PUBLICIDADE
EDITORIAL

O Facebook na luta contra o alcoolismo

05 | 10 | 2011   20.06H
Isabel Stilwell | editorial@destak.pt

Se ele diz que bebe muito, e coloca posts no Facebook a contar como ficou ‘intoxicado’ no fim de semana, é muito provável que tenha um problema sério com o álcool, revela um estudo publicado há dois dias nos Archives of Pediatrics and Adolescent Medicine e citado pela revista Time.

Partindo da análise do perfil de Facebook de 307 estudantes de duas universidades públicas, os investigadores da Universidade de Wisconsin, nos EUA, dividiram-nos em duas categorias: aqueles que falam do seu consumo, e aqueles que não faziam qualquer referência ao álcool. Depois pediram-lhes que preenchessem um questionário, coisa a que 224 acederam, levando a concluir que as ‘confissões’ na net correspondiam à realidade, ou seja que os 35% que diziam beber muito eram, de facto, aqueles que tinham um comportamento de alto risco. Bem vistas as coisas, os que se gabavam das bebedeiras constantes tinham seis vezes mais probabilidades de terem problemas graves com o álcool, do que aqueles que não faziam referência a quanto bebiam.

Quando se sabe que o abuso de álcool é responsável por um número crescente de mortes entre os jovens, sendo a causa mais frequente de acidentes de viação, e com uma incidência crescente em doenças do fígado que surgem em idades cada vez mais precoces, os investigadores consideram que este ‘apelo’ deve ser levado muito a sério. Da próxima vez que vir um comentário destes na página de um amigo, ou de um filho, em lugar de encolher os ombros, desvalorizando-o como exagero de miúdos, ligue-lhe, e fale com ele muito a sério, convencendo-o a procurar ajuda, sugerem os investigadores. Ignorar este sinal exterior de comportamento de risco é uma inconsciência.

© Destak

30 comentários

  • Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã- Nhã-NhãNhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-N hã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã-Nhã
    Ah, pois é! | 12.10.2011 | 19.51Hver comentário denunciado
  • Ah, pois é! | 12.10.2011 | 19.47Hver comentário denunciado
  • Como é possível comprovar (ver por exemplo os comentários que escrevi a este artigo, assim como, ao «Imposto dos testes de paternidade», entre outros) sou um dos críticos (talvez até mais duros) destes editoriais. No entanto, acho inapropriado passar da crítica ao insulto. Aliás só insulta quem não sabe criticar nem sabe respeitar a liberdade de expressão - a sua e a dos outros. E querer justificar os insultos dizendo que os artigos em apreço são, eles próprios, insultuosos, não só é falso como é um insulto à inteligência. Há pessoas que vêm para aqui tentar ser engraçadas e até fazer umas piadolas à custa do insulto fácil não só à Sr.a Isabel S. como a outros que aqui comentam os editoriais. Muitas vezes até nada dizem do que foi escrito! Acho lamentável este comportamento primário e tão previsível que até já sei, com toda a certeza, que vou ser insultado - o que só prova que não sabem criticar.
    Ceton Lynce | 12.10.2011 | 18.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • MAI NADA :-) LOL
    anticristo | 10.10.2011 | 23.08Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Concordo com o Anticristo, AS ABÉCULAS e os LEITORES INSULTADOS. Deixo também a noção da palavra subserviente (foi tirada de um dicionário da Porto Editora com 45 anos), e que dedico a quem não gosta do meu tipo de comentários ou dos comentários do Anticristo, Charles, AS ABÉCULAS, LEITORES INSULTADOS e outras alminhas que por aqui andam. Subserviente, adj. 2 gen. que se presta servilmente à vontade de outrem; bajulador; amouco. (Lat. subserviente). Há coisas que nunca mudam ao longo dos tempos, não é?
    Ah, pois é! | 10.10.2011 | 22.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Concordo inteiramente com o "Leitores insultados" e o "As Abeculas". Um mau artigo, ou um artigo sem interesse nenhum, lê-se. Dois artigos com estas caracteristicas, tolera-se, três artigos, já começa a ser um bocadinho pro estupido e a chamar estupidas as pessoas que ainda se dão ao trabalho de os lerem.... Agora, semana após semana, artigos de caca, nos quais a srª até tem a capacidade de se contradizer totalmente, e relembro os artigos em que ela dizia, erradamente, que PORTUGAL era o país com mais férias, e na semana seguinte fala da necessidade das mesmas.... Isto não é jornalismo, isto não é informação, isto não é nada. É uma diarreia mental e escrita que a srª para aqui debita, cujo interesse e realidade é ZERO.... Meus senhores, não é só quando se manda alguem à merda que se insulta. Se alguem põe deliberadamente e sistematicamente a nossa inteligencia, então estão a chamar-nos estupidos, burros, broncos..... E como alguem aqui disse, é obvio que quem se sente insultado reaja. Não há pachorra nem para esta senhora, nem para a Luisa Castel Branco, nem para o João Malheiro com as suas rubricas tendenciosas e onde sistematicamente tem que falar do benfica ou de alguem do benfica. Despeçam esta gente e ponham aqui gente em condições, uteis e isentos. Toda a gente fica a ganhar.....
    anticristo | 10.10.2011 | 20.55Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Já não há nem paciência para aturar a senhora, que há meses para aqui despeja o que dizem os "estudos" americanos, como se fosse uma simples propagandista paga para propagandear ideias de outros, como também já não se atura estas abéculas que para aqui voam em seu socorro com a lenga lenga habitual de chamar aos outros ignorantes, atrasados, chicos espertos, joãos jardins, e tudo o que no momento lhes possa passar pelo espírito, desde que o considerem depreciativo. O costume do intelectualóide esquerdista que se contenta com o insulto polido e a choramingueira mental. Evoluir por aí, não obrigados, as pessoas fartaram-se. Este jornal já devia era ter atingido os mínimos de qualidade, em vez de sistematicamente os desprezar. Isso é uma falta de respeito para os leitores, que ao fim de um certo tempo merece até ser retribuída com a mesma falta de respeito. Isso sim, deveria preocupar essas abécula esvoaçantes armadas ao moralistas. E se só atingem isso depois de alguém lho dizer, valha-nos Deus, que vanguardistas não são de certeza.
    AS ABÉCULAS | 10.10.2011 | 17.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pegando aqui no "apelo" do CETON LYNCE", o qual subscrevo inteiramente, parece-me muito sinceramente que este espaço serve de escape a muita gente que de outra forma não se consegue expressar ou extravasar. Digamos que a Isabel é um mero pretexto, como o poderia ser outra coisa qualquer. Dado ser uma coluna que apenas lê quem quer, assim como o respectivo jornal, a opção seria simples: não ler. Mas não: a malta tem de ter um pretexto, e vá de malhar, quer diga preto, quer diga branco. Dissesse o oposto do que diz em cada artigo, levaria na mesma. Não que eu esteja de acordo com tudo o que escreve, mas é uma coluna de opinião e da mesma forma também acho que se debitam montanhas de imbecilidades por aqui fora, como de resto relativamente a mim o poderão fazer. Não venham é armar em “justiceiros” ou grandes revolucionários. Ou ainda por opção e mais moderno, “gandas malucos”, porque o que transparece daqui é o retrato desta pequenez de mentalidade e de país em que vivemos: má-educação gratuita, insulto rasteiro e despropositado, chico-espertice e o deserto de ideias. De tanto quererem ser diferentes, chafurdam precisamente naquilo que pretendem criticar. Ou não fosse este o País dos Albertos Joões, personagem surreal, só possível numa país-do-faz-de-conta, como Portugal o é. Se calhar não há graveto para o psicanalista ou não podem dizer em casa o que lhes vai na alma e, vá de malhar na Isabel que é mais fácil e calha bem, até anónimo. Enfim… mais do mesmo. Siga o charco.
    PEDRO B | 10.10.2011 | 15.56Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Atirar sistematicamente para cima dos seus leitores estudos publicados por universidades e grupos que são do agrado da senhora é o primeiro insulto, a que depois as pessoas, sentindo-se insultadas, reagem muitas vezes menos bem também. A senhora que deixe de insultar os leitores, e de pensar que eles são parvos, e desenvolva as suas capacidades, e a coisa vai ao sítio. Não se pode é esperar que quem por sistema assim insiste em insultar os leitores de um jornal depois não seja insultada também.
    LEITORES INSULTADOS | 09.10.2011 | 17.17Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Seria de bom tom que as pessoas que comentam estes editoriais, não entrassem na via do insulto. É magnífico usufruir da liberdade de expressão, mas existem regras de mínimas de respeito que deveremos cultivar quando nos dirigimos através deste meio público a alguém. Acho que se têm escrito aqui algumas coisas engraçadas e interessantes, mas por vezes cede-se à tentação de passar os limites e ir muito para além da crítica. Os insultos não trazem nada de interessante e só servem para poluir a comunicação entre as pessoas.
    Ceton Lynce | 09.10.2011 | 16.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ela sabe que as mulheres são borrachonas. Ela deve frequentar as discotecas "chiques" de Lisboa, onde tal como eu vi, se podem ver as tias podres de bebadas, a fazer figuras tristes e mortinhas por engatar um gajo novo e bonito para irem dar uma foda algures......
    anticristo | 08.10.2011 | 19.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ah ah ah subscrevo inteiramente o comentário do Ah pois é !
    anticristo | 08.10.2011 | 18.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os media estão a fazer um boicote ao que se passa também em Wall Street. Os média são cúmplice da grande crise que se está a passar no mundo: http://english.aljazeera.net/programmes/listeningp ost/2011/10/201110875949746728.html
    SOMOS BOICOTADOS PELOS MEDIA | 08.10.2011 | 11.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Se esta velha fosse passar a roupa a ferro, isso é que era tempo bem empregue. Agora vir para aqui com mais conversa da treta e sem graça nenhuma... Cada tiro, cada melro. Cada cavadela, cada minhoca. Perdi tempo, e só li inutilidades... Cá por mim, quando escreveu isto, já devia estar bêbeda. Sabia que o alcoolismo nas mulheres está a aumentar? É que neste seu "escrito" só fala que são bêbedas as pessoas do sexo masculino... Está errado... Não conhece o mundo...
    Ah, pois é! | 08.10.2011 | 10.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • óh amigo, obrigado pelas palavras, mas eu não trabalhava neste jornal homossexual e de tias hipocritas nem a pagar-me a peso de ouro. Está mais que provado que estas senhoras que aqui escrevem são umas pseudo madames que nada sabem da vida, que não querem saber, e que só publicam cronicas de merda, ou estudos que nem ao menino jesus interessa. Para mim jornalismo é uma missão muito séria que deve ser isenta, directa e que foque artigos de interesse, e principalmente que ajude a sociedade, os cidadãos a perceber e a sobreviver neste mundo canibal. Este tipo de imprensa é hipocrita, ignorante e nada traz de novo ao cidadão que procura respostas e ajuda para o seu dia-a-dia. Como posso eu falar de educação se não sei educar os meus filhos? Como posso falar de pobreza se sou rico e não faço ideia do que custa pôr o pão do dia na mesa? Como posso criticar o facto de os trabalhadores terem férias e no artigo seguinte venho falar da necessidade das mesmas? O que eu aconselho a esta senhora é que desça ao mundo real. Olhem meus caros, eu estive várias vezes em Moçambique em trabalho. E numa das vezes, um empresario português levou-me a uma avenida em Maputo que é simplesmente colossal de tão grande que é. Vi simplesmente o maior mercado ao ar livre que tenho memóra. Até fazia o IKEA corar de vergonha, o tal hipermercado que faz dos homens estupidos e das mulheres seres inteligentes.... bom, o que se vendia lá, eram todos os produtos que os portugueses doaram para os moçambicanos aquando dos terramotos e tempestades.... Quando o avião lá chega, os camiões dos militares vão recolher os produtos e em vez de darem ao povo vendem aos comerciantes..... Por isso da proxima vez deem merda como eu sempre fiz, porque a vossa ajuda é para enriquecer os militares que estão por detras deste esquema. Alguem alguma vez falou disto? Sabiam que em Moçambique se pode vindimar 2 vezes por ano? Só não se faz nada porque os gajos não querem trabalhar. Assim que acabam de trabalhar, recebem o dinheiro do dia e vão gasta-lo nas tascas.... eu vi e vivi isto.... Alguma vez a imprensa se deu ao trabalho de cobrir algo assim? Mais, estava eu à espera de entrar para uma reunião, faltavam 15 minutos para as nove da manhã, e estando a tomar um café, deparei com um gajo mais novo que eu, forte e vestido com um bom casaco de couro, a beber uma cerveja e a refilar porque ainda nao tinha recebido o rendimento minimo...... Tambem conheço quem construiu uma casa na aldeia com o rendimento minimo...... e certamente historias como estas nao sao estranhas à maioria de voces... mas claro, isto nao interessa nada. Desmascarar situações como esta para quê??? É mt melhor falar em estudos duvidosos sobre o facebook.... Olhe minha srª, só eu tenho para aí 3 perfis diferentes no facebook com fotos e informações falsas.... Esta é a credibilidade dos sites sociais.... Juizo minha senhora.....
    noticias do mundo = anticristo | 07.10.2011 | 20.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Óh amigo, eu compreendo a sua preocupação com os aviões e a engenharia biologica. Alias as minhas preocupações vão mais longe. Alem das coisas que possam lançar para fazer testes, ainda me preocupo se algum dia levo cum cagalhão nas trombas de um avião comercial.... mas antes de me preocupar com os aviões, preocupo-me mais com o crescente poder do lobby gay esses panascas do caralho que se metem em tudo o que é sitio, principalmente na comunicação social, e protegem-se uns aos outros. Dás o cú tens emprego, não dás o cú vai pros centros de emprego.... Isto sim é mau e esta de facto a acontecer....
    anticristo | 07.10.2011 | 20.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Lutem antes contra o terrorismo: mais uma vez andam hoje aviões da geoengenharia a intoxicar as pessoas. Sente-se a boca anormalmente seca e tendência para movimentos involuntários, por vezes. A população está a ser envenenada, e esta aqui a falar de alcoolismo. Despejem antes os venenos sobre a 'Goldman $achs', que ao que parece merecem muito mais do que as populações que vos alimentam com os impostos. Gaseiem antes os verdadeiros terroristas, que provocam no mundo toda esta confusão. Depois têm ainda a coragem de apontar o dedo a Saddam, a Kadafi, e outros? O que pensaria Saddam, Kadafi, Hitler ou mesmo o pior deles todos, o Staline, de alguém que para experiência espalhasse sobre as sua próprias populações toneladas de partículas, sabendo que as estava a gasear? Saddam, Kadafi, Hitler eram crianças comparados com o que estes especialistas em lentos genocídios são capazes de fazer. Levante-se um 'Tribunal Internacional de Crimes Planeados Contra a Humanidade' e levem-se a ele os verdadeiros terroristas do nosso mundo. E os seus cúmplices, que isso permitiram.
    GOOGLEM: CHEMTRAILS | 07.10.2011 | 11.48Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • 07.10.2011 | 11.31Hcomentário reprovado
  • 07.10.2011 | 02.01Hcomentário reprovado
  • LOL LOL LOL
    PARA ANTICRISTO | 06.10.2011 | 19.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • oh migo, bebado? Nao me digas que foi a tua mulher que te disse?
    anticristo | 06.10.2011 | 19.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Sendo que, desta vez, não se esticou a fazer comentários para encher papel - razão pela qual lhe dou o meu aplauso - não posso deixar de concordar com o Anticristo quanto à irrelevância do estudo citado (agora está na moda citar estudos) pelo menos como único motivo para este editorial. Parece-me pobre, mas prefiro este estilo parcimonioso ao estilo trauliteiro e «vulgaroide» do «Imposto dos Testes de Paternidade. Desta vez, não caíu numa espécie de incontinência verbal para tentar ser engraçada, nem cedeu à tentação de inventar teorias psicológicas. Prefiro esta concisão ao estilo desbragado de outros editoriais.
    Ceton Lynce | 06.10.2011 | 18.42Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ainda o dia mal começou e já está bêbedo!!!! LOL
    PARA ANTICRISTO | 06.10.2011 | 18.33H
  • 06.10.2011 | 18.12Hcomentário reprovado
  • Link para o "The Guardian": http://www.guardian.co.uk/environment/blog/2011/oc t/06/us-push-geoengineering
    CONTRA OS GANGUES TERRORISTAS | 06.10.2011 | 15.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Um título no "The Guardian" de hoje: "GRANDES NOMES POR DETRÁS DA INSISTÊNCIA DOS USA NA GEOENGENHARIA". Engraçado, ó LUTEM CONTRA O TERRORISMO. Por que raio de razão o teu comentário é aqui o único denunciado? Alguém do jornal não gostou, já que os jornais escondem esse crime das pessoas. Os jornais também são cúmplices. Segundo a notícia, estão envolvidos grandes personalidades e interesses militares, empresas farmacêuticas, empresas de bioengenharia, financiadores como o Bill Gates, e etc. Tudo da "melhor" nata que por aí anda ao de cima deste belo planeta, do qual querem eliminar uma enorme quantidade de gente, ou ficar aptos a fazer isso quando muito bem lhes apetecer. Sem dúvida que em comparação com isso os atentados do World Trade Center não passam de brincadeiras de crianças. É preciso parar e apanhar os verdadeiros terroristas!
    CONTRA OS GANGUES TERRORISTAS | 06.10.2011 | 15.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Compreendo a sua preocupação, quando era mais novo também bebia bem, hoje sou abstémio devido a problemas de saúde. Fiquei alérgico às bebidas alcoólicas, a sério!? - Resposta do Médico para mim... cura para isso!!! - deixar de beber, e eu deixei. Há males que vêm por bem, no meu caso, é o que eu penso. Mas, cada um é que sabe de si. Sinto-me muito melhor agora, o pior não era enquanto bebia, as ressacas são horríveis. É tão bom não ter ressacas. Cumprimentos, e bebam com moderação.
    henrikovic | 06.10.2011 | 12.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Lutem antes contra o terrorismo: toda a gente os pode ver, a avançar com os seus aviões sobre as cidades e sobre elas despejarem lençóis de partículas que dizem ser metais, bário, e neve carbónica, no mínimo, mas que se desconfia possam por vezes também incluir vírus e bactérias para testes. Toda a gente os pode ver, fotografar, filmar, e alguns referenciar através de sites de tráfego aéreo. Não foi o Instituto Meteorologia que "previu" que quinta-feira ia o tempo mudar? Pois aí estão de novo deste ontem os aviões que mudam o tempo a seu gosto, e que para isso lentamente ceifam prematuramente vidas às pessoas. Quando essse número de vítimas ultrapassar os 3000 deixaremos de nos impressionar com os atentados das torres gémeas, pois fica demonstrado que há formas lentas de levar a cabo atentados a que na comunicação social depois ninguém se refere.
    LUTEM CONTRA O TERRORISMO | 06.10.2011 | 09.49Hver comentário denunciado
  • Cara Isabel . . . ! Velhos tempos . . . ! Em que as "malguinhas" . . . ! Bebiam por . . . ! Um "canudo" . . . ! E, hoje, andam . . . ! A "dançar" . . . ! O "bailinho" . . . ! Na UE . . . ! ! !
    alexandre barreira | 06.10.2011 | 07.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Eu conheço quem beba como uma carroça e nem facebook tem. Outros jovens dizem que bebem muito, até fazem reuniões em casa ao fim de semana para apanharem a nena, e no outro dia de manhã vê-se meia duzia de latas de cerveja abertas que nem para aquecer os pés daria, e o resto é coca cola.... Mais uma vez, este artigo não interessa nem ao menino jesus. Eu, e sou adulto, já apanhei algumas e nunca publiquei nada no facebook... e não tenho problemas com o alcool fique descansada. Bebo se quiser, quando quiser e fumo quando quero, não porque necessito. E essa historia de comportamentos de risco é muito relativa. É certo que depois de beber uma certa quantidade não se deveria conduzir. Mas se a srª puser os olhos nas corridas que se fazem de madrugada na ponte sobre o tejo, ou em estradas secundárias, acredite que é bem pior. Ou então, e aqui no caso das mulhres, que de noite se esquecem de ligar as luzes do carro, porque as luzes é só para enfeitar.... ou então como uma que me sai de gas de um stop, eu tenho que travar a fundo para não a abalroar e a gaja ainda sorri...... É tudo muito relativo minha senhora. Se andou na universidade deve saber que hoje, muitos dos grande homens que temos nas várias àreas, sejam medicos, engenheiros, o que seja, foram autenticas máquinas de beber... Sabe, eu não sou a favor de beber como um camião principalmente se depois se vai para a estrada. Mas porra. Deixem as pessoas viverem. Beber é mau, fumar mata e causa impotencia, comer o que nos sabe bem faz colesterol... porra... qualquer dia até dar uma pinocada com uma gaja pode matar..... Fonix.... Só não fazem mal as saladinhas que vemos as madames a comer nos centros comerciais, e as coca colas cheias de gas e produtos quimicos que roem os ossos, e outras porcarias do genero... isso não faz mal..... bahhhhhh !!!!!!!
    anticristo | 06.10.2011 | 01.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE