PUBLICIDADE
EDITORIAL

Use o beijo contra a crise

13 | 04 | 2010   23.11H
Isabel Stilwell | editorial@destak.pt

Primeiro lugar-comum: A Igreja Católica é constituída por homens sujeitos às fragilidades da sua condição é um lugar-comum. Poucos são os ungidos pela Santidade. O Povo de Deus é formado por pecadores que esperam a remição das suas faltas. E tantas são.

Segundo lugar-comum: As denunciadas práticas de pedofilia imputadas a sacerdotes católicos são chocantes e indignam de forma especial os próprios católicos. São ofensas gravíssimas às crianças e a Deus, cometidas por quem as devia proteger e educar.

Terceiro lugar-comum: O ocorrido em instituições da Igreja Católica passou-se em instituições de outras Igrejas, de organizações laicas, do próprio Estado e passa-se, infelizmente, no seio de muitas famílias. Entre nós o infindável “Processo Casa Pia” deixou no ar muitas e muitas interrogações sobre os comportamentos de uns e as omissões de outros. E falamos de tempos recentes. Não remontamos a meio século atrás em que a valoração destes actos era outra e os silêncios acobertavam prevaricadores com relevância pública conhecida.

Quarto lugar-comum: Esta factualidade nada justifica ou branqueia. Ao contrário do mundo secular, a Igreja prostrou-se perante o sacrifício e a dor das vítimas de tais perversões. Pediu desculpa num gesto de profundo sofrimento. Reparou o que pôde reparar. E submeteu à Justiça dos homens os crimes praticados.

O que também é lugar-comum: Tudo isto é indiferente ao fundamentalismo ateísta, alimentado por ódios, recalcamentos e muita irresponsabilidade. Ver beliscada a autoridade moral da Igreja através de comportamentos indignos de alguns sacerdotes é uma prebenda que desfruta com indizível deleite. Ao pé desta campanha, o anticlericalismo jacobino da Carbonária era um jogo de playstation!

© Destak

4 comentários

  • Este texto é igual ao do Seixas ...
    ;-) | 14.04.2010 | 11.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Uff! Até que enfim concodo consigo! :) cumprimentos, faz falta mais intervenção dos jornais nestes aspectos, pois há uma enorme responsabilidade social em quem possui um órgão de informação, baseado, portanto, num processo de difusão. Bom texto!
    ALIAMEN | 14.04.2010 | 10.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Quinto ligar comum: O beijo de judas no seu esplendor . . . !
    alexandre barreira | 14.04.2010 | 07.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O beijo nem sempre é inócuo.
    Há quem apanhe herpes que é uma doença incurável e muito chata.
    Quanto aos lugares comuns,são verdades de Lapalice.
    So não percebi a "indiferença"dos fundamentalistas ateus,que se deleitam com estes escândalos do comportamento indigno de alguns sacerdotes católicos.!sic,
    Então se a drªIsabel diz que eles(os ateus) são indiferentes,porque motivo se regozijam com algo a que não passam cartão?!....Não bate a bota com a perdigota...
    sedas | 14.04.2010 | 02.00Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE