OPINIÃO

A coisa está a endireitar-se

01 | 03 | 2017   22.55H
Lídia Paralta | destak@destak.pt
Entre críticas e predições mais ou menos catastróficas de desgraça, a época de estreia de José Mourinho no Man. United começa a endireitar-se. No domingo, os red devils venceram o segundo troféu da época, a Taça da Liga, depois de terem garantido a Supertaça. E, de repente, 2016/17 pode acabar com quatro taças: o United ainda luta pela Taça de Inglaterra e pela Liga Europa. Dirão os mais céticos que conquistar taças é bom, mas que Mourinho foi contratado para vencer a Premier League. E se é certo que o sexto lugar na tabela é um tanto quanto dececionante e o título só matematicamente é que não é impossível, também o é que o 2º lugar, que neste momento pertence ao Tottenham, está a 5 pontos, sendo que o Manchester United tem menos um jogo que os londrinos. Seria uma tarefa quase hercúlea para Mourinho levar o United da crise das últimas épocas até ao título em apenas um ano, mesmo com o grande investimento em jogadores como Paul Pogba, Henrikh Mkhitaryan ou Zlatan Ibrahimovic (que veio de graça, mas há comissões e salários a pagar). O plantel tem outras lacunas, que levarão pelo menos um par de anos a acertar e Mourinho está a fazer esse trabalho. Falta agora consolidar um pouco mais um futebol que melhorou muito desde o início da época e também aquela pontinha de sorte, que tem escapado em alguns jogos que o United empatou e podia perfeitamente ter ganho. Não daria para ganhar o campeonato, mas pelo menos para a qualificação para a Champions ser uma certeza.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE