PUBLICIDADE
INSTANTES

Votos de um Santo Natal

16 | 12 | 2008   08.20H
Luisa Castel-Branco

Eu sei que já não se usa a expressão, mas para quem acredita, com uma fé mais ou menos forte, estes votos são uma forma de partilhar uma esperança no melhor que os seres humanos têm. Mas seja quem for que esteja a ler este meu último texto antes do Natal, a todos e do fundo do meu coração, os votos são de paz, de que ninguém passe esta noite sozinho, ou perdido na tristeza. Porque num mundo ideal, nesta noite mágica não haveria ninguém doente, ninguém dormindo no chão da rua. Ninguém teria fome, ou frio, ou míngua de amor.

Mas porque a realidade é bem mais feia e pesada, então que consigamos pelo menos dar a mão aos mais próximos, ou estender a mão ao desconhecido que todos os dias se esconde nas mesmas arcadas da cidade.

Na voragem consumista em que se transformou esta quadra, a urgência de comprar algo para dar a uma longa lista de pessoas a quem o devemos fazer por uma razão ou outra, toldou-nos o verdadeiro sentido do Natal.

O que realmente importa é amar, é demonstrar esse amor e se for necessário dizer: não te comprei nada porque não podia mas escrevi-te esta carta, porque não?

Quantas vezes ao longo do ano paramos para dizer, quanto mais escrever, a alguém que é importante, para dizer obrigada pela tua amizade, pelo teu amor?

Perante a crise económica que o mundo atravessa, talvez possamos começar hoje o futuro: comprar menos, consumir menos, valorizar o que fazemos com as nossas próprias mãos. O Ano Novo vai chegar e só ouvimos desgraças anunciadas. Mas, quem sabe se não conseguimos surpreender-nos a nós mesmos e dizer: Eu sou capaz! Ingénua eu? Claro que sou! E ainda bem, porque assim posso continuar a sonhar e a acreditar que tudo é possível.

© Destak

37 comentários

  • Crónicas com poesia a mais. Avaliação: BOM. Deve sonhar menos e ser mais pragmática, em 2009.
    angela | 31.12.2008 | 15.51Hver comentário denunciado
  • Deixe lá Luísa...Se eu fosse mulher...seria a maior das Pecadoras...e nem sequer sei se o é...Não viemos ao mundo para ser Santos...e muito menos de pau carunchento... Você é bonita, inteligente, culta! Tem tudo para uma sedução perfeita. E como sabe melhor que eu...são as Senhores que escolhem quem, embora as inteligentes nos deixem na dúvida cruel de que foi quem...lol VOTOS DE UM SANTO NATAL é uma expressão simples e que cai fundo. Usemos e abusemos dela mesmo os que se dizem, por pedantismo quantas vezes, que são agnósticos e outras merdas que tais... Todos passaremos a gastar menos e a consumir menos primeiro por uma questão cultural, educativa e sensorial. Daí que possa ainda haver crise quando já não houver razão para tal...Porém o seguro morreu de velho e tinha apenas dezoito anos. Abraço...e Bom Ano para si e para o DESTAK e para todos que assim o entendam aceitar. (rectificado...)
    Gasogenio | 30.12.2008 | 01.04Hver comentário denunciado
  • Deixe lá Luisa...Se eu fosse mulher...seria a maior das Pecadoras...e nem sequer sei se o é...Não viemos ao mundo para ser Santos...e muito menos de pau carunchento... Você é bonita, inteligente, culta! Tem tudo para uma sedução perfeita. E como sabe melhor que eu...são as Senhores que escolhem quem, embora as inteligentes nos deixem na dúvida cruel de que foi quem...lol VOTOS DE UM SANTO NATAL é uma expressão simples e que cai fundol. Usemos e abusemos dela mesmo os que se dizem por pedantismo quantas vezes, que são agnósticos e outras merdas que tais... Todos passaremos a gastar menos e a consumir menos primeiro por uma questão cultural, educativa e sensorial. Daí que possa ainda haver crise quando já não ouver razão para tal...Porém o seguro morreu de velho e tinha apenas dezoito anos. Abraço...e Bom Ano para si e para o DESTAK e para todos que assim o entendamaceitar.
    Gasogenio | 30.12.2008 | 01.00Hver comentário denunciado
  • Ele há os pocket books, os pocket men, os pocket psicólogos... Qual destes é a sua medida, FBI, deixando os pocket books de fora, claro!? Conversa de pocket psicólogo tem seguramente, quanto ao demais, é problema seu. Talvez que um psicólogo clínico, ajude, sei lá!
    Vitória de Samotrácia | 22.12.2008 | 21.43Hver comentário denunciado
  • Ora estas e estes aleijados da carola,aproveitam o tema de Votos de um Santo Natal,para se estarem a lember e a encherem de ranho uns com os outros,mas sobre o tema ,nada. A análise que faço destes e destas eruditas,é que JFK,tem traumas muito profundos em relação a tudo o que é de esquerda,incluindo o próprio Cristianismo. Quanto às Victórias,está mais que visto,quando deixam o comput....devem ir todas besuntadas de ranho! Que cheiro ! ih ih ih ih ih ....
    FBI | 22.12.2008 | 19.34Hver comentário denunciado
  • Falemos de Natal a sério. Deixemo-nos de faits-divers!
    SENSOCA | 22.12.2008 | 18.10Hver comentário denunciado
  • 20.12.2008 | 18.01Hcomentário reprovado
  • Boas Festas, Feliz Natal, Feliz Ano Novo...Cá estamos mais uma vez na época do ano mais bonita, todos são bonzinhos, muito preocupados com tudo e todos, cheios de boa vontade e muito preocupados com os mais necessitados. Que giro, os outros 300 e muitos dias, não interessam, andam todos a comer o parceiro do lado, mas isso agora não interessa nada...Vamos é reunir a familia, pelo menos na véspera de Natal, comer o belo do bacalhau, dar umas risadas, contar as últimas histórias, irradiar muito amor entre todos, e esperar pela meia-noite, os mais crentes vão à missa do galo, os outros ficam a destilar o álcool que por essa altura já vai alto, toldando as ideias, e fazendo com que tudo à sua volta seja um mar de paz, harmonia e muito amor...Depois o ritual do toma lá dá cá, são as resmas de embrulhos, a troca de presentes, devidamente embrulhados em fantásticos papéis, com laços enormes e coloridos...que cenário deslumbrante, o barulho do rasgar dos presentes, os gritos de alegria pela prenda recebida, enfim o ritual de uma civilização que no século 21, plena de tecnologia e inovação continua a alimentar a ignorância e hipocrisia de costumes que nos foram transmitidos, geração após geração, baseados em factos que ninguém até hoje pode comprovar. Vamos é começar a ser honestos, olhar para o espelho, analisar a nossa conduta diária e praticar todos os dias actos correctos para com a sociedade, e assim ter um Natal todos os dias, ensinar a quem tanto fala nesta época que ser correcto não precisa de data, sim de vontade, acabar com os alicerces dessa suposta crença religiosa que sustenta uma resma de funcionários, com sede no Vaticano, e que controla a nossa vida desde com conversas doces mas carregadas de imperialismo, porque quem não é do clube, vive à margem, então meus amigos vamos criar uma marginalidade saudável, mais objectiva, onde o lema será muito simples e baseado num conhecido ditado popular “Não faças aos outros, o que não gostas que te façam a ti”, receita eficaz para vivermos todos bem. Hoje vou acabar por aqui, esperando que este Mundo se vá transformar num local melhor, onde todos tenham o seu lugar, onde ninguém passe privações e que viva todos os dias com alegria de estar vivo, chega...estar vivo é o melhor presente que podemos receber e ao qual só damos importância quando o perdemos.(www.kolmi.pt.vu)
    KOLMI | 20.12.2008 | 17.51Hver comentário denunciado
  • Oh JFK, o meu bom senso é só para inglês ver aqui no Destak. Fora daqui sou marada e em ocasiões muuuuito específicas sou mesmo MARADA de todo... :P hihihih!!! Post Scriptum: e com bom senso ou mau senso, sou uma raridade de mulher. RSRSRRS
    Hybrid-Lettuce | 19.12.2008 | 16.34Hver comentário denunciado
  • Esta miúda, a ALFACE-MARADA não deve ser má piquena! A gente lá tem tido os nossos quid pro quo (quem é que não tem quid pro quo's comigo??...), mas isso faz parte. Parece a ser mocinha com bom senso, uma raridade nas mulheres, como sabemos!!! : )))) Oh VITÓRIA-DEGOLADA se a menina se rir das minhas alarvidades, isso só abona a seu favor. Eu sou o primeiro a rir delas, confesso! E deixe lá que eu (em principio) não ofendo pessoas, só grupos (comunas, fascistas, padrecos, funcionários públicos, médicos, juizes e professores... ufa!) ou os cronistas - mas esses, se se expõem é porque estão dispostos a enfardar!
    JFK | 19.12.2008 | 15.03Hver comentário denunciado
  • Oh VITÓRIA DE SAMOTRÁCIA, desculpa lá estar a intrometer-me nas vossas conversa, mas houve aqui tanto abuso de usurpação de nicks - alguns bastante ofensivos - que a malta prefere jogar à defesa. Eu que o diga. A Victória também foi usurpada, o JFK o SLB e o FM, também foram. Mas finalmente o destak tomou providências para controlar estes abusos. Não sou contra uma linguagem brejeira, ou umas piaditas, agora quando há insultos, ofensas do bom nome e coisas do género..... digo eu... :)
    Hybrid-Lettuce | 18.12.2008 | 21.04Hver comentário denunciado
  • Você não deixa de ter graça, JFK! Adoro os seus insultos! Nem imagina o quanto me ri deles! Bloco de esquerda e vegetariana......Vá lá que não me chamou benfiquista! Você é arguto, isso foi mesmo para me insultar; mas sabe que não conseguiu, não é verdade? Quanto a si Victoria, desculpe. Fui de facto arrogante consigo; mas é que aquele seu comentário, aborreceu-me!
    Vitória de Samotrácia | 18.12.2008 | 18.34Hver comentário denunciado
  • Deve ser do BE e vegetariana...
    JFK | 18.12.2008 | 17.12Hver comentário denunciado
  • 18.12.2008 | 15.59Hcomentário reprovado
  • Oh VICTORIA, o melhor que se pode dizer da VITÓRIA DE SAMOTRÁCIA é que é uma desmiolada... ehehehe. É uma estátua grega sem cabeça, que perdeu de tanto pensar!...
    JFK | 18.12.2008 | 15.29Hver comentário denunciado
  • Viva VITÓRIA DE SAMOTRÁCIA agradeço mas não conheço nem estou interessada em quem é. Passe bem!!
    victoria | 18.12.2008 | 15.20Hver comentário denunciado
  • Oh meu caro ALLIEN48, eu sou muita coisa mas vulgar não é uma delas! Claro, o meu caro é que, apesar de pertencer à elite, tem um problema de vocabulário que não lhe permite adjectivar convenientemente. Não se penalize nem fustigue que é comum na elite portuguesa, a iliteracia. Se me quer ofender realmente chame-me comunista, salazarista, funcionário público, cigano, rato de sacristia ou benfiquista, mesmo. Dizer que um cromo como eu é vulgar é desconhecer o significado da palavra... Vá lá, esforce-se lá um bocado! Vai ver que é capaz, é só esperar que a sua ténue camada de verniz estale...
    JFK | 18.12.2008 | 15.07Hver comentário denunciado
  • VIVA Victoria! A pessoa em questão é VITÓRIA DE SAMOTRÁCIA e não Vitória. Não conhece, pois não? Claro que não, nunca fomos apresentadas. Mas não fique preocupada, porque ninguém vai pensar que foi você quem escreveu "aquela espécie de poema" !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!?????????????????? Também não lhe vou apresentar a Vitória de Samotrácia. Não conhece nem estaria interessada em conhecer. Seria seguramente muita pedra para a sua camioneta, ou .... melhor dizendo, navio!
    Vitória de Samotrácia | 18.12.2008 | 14.47Hver comentário denunciado
  • Sem chamom, JFK. Também podes conseguir, se te quiseres soltar um pouco desse banho de vulgaridade em que vives (pelo o que reflectem estes teus comentários).
    ALLIEN48 | 18.12.2008 | 13.21Hver comentário denunciado
  • Oh ALLIEN48, tu dá forte no chamon, não??
    JFK | 18.12.2008 | 12.32H
  • Querida VITÓRIA DE SAMOTRÁCIA, excelente o que abaixo dizes. Mesmo sem cabeça, ficaram-te as asas. E o amor é sentir este silencioso regozijo interno, celular, ao saber que o que escreveste faz parte da verdade.
    ALLIEN48 | 18.12.2008 | 12.15Hver comentário denunciado
  • Não é isso HYBRID-LETTUCE. É que eles já viram que eu tenho uma aduela a menos e dão-me desconto!!!... É que além de maluco, sou dos poucos que escrevem alguma coisa com piada... E também porque sou giro e tenho imenso sex-appeal... E, além disso, como já vários tipos assinalaram, pertenço à entourage do Sócrates...e também sou da PIDE...e dirigente sindical...e do Benfica (chiça, isso é que nem a brincar!!).
    JFK | 18.12.2008 | 12.02Hver comentário denunciado
  • Até estou admirada dos poemas não terem sido denunciados..... Se calhar é porque não se está a insuktar ninguém. Ou então começou a imperar o bom senso. Boaaaa
    Hybrid-Lettuce | 17.12.2008 | 20.43Hver comentário denunciado
  • Oh VICTORIA, peço desculpa! Já agora escolha um poemazito para darmos um ar cultural e intelectual aqui ao Destak. Mas uma coisa que tenha mamas e coisas do género... : ))
    JFK | 17.12.2008 | 15.09Hver comentário denunciado
  • oh JFK olhe que ainda pensam que fui que escrevi aquela espécie de poema... VICTORIA sou eu, a pessoa em questão é Vitória!!
    victoria | 17.12.2008 | 14.12Hver comentário denunciado
  • AHAHAHAHA. Boa HYBRID-LETTUCE!!! Haja alguém com sentido de humor, credo! Somos ou não somos um povo de poetas, carago???? Beijoca!
    JFK | 17.12.2008 | 13.22Hver comentário denunciado
  • Ena. JFK no seu melhor... e como a poesia é de um escritor conhecido, não haverá censura (será?). No entanto este soneto foilocalizado num caderno onde poemas de Bocage e de Pedro José Constâncio estavam misturados, não se tendo chegado a nenhuma conclusão definitiva sobre a autoria do mesmo. Também tenho um poema na mesma situção (autor indefinido) e posso dedicar aqueles que nos (des)governam: Soneto do C**** Governante Pela escadinha de um courão subindo / Parei na sala onde não entra o pejo; / Chinelo aqui e ali suado vejo, / E o fato de cordel pendente, rindo; / Quando em miséria tanta refletindo Estava, / me apareceu ninfa do Tejo, / Roendo um fatacaz de pão com queijo, / E para mim num ai vem rebolindo: / Dá-me um grito a razão: — "Eia, fujamos, / Minha porra infeliz, já deste inferno... / Mas tu respingas? Tenho dito, vamos..." / Eis a porra assim diz: — "Com ódio eterno / Eu, e os sócios colhões em ti mijamos; / Para baixo do umbigo eu só governo".
    Hybrid-Lettuce | 17.12.2008 | 12.25Hver comentário denunciado
  • Oh VICTÓRIA, eu também gosto de poesia... Por isso, e porque é Natal, apetece-me partilhar estes singelos versos que, infelizmente, não são meus. Chama-se 'Levanta Alzira os olhos pudibunda' e é do Manuel Maria Barbosa du Bocage. Não confundir com o Manuel Maria Carrilho, outro grande vulto da cultura Lusa... Para ver onde a mão lhe conduzia; Vendo que nela a porra lhe metia Fez-se mais do que o nácar rubicunda: Toco o pentelho seu, toco a rotunda Lisa bimba, onde Amor seu trono erguia; Entretanto em desejos ardia, Brando licor o pássaro lhe inunda: C'o dedo a greta sua lhe coçava; Ela, maquinalmente a mão movendo, Docemente o caralho embalava: "mais depressa" � lhe digo então morrendo, Enquanto ela sinais do mesmo dava; Mística pívia assim fomos comendo.
    JFK | 17.12.2008 | 12.10Hver comentário denunciado
  • Mas que VITÓRIA! Parabéns e obrigado, é tudo quanto se me oferece dizer.
    VENCIDA E CONVENCIDA | 16.12.2008 | 22.43Hver comentário denunciado
  • « Todo o tempo é de poesia Desde a arrumação do caos À confusão da harmonia... Todo o tempo é de poesia» Gedeão, António, citado de cor Parece que íamos vivendo num simulacro de harmonia, tudo muito contente, a parecer o que não era, a exibir o que não lhe pertencia, num constante faz de conta, numa roda quase imparável e gigante de adormecimento das consciências, quiçá mesmo de anulação das mesmas. Mas todas as engrenagens estão sujeitas às areias que as travam, encalham e eis senão quando, em vez da areia vem o pedregulho, cimento das várias areias e pós que se foram instalando; e a roda colapsa, desmorona-se! Ninguém deu atenção aos sinais, ou melhor uns deram e fizeram de tudo para que outros não dessem. Foram oleando a roda com óleos sujos e infectos na intenção e presunção de que a roda giraria, com uma velocidade cada vez mais alucinante, sem se aperceberem, ébrios de tanto querer parecer e ter, do essencial.... Alguns gritos iam sendo dados,por parte daqueles que olhando a roda com olhos de ver, estavam certos do colapso, só não tinham a certeza de quando se daria. Mas quem os ouvia? Melhor, quem os escutava, a esses pensadores de matriz humanista, iluminados muitos deles pelo conhecimento da História e da natureza humana (aqui também se incluem os poetas). Quase ninguém, e muito menos os que tInham e têm responsabilidades de carácter político versus económico - é que se tornaram tão imbricadamente cúmplices que já nem se sabe onde começam uns e acabam os outros! Dizia-se que esses que pensaram e pensam não foram ouvidos. Claro que não: desde quando pensar é algo de produtivo e gera valor acrescentado, num mundo assente nos pés de barro do primado do material! ( "a confusão da harmonia") Todo o sistema estava especialmente pensado para não deixar pensar e para pôr em pouco o produto do pensamento dos que pensavam e pensam (redundâncias intencionais)! Está chegada a hora da "arrumação do caos"!
    Vitória de Samotrácia | 16.12.2008 | 22.13Hver comentário denunciado
  • 19 cm3. É um mãozinha. 2x3x3,2 cm.
    L'Enfant Térrible | 16.12.2008 | 19.52Hver comentário denunciado
  • eh lá, JFK, a tua mão tem 19 cms? quase do tamanho do meu pescoço
    ahahah | 16.12.2008 | 15.51Hver comentário denunciado
  • Como não sou consumista e não compro presentes no Natal para ninguém, isto faz de mim um bom...cristão!!!! Realmente prefiro dar amor...às primas...amigas...amantes...às jovens encostadas às esquinas a precisar de uma mão amiga ... 19 cm de amor...
    JFK | 16.12.2008 | 15.35Hver comentário denunciado
  • chiça não largam a senhora! qualquer coisa que diga pimba!!
    :| | 16.12.2008 | 15.01Hver comentário denunciado
  • Esta senhora é do contra ou quê. Está todo o mundo preocupado com o decréscimo do consumo e ela a mandar-nos poupar! Visão política ou económica não terá, certamente. Solidária, não sei se será. Há que consumir, consumir, consumir, até aos limites dos nossos créditos. Isto é para estoirar e como tal ninguém pagará nada a ninguém. Embora com algum mau gosto, reconheço, relembro que quando arderam os armazéns do Chiado, vi dezenas de famílias felizes e talvez tenham sido centenas ou milhares porque com o incêndio ficaram saldadas as suas dívidas. Não tenham ilusões de que o estado vai colapsar com estas dádivas ao capital, sem que daí o povo nada beneficie. Consta-se que esses dinheiros já estão a ser canalizados para os tubarões da alta finança. Por que esperam, ah, ah. ah?
    BON VIVANT | 16.12.2008 | 14.15Hver comentário denunciado
  • É bom que haja um dia destinado a lembrar-nos do lado bom das coisas e de nós mesmos. Não vou na treta de que o Natal deveria ser todos os dias. Se assim fosse, ninguém lhe ligava nenhuma. Ao menos assim ainda somos melhores do que o costume uma vez por ano. Boas Festas
    Papai Noel | 16.12.2008 | 12.36Hver comentário denunciado
  • o Espírito de Natal deveria ser na época entre o Ano Novo e o Natal, e não somente entre o Natal e o Ano Novo (tal como os doces, é no que comemos entre o Ano Novo e o Natal que engordamos e não entre o Natal e o Ano Novo)....eheheh, confusos?não vale a pena
    Alberto | 16.12.2008 | 11.45Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE