PUBLICIDADE
EDITORIAL

Viagem para lá do arco-íris

13 | 05 | 2010   21.44H
Isabel Stilwell | editorial@destak.pt

Confesso que não consigo tirar os olhos dos sapatos encarnados do Papa, divertem-me, dão-lhe um ar de velhinho pequenino e bem disposto, que decidiu pedir emprestado os sapatos à Dorothy, do Feiticeiro de Oz e que, como ela, vai descobrir o que há para lá do arco-íris.

Este meu espanto só prova a minha ignorância, porque só hoje descobri que os sapatos encarnados são usados pelos papas desde o século XVII e fazem parte da sua «farda de ir à rua» (em casa usam sapatos tipo pantufas, na liturgia tradicionalmente sandálias de pescador). Ignorante serei, mas pelo menos nem má nem mesquinhamente ansiosa por descobrir na marca dos sapatos um símbolo exterior de riqueza ou de vaidade que uns tantos lhe querem atribuir.

Vaidade no mau sentido, entenda-se, porque cá por mim há vaidades boas, como a de querer ter uns sapatos bonitos e desejar que a imagem que o espelho nos devolve nos encha de satisfação e orgulho - claro que não sei se o próprio Papa considerava a minha definição deste «pecado» suficientemente ortodoxa mas, pelo que diz um dos seus assessores, farta-se de rir com as especulações sobre os seus sapatos Prada e encolhe os ombros quando o querem transformar na «cara» dos acessórios que usa.

Os óculos e a caneta já os tinha quando era cardeal, os sapatos são da autoria do seu sapateiro pessoal, e o iPod foi uma oferta recente dos trabalhadores da rádio Vaticano, para poder ouvir os programas, diz fonte próxima. Quanto às oficiais, calam-se, e fazem muito bem, que era o que faltava que houvesse necessidade de justificar o guarda-roupa do senhor.

Mas vamos à história dos sapatos. Os cardeais e o Papa usam há séculos sapatos encarnados, cor que simboliza o sangue dos mártires e o fogo do Espírito Santo. Tradicionalmente, eram bordados com uma cruz dourada, mas Paulo VI eliminou a cruz e impediu que lhe beijassem o pé, como era costume.

João Paulo I, Papa por 33 dias, usava sapatinhos vermelhos iguais aos do seu antecessor e, como todos os papas, foi enterrado com eles calçados. João Paulo II quebrou a tradi-ção, preferindo sapatos de carneira castanhos. Bento XVI voltou à tradi-ção, num momento em que a TV e as fotografias são a cores. Ou seja, pela pela primeira vez, temos direito aos sapatos «ao vivo e a cores». Eu gosto.

© Destak

11 comentários

  • CONTINUA»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»» Denunciaram-me o comentário! "Foda-se!!! Desculpem lá! Doentes estão vocês! Palavras de ARRRBURROS. Como sabem e se não sabem deviam saber, que desde os primeiros tempos nas Religiões Primordiais houve a iniciação sexual da Mulher e do Homem. O Cristianismo/Catolicismo foi beber erradamente esses rituais. Os Mitos dos nascimentos Virginais anteriores foram bem acolhidos e daí o culto Mariano. Devido à grande falta de moral do Clero fizeram o Concilio de Elvira na Península Ibérica, saindo daí o celibato do próprio Clero. Posteriormente confirmado no Concilio de Trento. Santo Agostinho de cultura pagã, embora filho de mãe católica, Santa Mónica, tomou uma jovem como concubina, Melânia (?) - Mãe de seu filho Adeodato. Pediu a esta que o abandonasse por ser luxúria. Santo Ambrósio Bispo de Milão fez com que se convertesse ao Cristianismo. Tendo assim enunciado o pecado carnal da Luxúria. Como os evangelhos escritos há posteriori retrataram o Mestre Jesus como uma personagem Mística e mais tarde Filho do próprio Deus. Chegaram à triste conclusão que o sexo seria luxúria se não fosse para procriar. Assim depois de dois mil anos temos, que para o catolicismo a Educação Sexual é um papão, que pode levar a cometer o pecado mortal da luxúria. Pecado este enunciado por por Santo Agostinho. Portanto o que deveria ser ensinado seria a nas escolas seria a Retórica da Moral Cristã e pôr de lado tudo que diga respeito com uma actividade sexual saudável dentro da verdadeira e Universal Moral. Sendo assim uma personagem educada num Colégio Jesuíta de Santo Tirso, não pode ter outra ideia em mente, que Educação ou Informações sobre o acto Sexual, só servem para alargar o pecado da Luxúria, como é o caso da fornicação sem qualquer regra. Bem-haja
    Zé Ernesto Gaia | 16.05.2010 | 16.24Hver comentário denunciado
  • Para pensar nestas e outras excentricidades, talvez não seja má ideia ler ou reler "Dom Frei Bertolameu" de Aquilino Ribeiro.
    Ler | 16.05.2010 | 13.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • De facto, aqueles que só pensam em dinheiro transformam-se numa seca monumental... Felizmente que cada vez mais gente o percebe, apesar do monstruoso esforço publicitário para o contrário. A maioria dos media só promove aquilo que é bom para quem manda nos media. Por exemplo, será que Israel parou com a construção de colonatos? Toda a gente sabe que não. Eles estão a ser criados no mesmo instante em que os media se calam sobre o assunto. As razões são as mesmas. Os media falaram de terem andado carros da Google a fotografar tudo o que lhes apeteceu para o Street-view? Não. Calaram-se para lhes darem tempo de o fazerem. Então, quando falam os media? Os media falam só depois de os meninos terem feito o trabalhinho. É numa miséria anti-social destas que se transforma quem só pensa em dinheiro. Felizmente o mundo abre os olhos!
    SOLIMARE | 16.05.2010 | 11.40Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os sapatinhos do papa são muito giros, muito importantes para lhe tapar os pezinhos santos e o resto!
    Fonte do Correio da Manhã:
    -INEM gastou 227 mil € com Papa A visita de quatro dias do Papa Bento XVI a Portugal custou ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) pouco mais de 227 mil euros. Aquela que foi a maior operação de socorro desta década em Portugal implicou a mobilização de 83 meios (viaturas e helicópteros), 57 médicos, 63 enfermeiros, 133 técnicos de ambulância de emergência, 52 técnicos operacionais de telecomunicações de socorro e 15 elementos de logística.
    Se quiserem pensar, façam o favor..
    www.kolmi.pt.vu | 16.05.2010 | 10.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • D. Duarte Pio de Bragança, foi um celibatário tardio. Portanto as suas opções de casamento, foram exigências de sucessão. Penso dentro da sua afirmação que deve ter casado tarde e virgem. Meteu-se em problemas graves em Angola e foi mandado pelo Doutor Marcelo Caetano regressar para Portugal. Os amigos monárquicos andavam com o problema de ele se manter celibatário e por isso comprometer a sucessão. Mas teve a felicidade de lhe ter sido apresentada uma Excelente Senhora, Dona Isabel Herédia com quem casou e fez dele uma personagem mais digna da sua possível missão e deu uma esmerada educação aos seus três filhos. Portanto a sua afirmação é de uma linguagem informal e de uma personagem que não evoluiu no tempo. Lembro-me quando a família se instalou algum tempo em Vila Nova de Gaia, por volta de 1953, numa residência propriedade de D. Maria Borges e dos condes da Covilhã. Sendo os meios financeiros precários. Mas já são águas passadas por debaixo da ponte e nunca mais votarão a passar. Podemos afirmar se a juventude tiver uma educação sexual séria, será um bom contributo para a sua moral. Não vamos pedir aos portugueses que sejam moralistas e ao mesmo tempo eunucos. Um bem-haja
    Zé Ernesto Gaia | 16.05.2010 | 00.23Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Parabéns. Desta conseguiu um editorial lúdico e interessante. Vê-se que o Papa anda por aí e já começa a influenciar, pela positiva, as pessoas. Bem haja.
    pedro lindo | 14.05.2010 | 22.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Há quem só consiga ver os sapatos...
    Rui Lisboa | 14.05.2010 | 20.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mas olhem que uns sapatos cor de rosa até não lhe firariam mal . . . !
    alexandre barreira |
    ERRATA: ficariam. | 14.05.2010 | 16.40Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ERRATA: ficariam.
    alexandre barreira | 14.05.2010 | 07.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mas olhem que uns sapatos cor de rosa até não lhe firariam mal . . . !
    alexandre barreira | 14.05.2010 | 07.00Hver comentário denunciado
  • Crónica engraçada. Faz a senhora parece uma menina pequenina e bem disposta. :) Vai ver que sapatos do Papa pegam moda...
    NICE | 13.05.2010 | 23.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE