EDITORIAL

O dia em que os jornais saíram à rua (para ficar)

20 | 09 | 2012   17.56H
Isabel Stilwell | editorial@destak.pt

Celebramos hoje onze anos. Onze anos do Destak, mas simultaneamente onze anos de jornais gratuitos em Portugal, porque fomos pioneiros numa nova forma de informar. Com o Destak, os jornais saíram à rua, e foram em busca dos seus leitores. Quando toda a gente profetizava que a imprensa estava em decadência, jurando que já ninguém queria ler, pelo menos em papel, o Destak provou que havia leitores a quem os jornais ainda nem sequer tinham chegado, como as mulheres e os jovens a quem a imprensa tradicional passava ao lado. O último relatório do Plano Nacional de Leitura não deixa dúvidas: mais 20% das pessoas lêem jornais, e foi esse o contributo que a imprensa gratuita deu ao País. E quer continuar a dar.

A verdade é que as pessoas habituaram-se depressa a encontrar o Destak nos pontos de entrada da cidade, nos transportes públicos e nos momentos em que tinham disponibilidade para ler, e onze anos depois continuam a estender a mão com entusiasmo, e familiaridade, a quem lhe faz chegar o jornal. Um formato de notícia propositadamente directo e incisivo, um jornalismo despretensioso e sério, e cronistas de diferentes formações e com pontos de vista distintos, permitem-lhes começar o dia com o fundamental da informação, formar opinião, programar um fim-de-semana fora, ou escolher o que querem ver no cinema ou, por exemplo, na televisão. E pessoas que lêem mais, são cidadãos mais livres e mais capazes de tomar decisões.

Hoje, exactamente onze anos depois, renovamos esse contrato com os mais de 400 mil leitores que diariamente nos seguem. Garantimos-lhes um jornal feito sempre na óptica do leitor, preocupado com aquilo que o preocupa, decidido a denunciar injustiças e a transformar o mundo num sítio melhor. Não, não é declaração de intenções, ao estilo Miss qualquer coisa, é um compromisso que quem nos lê sabe que nos esforçamos por cumprir.

O próximo ano não vai ser fácil para ninguém, e a crise económica promete virar do avesso a vida de todos nós, mas o Destak compromete-se a não parar de correr. Hoje trazemos-lhe um jornal renovado, com novas secções, mais opinião, mais voltado para a sua cidade e, no domingo, celebramos na rua, naquele que é o nosso território de eleição, com a 5.ª edição da Corrida da Linha, onde esperamos que corra ao nosso lado. Em todos os outros dias, iremos ao seu encontro, esteja onde estiver.

Não posso acabar sem agradecer a uma equipa profissional e dedicada, sobretudo aos “meus” jornalistas e cronistas que acrescentam tanto ao jornal, e aos gráficos que o “constroem”. E hoje, também, o meu obrigada a todos os responsáveis por distribuir o Destak, e aos que, na rua, diariamente o entregam em mão.

© Destak
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE