezes essas paranoias são bastante perigosas. Agora só falta saber a quem interessa este género de sociedade. Eu posso nomear algumas pessoas ...
    timothy archer | 27.07.2011 | 23.14Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • o alexandre barreiras tb é um perigoso paranoico e pedófilo.A PJ já está avisada mas ele continua a debitar asneirolas e "malguinhas"no destak.É muito provável que ele tenha fortes ligações á extrema direita,em Portugal e na Noruega.Depois se houver um grande atentado em Sacavém ou em Sines não digam que eu não os avisei.....
    vikilique | 27.07.2011 | 22.41Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Quanto a este caso, só tenho a dizer isto: O manifesto de 1526 páginas escrito pelo responsável pelo massacre na Noruega é um documento fundamental para compreender um bocadinho melhor o que vai na cabeça destes assassinos. Com o cinematográfico nome de «2083: A Declaração de Independência da Europa», deixa claro que estes fenómenos não resultam de um súbito surto patológico, em que alguém acorda de manhã vítima de um delírio, mas acontece depois de um longo tempo de maturação e planeamento. Deixa evidente, também, que não estamos perante alguém que ouve vozes e decide agir sob as suas ordens, sem consciência do que faz, mas de uma pessoa que é capaz de explicar a sua «ideologia» e os seus métodos através de um discurso estruturado – não é, decididamente, um caso de insucesso escolar. Ficam de fora, igualmente, as explicações simplistas, do estilo ‘ai viu muita violência na televisão’ ou ‘isso é dos jogos virtuais’. Fala neles, é certo, mas a novidade é que os cita não como utilizador, mas sobretudo como álibi. Diz, a certa altura, «apresente um projecto credível/álibi aos amigos, colegas e família que justifique o seu novo padrão de vida. Diga-lhes que começou a jogar World of Warcraf ou qualquer outro MMO online e quer concentrar-se nele durante o próximo mês/ano». Como analisa Evan Narcisse, especialista em novas tecnologias, na Time Online, o que se depreende disto não é que os 12 milhões de pessoas que jogam WoW são potenciais assassinos de massas, mas que os terroristas do século XXI utilizam a linguagem do século XXI. A explicação do seu gesto terá de ser muito mais profunda, no âmago daquilo que nos aproxima (ou afasta) da humanidade.
    Abilio o punheteiro de famalicao | 27.07.2011 | 21.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não é palpite, PEDRO LINDO, é praticamente uma tradução à letra do que está escrito nesse documento! Leia-o e vai ver. Palpite é ficar-se por dizer que ele é maluco.
    LER E ENTENDER | 27.07.2011 | 20.37Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Eu não percebo tanta questão em procurar um porquê tão elaborado para que o tipo tenha feito o que fez. Ouço, e leio, que a questão é religiosa, outros que a culpa é dos jogos, outros ainda que é da disciplina imposta, enfim, um mar de palpites que para mim não têm cabimento. Para mim (o meu palpite) é só mais um gajo maluco, tá bem que um maluco elaborado, minucioso, com meios... e por aí fora, mas que não passa de um chanfrado que resolveu dar nas vistas. Já não é o primeiro nem o ultimo com certeza.
    pedro lindo | 27.07.2011 | 20.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Eu comecei a ler o texto dele do fim para o princípio, e descobri coisas interessantes. Que me levam a concordar com o comentário anterior. Esse tal Templário estabelece directivas para daqui a umas décadas, entre as quais a de provocarem uma guerra civil na europa, e depois se deportarem da europa milhões de muçulmanos à força, dando a israel a faixa de gaza e o "west bank". Mas o mais incrível é o objectivo de: arrasar o templo dos muçulmanos que existe em jerusalém (já desde antes das cruzadas) e reconstruir nesse mesmo sítio o «Terceiro Templo de Jerusalém«. Não percebo muito do assunto, mas, não são estes os grandes objectivos do sionismo... ? Não trabalhará o Templário para o sionismo? Só daqui a umas semanas se poderá dizer alguma coisa, pois ler 1500 páginas no verão, não pera doce. Cumps!
    LER E ENTENDER | 27.07.2011 | 20.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Na Segunda-Feira, esta comentadora escrevia sobre o "preconceito". Pois ouvira uma senhora no restaurante exclamar "Como é possível alguém que se diz cristão fazer uma coisa destas? " E dizia a ISABEL STILWELL que se fossem islâmicos, já não haveria espanto. Os portugueses estavam a ser preconceituosos.
    Ora , o facto e que feliz ou infelizmente, os actos terroristas praticados por islãmicos fundamentalistas são estatísticamente muito mais numerosos do que os praticados por cristãos fundamentalistas .
    Além do facto de um dos mandamentos do Islão ser a "guerra santa". Se calhar a razão do espanto da senhora no restaurante é legítima. E tem a força da estatística a garanti-la.
    De resto, o "cristão fundamentalista" é franco-mação ( uma das fotos é de avental) e é um fanático sionista. Isso mesmo, um apoiante de Israel. O qual deixara a Igreja Luterana da Noruega, pois queixava-se de que os sacerdotes apoiavam demasiado os palestinianos. Se calhar o "preconceito "não era assim tão infundado.
    Francisco Serrano Socorro | 27.07.2011 | 19.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ter prazer de matar é como fazer sexo.
    excondenado | 27.07.2011 | 17.19Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Chama-se coerência meu caro QDEUS NOS PROTEJA!!! Já antes criticou o PEDRO B pela mesma razão, certo!? - Ai agora já não gosta de ser apanhado a errar mas, fá-lo aos outros. Desculpas esfarrapadas, é o que é. Passe bem e não ande sempre a mudar o nick ( isso é cobardia).
    henrikovic | 27.07.2011 | 17.11Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A melhor atitude do dia,
    Obrigado, Completo.
    Do que vi, parece-me algo confuso e não sei se vou ter paciência para andar a ler e a ver aquilo tudo.
    Não invalida que eu continue a achar que é uma alienação.
    Teorias da conspiração e derivados
    Mas fica o agradecimento
    PEDRO B | 27.07.2011 | 17.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O texto, e que cada um pense pela sua cabeça: http://www.kevinislaughter.com/wp-content/uploads/ 2083+-+A+European+Declaration+of+Independence.pdf
    COMPLETO | 27.07.2011 | 16.17Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Este HENRIKOVIC focou-se numa única questão de ortografia, face a um problema como aquele que fala este editorial? É cada um...
    QDEUS NOS PROTEJA | 27.07.2011 | 16.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Isabel, já viu o que arranjou?
    Não tarda, ainda se chega aqui à conclusão de que a profecia Maia está certa e em 2012 acaba tudo.
    PEDRO B | 27.07.2011 | 15.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Quando não se tem argumentos válidos, recorre-se ao insulto. Ortográfico = inculto
    Problema sexual!? - ahahahahahahahah!!!
    henrikovic | 27.07.2011 | 15.50Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Henrikovic, cure o seu problema sexual.
    ORTOGRÁFICO | 27.07.2011 | 15.23Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pelo texto que ele deixou, uma das prioridades desses "Templários" e "Maçónicos" será mesmo afectar a Europa a todos os níveis possíveis, e também em termos económicos, através de atentados que façam os governos despender balúrdios de dinheiro na recuperação, e falam mesmo em provocar fugas de petróleo em ataques a navios, plataformas, refinarias, e etc. Quem sabe se não serão "amigos" das empresas de Rating? Há quem comece a desconfiar que muita coisa estranha que se passa hoje, como chemtrails, fogos, problemas de saúde pública, águas públicas que não se podem beber, etc., possam ser métodos "encobertos" de atingirem alguns resultados: eliminar gente fazer tropeçar a Europa na sua forma comedida e lógica de agir. O que é mais estranho ainda é que alguém que se diz estar a lutar pela Europa seja a favor de matar gente na Europa! Só porque vê uma ameaça no Islão? Cheira a coisa engendrada por alguém que tem horror a muçulmanos. E que por isso quer provocar a todo o custo o caos na Europa, que tem uma posição bem mais aberta. Como europeus, temos o dever de não permitir nunca que isso possa sequer acontecer, pelo que devemos rejeitar qualquer ideia que possa levar os povos europeus a guerrearem-se. Antes pelo contrário, devemos afirmar o nosso interesse máximo nessa união, mesmo mantendo as diferenças que existem entre nós.
    TEMPO DE ACORDAR | 27.07.2011 | 15.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pois é, o amigo que tanto fala em que informação, em Português bem escrito(sem acordo ortográfico)... pois sou contra!
    Então o Sr. Erudito escreve despoletar. Está mal caro amigo! - informe-se, pois é espoletar. Pois, e agora!? - INFORME-SE e deixe de cuspir para o ar!!!
    henrikovic | 27.07.2011 | 15.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Eu explico: O Destak é um jornal do povo. Pessoalmente, como milhares de portugueses, leio-o nos transportes. Embora pessoas haja que depois exagerem e apliquem essa mesma condição no uso que fazem deste espaço, não o estou a usar para desabafar palavrões ou insultos sem sentido. Dou uma opinião como se estivesse sentado numa mesa de café com os amigos. Tento não dizer muito disparate. Ms já vi que o amigo, de cada vez que se senta na tal mesa de café com os amigos, provavelmente se mune antes de uma ou duas enciclopédias e mais o PC para fundamentar bem qualquer opinião que venha a emitir.
    Ainda bem, é bom saber que há pessoas avisadas.
    Mas lamento, este é o meu espírito. Desculpe se o fiz entrar em pânico ou à sociedade em geral. Mas este "café" é público. Deixe-me agora estar sentadinho e sossegado, está bem? Desampare-me a mesa, porque começa a virar o tema de conversa para os seus desagravos pessoais e não me apetece.
    Não seja chato, em resumo.
    PEDRO B | 27.07.2011 | 15.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Uma pessoa inteligente não diz somente o que lhe parece. Informa-se primeiro, em várias fontes, de forma a não estar a introduzir ruído na comunicação com os outros, ruído esse que muitas vezes pode provocar equívocos e ajudar a despoletar problemas graves nas sociedades. O tempo dos miúdos irresponsáveis acabou. Estas questões que assolam a Europa são graves e merecem que toda a gente procure esclarecer-se, mas sem pânico.
    INFORMAR-SE | 27.07.2011 | 14.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não receio ser mal visto nem creio ter dito assim uma coisa tão grave mesmo que sem grande fundamento. Não tenho pretensões a erudito ou a crítico, apenas digo o que me parece ser o que se passa, com base nas notícias da TV (que são sempre escassas e/ou dúbias, bem sei)
    De qq forma, o acto em si fala por ele próprio. Acha que é de se levar a sério? OK. É uma opinião, talvez fundamentada. Um tipo que dispara a sangue frio sobre setenta e tal pessoas e as mata selectivamente (sem acordo ortográfico, eu sei) da forma que o fez, seja ou não membro de uma organização organizada, não pode estar a funcionar muito bem por dentro. Ele e os alegados companheiros de armas.
    Mas vamos ver o que se segue e depois talvez lhe dê uma taça. De malucos "iluminados" como estes, já se falou infinitas vezes e foi o que se viu.
    A Sociedade é feita de tudo, meu amigo, gente desta incluída. Não se pode chegar a todo o lado. Mas descanse que acho que vamos sobreviver a estes. Já não tenho tanta certeza quando se fala em "mercados financeiros" e aos respectivos lobbis associados.
    Abraços
    PEDRO B | 27.07.2011 | 14.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • E os cruzados foram exemplo para alguém!? - Este deve ser "cruzado" corno de cabra com muita vaidade...
    henrikovic | 27.07.2011 | 14.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Aquilo nem sequer é um manifesto PEDRO B! Já passou o tempo de se falar só por falar, e quem isso faz começa até a ser mal visto. Devia informar-se, antes de dar a sua opinião.
    INFORME-SE | 27.07.2011 | 13.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pronto, ok!
    Eu não li o manifesto.
    Mas já percebi que quem o fez, independentemente de ser spenas ele ou uma dúzia, devem ter visto afinal muitas vezes o "V for Vendetta".
    Rectifico a opinião. Não é um maluco. São vários!
    Alguém acredita que tenham "pernas para andar" com a sua revoução das massas?
    Por favor...
    PEDRO B | 27.07.2011 | 13.16Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • E como era a vida sexual do responsável pelo massacre na Noruega? será que sofreu uma decepção amorosa provocado por uma gaja e ficou revoltado com a humanidade?
    Charles | 27.07.2011 | 13.14Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mais: dizem-se ser absolutamente contra: 1) comunistas. 2) Nazis. 3) Islão.
    NÃO É EUROPEU... | 27.07.2011 | 13.07Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Decerto já muita gente leu grande parte do documento. A minha opinião: 1) O documento é escrito por vários indivíduos. 2) O primeiro indivíduo é americano ou vive na América, pela forma como escreve certos termos (nova iorque?). 3) Esse é o ideólogo e dá como justificação de acções terroristas na Europa o facto de esta (e também os USA) estar a ser dirigida com base em ideias "comunistas" impulsionadas pela "Escola de Frankfurt". 4) Dizem que tais ideias permitem ao Islão expandir-se demograficamente à Europa, por isso vêem a Europa ameaçada nos seus valores tradicionais. 5) Defendem a criação de uma "resistência" "Europeia" que faça explodir tudo o que se está a fazer na Europa, inclusive que se ataquem centrais nucleares e façam explodir bombas nucleares sobre cidades, de forma a criarem também uma guerra civil na Europa (Europeus a atacarem as suas próprias gentes?). 6) Dizem-se "cavaleiros Templários" e explicam rituais e a sua ligação a Jerusalém. 7) Dizem-se "cristãos" e "crusados" e querem afastar a influência Islâmica da Europa e de Israel. 8) Explicam esquemas, métodos, processos, e etc. 9) Breivik joga vídeos violentos como esses "World" e "Warcraf". 10) Só o segundo livro parece escrito por Breivik, que se diz Maçon e Templário, e explica rituais e procedimentos técnicos. 11) Breivik não parece ser a principal origem de todo o processo, mas alguém revoltado a ser utilizado por alguém que se esconde por detrás de tudo isso. 12) A pergunta que me parece devemos fazer é a seguinte: "A quem tudo isto melhor serve, e quem teme o avanço e a estabilidade da Europa?". Os nossos homens e mulheres com responsabilidades de segurança devem passar a andar de olho atento, em vez de andarem a perseguir automobilistas na caça à multa.
    NÃO É EUROPEU... | 27.07.2011 | 13.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Explicação simplista, essa.
    As injustiças sociais não deveriam gerar indivíduos que se dedicam a matar inocentes, mas quanto muito grupos organizados ou indivíduos solitários que se dedicassem à "caça" de alguns "cabeças-de-cartaz" como exemplo punitivo.
    Não sei se o Anders "qq coisa" seria vítima de injustiça social, mas não me parece.
    Estamos e sempre estaremos sujeitos a que nos apareça um maluco à porta. Aliás, muitos dos grandes líderes mundiais são ou foram, doidos ou psicopatas em plena acepção da palavra, e causadores eles próprios de injustiças sociais.
    O Anders pode ter friamente durante anos e aplicadinho, elaborado planos e manifestos, que não deixa de ser perturbado por isso. É apenas mais um. Deu-lhe para ali. As razões profundas? As más relações com o pai na infância? Bullying dos colegas na escola? Um iogurte estragado? Quem quiser especular, especule, é a vantagem da democracia.
    O Andres não era bom da pinha. Mau para ele e para quem o teve pela frente naquele dia. Como Columbine, como as seitas, como os "grandes líderes", como os fanáticos de todas as religiões. O ódio, o sofrimento, a cobiça, a inveja, a ignorância, a soberba e a maluqueira humanas são grandes e variados. É uma questão de tempo e de circunstâncias.
    Pedro B
    PEDRO B | 27.07.2011 | 12.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pois, pois ... são os jogos on-line os culpados disto tudo!
    E os simuladores de voo são os culpados dos desastres de avião!
    anónimo | 27.07.2011 | 12.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Cara Isabel . . . !
    Enquanto existirem . . . !
    Injustiças sociais . . . !
    Cada vez . . . !
    Mais "gritantes" . . . !
    Existirão "malguinhas" . . . !
    Com "pancadas" . . . !
    Desta natureza . . . !
    E tudo o resto . . . !
    São meras "tretas" . . . !
    De "embalar" . . . !
    A "plebe" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 27.07.2011 | 06.49Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE