OPINIÃO

O jogo do título

25 | 04 | 2018   22.41H
Lídia Paralta | destak@destak.pt

Por esta altura do campeonato (literalmente), anda já meio mundo à espera do dérbi entre Sporting e Benfica, aquele jogo que tem toda a pinta de decidir a liga. Afinal de contas é um Sporting-Benfica, ambas as equipas têm ainda muito que ganhar ou perder e vai jogar-se na penúltima jornada. Mas é bem possível que o jogo do título não seja esse. Bem, qualquer um deles até ao final da época será um potencial jogo do título, mas se há encontro que pode definitivamente lançar o FC Porto para o título ou, pelo contrário, criar uma situação de pressão gigantesca em caso de mau resultado é a deslocação ao Funchal no próximo domingo.

Jogar nos Barreiros contra o Marítimo nunca é fácil para os grandes e para o FC Porto tem sido um bico de obra nos últimos anos. Aliás, desde 2012 que os dragões não conseguem ali vencer, seja para o campeonato, já para outras competições. Nos seis jogos que o FC Porto daí para cá nos Barreiros, empataram três, perderam outros três.

Vencer no Funchal seria portanto uma alavanca emocional (bem, e prática) tal para o FC Porto, que o dérbi de 5 de maio correria o risco de se tornar um jogo irrelevante para o título, servindo apenas para definir entre as duas equipas de Lisboa qual das duas terá a possibilidade de jogar na Liga dos Campeões da próxima temporada. O que, diga-se, não sendo um título, é quase tão essencial, porque há contas para pagar e jogadores para contratar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE