PUBLICIDADE
OPINIÃO

Estamos preparados para o mundo digital?

11 | 09 | 2019   22.54H
João Paulo Saraiva (Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lisboa)

Diminuir as desigualdades digitais que afetam, principalmente, a população mais idosa, de menores rendimentos ou baixos níveis de qualificação é o objetivo do Programa para a Inclusão e Literacia Digital, criado pela CML no âmbito do plano de formação para os seus trabalhadores e público em geral. O modelo cresceu, viu resultados, especialmente pela reação dos frequentadores em cada edição. E vai ser levado até mais pessoas, dentro e fora de Lisboa. Porque o fosso digital é ainda, para muitas, um problema bem real.

Há processos, naturais às novas gerações, que não são simples para todos. Os dados existentes indicam que cerca de metade da população portuguesa não possui competências digitais básicas. A Área Metropolitana de Lisboa está melhor neste índice. Mesmo assim, cerca de 18% dos indivíduos acima dos 16 anos não utiliza a Internet e 13% nunca usou um computador. Indicadores que acentuam a necessidade de desenvolver políticas nesta área.

O Município, depois de ouvir os próprios cidadãos sobre as competências de que sentiam mais falta, definiu uma estratégia que incluía a implementação do Programa para a Inclusão e Literacia Digital. Iniciado em 2017, com 10 cursos na freguesia de Marvila, e a atribuição de um «passaporte digital» ao longo da aprendizagem feita para utilizar serviços públicos online, comunicar com a família e amigos, fazer apresentações ou currículos profissionais, partilhar fotos, realizar vídeos, construir folhas de cálculo.

O programa já realizou desde então mais de 50 ações para formandos dos 30 aos 84 anos (sendo aberto a todos). A sua qualidade foi distinguida com o prémio «Aprender ao Longo da Vida 2018» e depois reconhecida pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia como modelo a adotar em termos nacionais, levando-o a mais públicos e outros locais. Em Lisboa, até ao final do ano, serão realizados 50 novos cursos. O plano será hoje discutido na autarquia e as inscrições anunciadas em breve.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE