ESTRANHO QUOTIDIANO

Xico-Espertos

20 | 09 | 2012   17.59H
J.L. Pio Abreu

Que Portugal era um país de Xico-Espertos, já o sabemos  desde há muito. Os buracos propositados da lei, somados à ambiguidade de uma língua muito mais poética do que lógica, e à preocupação em proteger alguns “desgraçadinhos” que apareceram depois do 25 de Abril, criaram um conjunto de esquemas que poucos hesitavam em usar.

Havia especialistas na elaboração de pedidos, programas e projectos para ir buscar mais algum, ou na congeminação de buracos contratuais em obras para implicar maior despesa (por exemplo, numa piscina onde fossem retiradas do contrato as necessárias luzes).

À esperteza de uns, respondiam os outros com uma esperteza maior e, de degrau em degrau, lá se iam driblando uns aos outros com mútua admiração. As autarquias e o Estado acabavam por pagar tudo.Com os esforços do Tribunal de Contas e as restrições orçamentais, os Xico-Espertos foram perdendo as suas oportunidades. Mas a cultura ficou.

As recentes propostas de mexida na TSU cheiram a Xico-esperteza para driblar as resoluções do Tribunal Constitucional: “Ah, fizeste-me isto? Já vais ver o que te espera”. Depois era só esperar o que fariam os outros Xico-Espertos, talvez uma deriva para a economia paralela. Mas não. O povo saiu à rua em protesto pacífico e voltou para casa. Ninguém se aproveitou. Aparentemente não houve Xico-esperteza, pelo menos fora dos partidos da maioria. Não sei o que se passa. Mas admito que os Xico-Es-pertos já só existam nas elites do poder.

© Destak

18 comentários

  • Não foi o qu este povo sempre quis? Sempre ouvi falar do amiguisto, da cunha e do faz favor. Que se espera?
    joao | 27.09.2012 | 21.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O que fazer: http://www.mrb.pt/PARTICIPACAOcrimeTRAICAOpatria.p df
    http://www.mrb.pt/PARTICIPACAOcrimeTRAICAOpatria.pdf | 26.09.2012 | 08.41Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • As fundações políticas ou dos políticos continuam todas a receber a nossa massinha, com Mário Soares e a Barrosã à cabeça. Até parece que têm medo do velho, esse oportunista que nunca nada fez por este país, excepto vendê-lo ao desbarato, em troca dos marfins e diamantes da UNITA e muitos mais.
    NÍVEA | 25.09.2012 | 17.41Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O Povo saiu à rua e como os políticos, governantes ... e até o Presidente vivem numa 5ª. Dimensão e não sabem da realidade real do País ... ficaram estranhamente assombrados com esta manifestação cheia de estados de alma mui fortes ... Não houve foguetes, a tristeza de um povo com dificuldades e a traição que foi acometida pelo tirar das suas reformas e do seu parco salário! Quanto aos Xicos-Espertos são apanhados... Porquê? Porque apanha-se mais depressa um mentiroso que um coxo! Estes Xicos-Espertos ... são sinónimo de Laquais... A verdadeira mentira: os estudiosos se referem à palavra *mentionica, do latim tardio do século XI, que por sua vez teria vindo do baixo latim mentire, remetendo ao latim clássico mendacium, termo ligado à palavra mens. A palavra mens está na raiz da mentira. Mens significa "mente", "inteligência", "discernimento", o que poderia nos fazer concluir que o mentiroso precisa ter uma boa cabeça... Um mentecapto não sabe mentir... Mas há ainda um significado especial para mens — "intenção". O que tem em mente o mentiroso ao lançar mão da mentira? A verdadeira mentira jamais acontece por inadvertência ou em nome de boas intenções. É fruto de uma vontade empenhada em enganar... Com papas e bolos se enganam os tolos ... mas o povo está farto e não é tolo ... Emancipar é "retirar a mão que agarra", é abrir mão do poder sobre alguém... E emancipar-se será, portanto, dizer a quem nos oprime: "tire a sua mão de cima de mim!"... Afinal a culpa é mesmo do Sandeiro com uma canção peculiar!... E, até hoje, ninguém voltou a tocar, anunciando o fim do saque... Não haverá por aí alguém que conheça o toque ? Para que o Nosso Belo País evolua e progrida ... onde o colectivo se una e não tenha somente o povo como pano de fundo!
    Marluz | 24.09.2012 | 11.40Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Enquanto o zé anda distraído a tentar resolver os abusos do passado, de que nem deu conta enquanto eles estavam a ser implementados, está a gora a ser de novo abusado sem dar conta, com instalação de câmaras de vigilância por todo o lado e sistema avançados de identificação de pessoas, bilhetes de identidades biométricos, e etc. O zé tem de passar a estar bem informado e sempre alerta, enquanto não se apanharem os verdadeiros responsáveis por este tipo de regime. E a falar nisso, e nos incendiários do mundo que a gente já começa a perceber quem são, olhe-se o que eles estão já a tramar para nos trazer ao mundo (o que as pessoas acham que se foda,, é o que eles pensam): http://rt.com/usa/news/rand-paul-senate-iran-756/
    http://rt.com/usa/news/rand-paul-senate-iran-756/ | 23.09.2012 | 11.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Em meados de Setembro, Grande foi a contestação, O Zé que está revoltado, Resolveu sair para a rua, Em grande manifestação. Já farto de ser taxado. E de lhe irem ao bolso, Veio (com todo o respeito), Pedir ao 1º Ministro, Que nos deixe algum " caroço". Porque já não tem piada, Quererem espremer mais o Zé, Que já anda quase nu, E não está pelos ajustes, Com essa da TSU. Mas o Concelho de Estado, Atento á situação, Cortou as garras ao 1º Que deixou cair a Taxa, Ali no meio do chão. Mas o Passos, que é ladino, Jurou ali e agora, Que esse Zé impertinente, que ousou manifestar-se, Não perde pela demora. ALBERTO SOUSA | 23.09.2012 | 06.24H
    Alberto Sousa | 23.09.2012 | 07.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Portugueses sempre gostaram de andar distraídos, e a não se interessar por nada, depois quando acordam ai jesus!... e quando daqui a 10 anos perceberem que já agora o Estado está a catalogar os seus filhos todos com bilhetes de identidade biométricos com duas impressões digitais e aparentemente leitura de retina, depois é que vão ficar danados... um sistema perigoso montado pelos socialistas que não só ajuda a seguir grande parte dos movimentos das pessoas mas também pode ser terrível no que permite de roubo de identidade, e depois é só fazer crimes e deitar as culpas a quem muito bem lhes apetecer... português não pensa? Não se informam e não dizem basta a isso também? Os ingleses obrigaram essas bases de dados a serem destruídas, mas mesmo assim nunca se sabe onde terá ido parar essa informação antes de as terem destruído...
    TRABALHO CÍVICO PARA OS ANTI-TOURADAS | 22.09.2012 | 20.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Onde andam os chicos-espertos,perguntará você.Eles vêm-se mais do nunca e subiram mesmo acima da nível das águas do mar com saltos mortais,que nem peixes-voadores.Esses que nos apontam as alternativas, como o nosso amigo Tózé...Mas há outros e desses, alguns foram novidade absoluta. Refiro-me àqueles comentadores "independentes" da Tv. que me pareciam pessoas sérias e me escaparam por largos anos.Quando passar a borrasca e os ouvir falar com "independência e apartidariamente" vou-me rir,só de pensar do seu histerismo e rubor, nos piores momentos de exaltação "patriótica"!
    Trambiqueiros | 22.09.2012 | 16.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A falr em xicos-espertos, pede-se a todos que leiam com atenção este artigo chocante sobre medicamentos: google " The drugs don't work: a modern medical scandal": http://www.guardian.co.uk/business/2012/sep/21/dru gs-industry-scandal-ben-goldacre
    EMPRESAS FARMACEUTICAS = CRIMINOS? | 22.09.2012 | 11.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mas ò Miguel, já tivemos um 1º Ministro que aumentou de uma só penada os FP em mais de 40%. Sabe quem foi? E estou de acordo: o Estado não pode ser maior que a própria economia que o sustenta ...
    anónimo | 21.09.2012 | 17.13Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O grande problema da economia nacional é um problema de insustentabilidade económica das finanças publicas, da banca e da segurança social. O dilema de Portugal assenta no facto de terem sido contratados ao longo de décadas, centenas de milhar de funcionários públicos que são absolutamente inúteis na sua função, ou por outras palavras mais diplomaticamente correctas, são redundantes, e o Estado não tem por um lado meios para continuar a endividar-se para lhes pagar os salários, e por outro não tem meios para de uma forma legal, constitucional, rápida e eficaz, se ver livre de todos aqueles. Pelo contrário, nas empresas e outras organizações não-públicas, não existem carreiras, progressões garantidas nem empregos para a vida, e isso é o que está certo e torna eficiente e competitiva a economia, gerando avanço tecnológico, prosperidade e crescimento. Se querem continuar a pagar vidas a assalariados públicos desnecessários, criando insolvência e descrédito nacional, recessão, desemprego e injustiça social - por esta ordem, então não se queixem quando pais e mães de família sem rendimentos nem garantias económicas injustiçados e revoltados, exigirem ao Governo que se endivide em mais uns biliões, para lhes pagar a vida a eles e aos seus filhos, tal como têm feito aos batalhões de funcionários públicos que estão a mais no sistema e pesam no Estado, ou seja na bolsa de todos nós e dos futuros cidadãos que estão para nascer.
    Miguel | 21.09.2012 | 15.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Zé Burro, para burro, tens ideias geniais. Acho que o povo é que tem de exigir que seja cortado o financiamento aos partidos, assim bem como o número de deputados na AR e o parque automóvel com motorista da malta que lá está.
    JMC | 21.09.2012 | 12.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Só uma questão: as dezenas de representantes do psd e o cds para reunir foram para o hotel Tivoli (onde o aluguer de espaços e os jantares são bem caros) em vez de irem para uma das várias centenas de sedes que têm, o que demonstra que os partidos estão endinheirados. Então porque é além dos cortes aos trabalhadores também não anunciam cortes nos apoios de milhões que dão aos partidos?
    zé burro | 21.09.2012 | 11.40Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ainda a há caro Pio, a questão é que os xico-espertos, que de espertos não têm nada, foram apanhados de surpresa perante tamanha manifestação de indignação da população. Ninguém estava à espera, eu não, de tal demonstração de força e por isso os tais xicos foram apanhados na "curva" e não tiveram tempo de emendar o erro e conseguir fazer o tal aproveitamento tipico do xico-esperto. Até porque estas manifestações mostraram claramente o repudio dos portugueses perante os partidos politicos, sobre todos eles, demonstrou que quando é um partido ou um qualquer sindicato a tentar fazer valer a sua força o povo simplesmente ignora-os porque está farto deles e das suas tretas de xico-espertismo e que hoje só responde perante si mesmo.
    zé burro | 21.09.2012 | 11.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A geração mais cleptocrática, incompetente, imbecil, cobarde, egoísta e velhaca da história de Portugal, foi a geração que fez o 25 de Abril de 1974, e os que entraram para a vida activa na década de 1980 e 1990 dando continuidade ao descalabro de ideias, visão e seriedade dos seus predecessores. Ironicamente, continuarão a ser eles os menos prejudicados por todos os males irreversíveis que provocaram ao país e ao futuro das gerações vindouras. Impunes, bem remediados e com a vida feita, bem estabelecida e organizada, nunca saberão o que é desemprego de longa duração no seio de toda a sua família, falta de oportunidades e recursos para educação e serviços de saúde de qualidade e o vexame constante, a depressão e pobreza envergonhada a que essas suas vítimas estão sujeitas no dia a dia. O próximo feriado do 25 de Abril deveria ser o último e nesse dia o fim do mito e da farsa ignóbil, deveria ser solenemente proclamado.
    A Praga | 21.09.2012 | 09.51Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mui caro doutor, engana-se. historicamente e por natureza, somos uma nação de xico-espertos. Aliás, podemos comprovar isso lendo e interpretando bem a nossa história e a história universal. Não perdemos uma única oportunidade para iludir ou ludibriar o outro, e, se esse outro for uma entidade sem nome ou sem rosto, melhor ainda. Concordo que nestas medidas do governo exista um nítido revanchismo do Gasparito e do D. Coelhone. Saíram-se mal porque medidas destas não lembrariam ao diabo, porventura, o maior dos malfeitores! Ora, com isto, o governo não está moribundo porque moribundo já nasceu. Ele está é morto com mais de quinhantas mil facadas no coração, das quais muitas dadas pelos seus gorilas e gurus. A solução passa por um governo de iniciativa popular, uma vez que não temos Presidente da República. Acho, ainda, que a Assembleia da República deveria ser remodelada, deixando vazias as cadeiras correspondentes à percentagem da abstenção. Preocupamo-nos tanto com a representação das minorias e desrespeitamos, completamente, essa grande maioria dos abstencionistas. Para mais, seria uma forma de obrigar à mais que urgente reforma da lei eleitoral e à diminuição do número de deputados.
    FIFI | 21.09.2012 | 09.50Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Elites essas, caro JL, que ainda não perceberam que o povo deste país mudou. Até na possibilidade de fazer comentários neste jornal isso é visível. Embora seja absolutamente contra qualquer tipo de violência, acho que este regime deveria ser "purgado".
    anónimo | 21.09.2012 | 09.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Caro JLPA . . . ! Boa "malha" . . . ! Mas, para compensar . . . ! Ficaram as "malguinhas" . . . ! Que "adoram" . . . ! FAZER "FILA" . . . ! BEM "ASSEADAS" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 21.09.2012 | 06.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE