INSTANTES

Está tudo doido

05 | 03 | 2018   17.27H
Luisa Castel-Branco

Primeiro foi o inverno que não veio e as praias cheias de gente. O calor no verão foi de tal forma que derreteu casas, árvores, pessoas. Agora é o vento que dobra ao meio as árvores, faz assobiar as janelas e nós com medo do que vem a seguir.

A televisão mostra-nos imagens de locais que conhecemos ou já vimos antes e que se transformaram em gelo, o branco a cobrir tudo e o frio que ninguém sentira antes na sua vida ou na dos seus antepassados, a cair e a matar.

Um tornado. Dois tornados. Mas isso dantes não era só lá longe? De cada vez que uma menina simpática vem à TV falar sobre o tempo previsto para os próximos dias, invariavelmente diz o contrário do que tinha dito no dia anterior.

Agora os ventos são tempestades e têm nomes bonitos, como Ema. E as notícias dizem que a Ema vai para aqui e vem dali e pronto, aparece outra qualquer, com nome igualmente bonito, o que na prática me parece a mim, que tal como as mulheres, as novas tempestades são incompreensíveis e difíceis de adivinhar o que fazem de seguida.

Tudo tão estranho, quanto estranho e assustador é assistir às restantes notícias sobre o mundo, que vai ficando cada vez mais pequenino, tão pequenino que se reduz a dois ou três homens e aos seus botões. Muito provavelmente também têm botões na roupa, mas estes são aqueles que nos podem aniquilar a todos. De rompante.

E onde houve antes a guerra fria com as suas muitas histórias verdadeiras ou não de espiões, agora é tudo mais fácil. Estes homens, os mais poderosos do nosso universo, insultam-se e ameaçam-se através das redes sociais ou riem para as câmaras.

Riem de quê? Para onde vamos? Seja lá para onde for, será seguramente um tempo pleno de estupidez, falta de vergonha, de humanidade e respeito. Onde está o respeito pelo cargo que cada um destes homens exerce?

Assemelham-se mais a miúdos a fazer um jogo, quem consegue fazer chichi mais longe?

Está tudo doido e as árvores dobram-se ao meio e roçam as casas.

© Destak

3 comentários

  • -------INCÊNDIOS DO ANO PASSADO -------------------O POVO PORTUGUÊS ESPERA QUE A ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA QUE PROVOCOU DELIBERADAMENTE OS INCÊNDIOS, REIVINDIQUE ESSES ACTOS TERRORISTAS - TUDO INDICA PARA TERRORISMO INCENDIÁRIO- TODOS OS INCÊNDIOS FORAM LANÇADOS AOS FINS DE SEMANA E TIVERAM COMO PONTO DE PARTIDA AS FASES MAIS DÉBEIS DA PROTECÇÃO CIVIL. O PRIMEIRO ANTES DO INÍCIO DA ÉPOCA DOS INCÊNDIOS E O SEGUNDO DEPOIS DE ACABAR A "FASE CHARLIE", QUANDO FORAM DESMOBILIZADOS OS PRINCIPAIS MEIOS E LOGO DEPOIS DO FIM DE SEMANA ELEITORAL. ISTO SÃO COINCIDÊNCIAS A MAIS TENDO AINDA EM CONTA A FORTE DERROTA ELEITORAL DOS PARTIDOS DA ACTUAL E NOVA DIREITA FASCISTA QUE FOI AFASTADA DO PODER:-------------------------------------------- ------------------------------------- PORTUGAL É MAIOR E MAIS PODEROSO DO QUE ESSES CRIMINOSOS INCENDIÁRIOS E NÃO DEVE TER MEDO DE VIVER E CONVIVER COM O TERRORISMO À SEMELHANÇA DOS ATAQUES QUE SOFREU O REINO UNIDO E A FRANÇA NÃO PODEMOS VACILAR PERANTE ESTE CRIME FORTEMENTE ORGANIZADO.--------------------------- • Alguns Feitos Históricos Surpreendentes Relatados na História de Portugal: • 600 portugueses defenderam a fortaleza de Diu num cerco de vários meses contra 70 galés turcas e um exército de terra de 23.000 homens. Após a perda de milhares de homens os turcos desistiram, considerando os portugueses invencíveis. No final do confronto restavam apenas 40 guerreiros portugueses capazes de lutar.------------------------------------------ • Um piloto português veio da Índia para Portugal num pequeno barco a remos com uma só vela, tendo o Rei D. João III mandado queimar a minúscula embarcação para não constar que uma viagem destas fosse possível.---------------------------------------- --- • Um português desafiou sozinho um exército turco de milhares de guerreiros para recuperar um capacete perdido que lhe tinha sido emprestado.--------------------------------------- ---- • Cinco portugueses tomaram uma galé turca de 150 guerreiros.--------------------------------------- --------- • Dois portugueses defenderam um baluarte em ruínas contra 700 turcos, impedindo a sua tomada.---------------------- • 120 portugueses conquistaram uma fortaleza defendida por um exército de 50.000 guerreiros.--------------------------------------- -- Recentemente formos amargamente roubados pelo partido único P.P.D/P.S.D - CDS- e a nova líder Assunção Cristas de Eucalipto que só sabe apagar velas de aniversário, quer aproveitar estes ataques terroristas ainda não reivindicados para encobrir a maior derrota da direita em Eleições Autárquicas. Esta senhora que aprovou a "eucaliptização" do país quer agora um extintor de incêndios em cada árvore e quer alcatifar de amianto o Pinhal de Leiria? . O Povo deve pensar bem nos acontecimentos e exigir que o Ministério Público através dos órgãos de polícia criminal vá procurar os vestígios dos engenhos pirotécnicos que foram usados para desencadear os fogos que lavraram de forma descontrolada e são já considerados o "11 de setembro português"-------------------------------
    RIC | 21.03.2018 | 11.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ....não liguem.........são efeitos do....caruncho.....!!!!
    ROSTROF | 13.03.2018 | 15.38Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ai os malandrecos, os piratas, os meliantes e os restantes, é assim a bida, morreram as baca e ficaram os vois mas para alegrar a malta fica aqui o que faz falta: a-imoralidade-da-moral.weebly.com
    Ah pois é | 08.03.2018 | 23.43Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE