PUBLICIDADE
OPINIÃO

O clamor das virgens

11 | 03 | 2010   21.37H
J.L. Pio Abreu

Em 1995, Bill Clinton, acossado por uma matilha de jornalistas, afirmou: “Eu nunca tive relações sexuais com essa mulher, a senhora Lewinski”. Bill Clinton já andava a ser perseguido por vários outros pecadilhos, mas desde que a “amiga” Linda Trip entregou gravações das conversas telefónicas com Mónica Lewinsky ao procurador Keneth Starr, o clamor das virgens não o largou mais.

Mentiu, disseram elas, e tinha antes mentido sob juramento. Perjúrio, clamaram elas. Elas, as virgens transparentes que nunca pregaram uma mentira, que nunca omitiram um facto da sua vida, que não tiveram relações impróprias com ninguém, não falando já, evidentemente, de ter tido relações sexuais. O clamor das virgens não largou mais o presidente, de tal modo que, meses a fio, a nação americana esqueceu tudo o resto para se concentrar na questão semântica: o que significa ter relações sexuais? Clinton acabou por admitir que teria tido relações impróprias com Lewinsky, mas não relações sexuais. Não havia assim mentira nem perjúrio. O clamor das virgens sossegou.

O clamor das virgens anda agora por Portugal, embora seja diferente a sua virgindade. As virgens portuguesas são aquelas que, como se tem visto, nunca dizem senão a verdade. São aquelas que nunca tentaram influenciar a opinião pública, nunca compraram ninguém e, sobretudo, não se venderam. São as que ganham honestamente pelo valor do seu trabalho útil e nada receberam do Estado. Andaram descalças por este país minado e nem sequer sujaram os pés. Milagres da virgindade!

© Destak

9 comentários

  • Parabéns por esta opinião ... na minha maneira de entender existem muitas metáforas e eufemismos que para um bom entendedor meia palavra basta ...
    Comparar a América com o nosso País ... só mesmo no clamor que é parecido ... Bem visto ... o superficial vem muitas vezes à superfície e distrai ... e neste momento estamos a assistir a isso tudo ...o essencial fica de fora ... são manobras e tudo se mistura ... The show must stop ...
    Marluz | 18.03.2010 | 13.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Até que enfim que começo a ouvir alguém chamar os bois pelos nomes certos .
    Só podia vir mesmo de um psiquiatra saudável . Muitos parabéns .
    gurefe | 18.03.2010 | 11.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pio, filho, o Bill falou verdade. Ele nunca teve "relações sexuais" com a Mónica, como estas são estatutadas por uma alta instância dos EUA, ou seja: genital masculino com genital feminino. Sabe-se agora que o Bill deu o genital dele e a Mónica deu uma parte do seu aparelho digestivo. Também há grupos que com essa definição se propõem casar virgens. Mas claro, virgens dos genitais, por tudo o resto só não vale tirar olhos. Por cá é a mesma coisa. Poderia contar-te mil histórias, mas muito gabinete, muita mobília, muita alcatifa, muito automóvel as contariam melhor. Mas claro, é tudo amor(tização).
    WebDot | 15.03.2010 | 17.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Estabelecer paralelismos entre Clinton e Sócrates, parece-me abusivo. Entre eles existe a diferença equivalente a imensidão do oceano que nos separa. Em relação às "virgens" é mesmo isso e lembro o velho ditado "olha para o que eu digo e não faças o que eu faço". Políticos, é tudo farinha do mesmo saco quer seja à esquerda quer à direita. Pior se torna quando a gamela é pequena e todos querem um pouco de farelo ou uma simples bolota.
    TRETAS | 13.03.2010 | 08.38H
  • A verdade: os Boys obrigaram a PT a criar um novo serviço exclusivo para Primeiro-Ministros, Primeiro-Ministro-Easy, que permite falar ilimitadamente para todos os reis e presidentes do mundo e que oferece a primeira chamada grátis para o Rei de Espanha! Um escândalo, vejam lá! Depois de usar esse serviço para acabar com o jornal da TVI, Sócrates telefonou a Obama para que ele obrigasse o Liberty Acquisition, a adquir a maioria do capital da Prisa! Cuidado, pois o serviço tem acesso directo à rainha de Inglaterra e ao Bin Laden. Ai de mim, se o Sócrates pedir ao Bin-Laden para atirar um avião para cima da Kapital, onde é que eu vou poder fazer tristes figuras, agora que não apareço no noticiàrio??...!... Apelo ao Presidente da Republica e ao Cardeal Patriarca. Se ninguém fizer nada vou falar com o Papa, pois a Igreja sempre protegeu a liberdade de expressão neste país e o serviço Primeiro-Ministro-Easy da PT não tem acesso ao Vaticano!
    VirgemBotox | 12.03.2010 | 12.02H
  • Essa de "matilha de jornalista" paga direitos de autoria!!! mas ok, eu desculpo, que se lixem essas coisas mesquinhas. Boa crónica :)
    glass | 12.03.2010 | 10.12H
  • A hipocrisia é uma arte! Excelente comentário do Correspondente nos EUA ...
    Anonimo | 12.03.2010 | 09.43H
  • É verdade, isto é um país de virgens e santos populares . . . !
    alexandre barreira | 12.03.2010 | 08.18H
  • A Cereja em cima do bolo:
    Na sexta-feira passada, um fundo norte-americano, o Liberty Acquisition, adquiriu a maioria do capital da Prisa e, em consequência, da TVI. Seria de perguntar a Cavaco se ... Sócrates deveria ter sido informado LOL Acredito que nem assim ganhem vergonha das figuras que andam a fazer, o coro dos pressionados.
    Correspondente nos EUA | 12.03.2010 | 01.46H
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE