PUBLICIDADE
EDITORIAL

O Rating da República por Sócrates

06 | 04 | 2011   22.20H
Isabel Stilwell | editorial@destak.pt

O pedido de ajuda financeira não é novidade. Quem viu a entrevista do eng. Sócrates, há dois dias, só conseguia perguntar-se como é que descalçaria a bota quando fosse obrigado a chamar o FMI. Até era aflitivo vê-lo a recusar-se sequer a aceitar colocar esse cenário, ou tão pouco da possibilidade de não haver dinheiro para salários.

Mas quem o escutou ontem só se pode admirar com a capacidade que tem de dizer uma coisa e o seu contrário, com a mesma fluência e convicção. Tem tanto talento para a demagogia, que Pedro Passos Coelhos soou confuso, sem saber como se manifestar feliz pelo pedido, sem felicitar o adversário, pedir que os portugueses não discutam responsabilidades enquanto o PSD coadjuva o PS a fazer as contas sem apaziguar os ânimos, que na campanha eleitoral se querem exaltados. Prometeu por isso uma desforra lá para Maio.

Mas o mais extraordinário foi que ambos falaram como se não fosse preciso mais do que enviar o pedido, e esperar pelo cheque na volta do correio, esquecendo-se de que na situação limite em que nos encontramos perdemos qualquer capacidade negocial, sendo obrigados a aceitar tudo aquilo que nos quiserem impor. Agora só falta o típico momento de amnésia nacional, em que nos esquecemos de que tudo isto é culpa nossa.

© Destak

8 comentários

  • Carta aberta ao primeiro ministro, José Pinoquio.
    Caro Pinoquio.
    Os portugueses estao revoltados contra si, mas o sr. coitadinho, não tem culpa nenhuma do que se esta a passar. O sr, que se rodeou de gente tão honesta e competente, o sr. que tem o maior aparelho de Estado, talvez do mundo, alias tudo o que o senhor faz é grande. Veja por exemplo, a nossa divida. Nunca foi tão grande como agora. E o sr, sem culpa nenhuma pois o que são 2 mandatos de governaçao desastrosa? Nada. O sr. que tem tão bom coração, foi logo a correr valer aos senhores do BPN, e prenderam logo o presidente, porque ele é que tem toda a culpa. Os outros não. Olha-se para a carinha deles e ve-se que são inocentes como cordeiros, eu olho para a fronha, perdão, a carinha do Dias Loureiro e até me dá peninha de ver aquele senhor, quase na miséria. E ele nada fez no BPN(???). Se calhar teve foi azar nas escolhas dos negocios ruinoso. Mais ou menos como o senhor e os seus projectos megalomanos, como o TGV e o aeroporto da OTA. Claro que as más linguas vem logo dizer que haviam as luvas as empresas de construção civil, que haviam os tachinhos garantidos quando o seu governo fosse abaixo, mas isso é tudo mentira. Só porque coincidencias como o Jorge Coelho na administração da Mota e Engil, ou o Fernando Gomes na GALP, isso foi mero acaso valha-me Deus. Não o podem culpar. O senhor que é tão honestom que num comicio disse fervorosamente que temos que lutar por um pais mais pobre. Como é que podem chamar mentiroso a um homem que diz a verdade? E até disseram que foi uma gafe. Credo, que injustiça. O senhor que tanta merda fez, foi cagada atras de cagada, e sempre que fazia merda dava o seu melhor, eu sei. E é um homem de coragem porque demitiu-se, e logo a seguir vai candidatar-se outra vez. E acho que os portugueses deviam votar em si. Era uma situação identica a casar-me com a mulher com a qual acabaram de se divorciar.
    Senhor ministro José Pinóquio, para quem tanta merda fez, para quem foi tão incompetente e obtuso, o povo portugues esta a ser injusto a dizer que o sr. devia ser cruxificado. Isso eu não diria. Mas se o povo fosse mais justo, deveria dizer que o senhor deveria levar uma enrabadela de um preto por cada vez que obrigou os portugueses a apertar o cinto. E uma vez mais era só a pensar no nosso bem, caso contrario ganhavamos muita gordura e colesterol. E merda a montes já há nos partidos. Boa sorte.
    anticristo | 07.04.2011 | 23.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mas esta é a lata tipica do politico português. Ora deixa cá ver, friso, como sempre tenho vinda a fazer, que para mim, desde o 25 de Abril nada mudou. E o que mudou foi para pior. Socrates, tal como todos os outros, é um grande aldrabão. Como é que esse pinóquio tem a coragem, a lata de vir dizer num discurso televisio em que parecia um cordeirinho, tadinho, que fez tudo o que pôde, quando o presidente do grupo Jeronimo Martins, disse ontem numa entrevista à sic noticias, que foi mt boa, que ele e mais um grupo de empresarios, entregaram ao Pinóquio um dossier com soluções. E, adivinhem o que fez o Pinóquio? NADA!!! Nem sequer leu o documento. Eu não conhecia o senhor da Jeronimo Martins, mas pelo que ouvi ontem, tiro-lhe o chapeu e digo, é pena vermos um parlamento com 200 chulos, corruptos, mamões, a pagar 1.4 MILHOES, MILHOES de euros ao Zeinal Bava, e não ter homens como aquele a dirigir o país. Minha senhora, os portugueses, mais uma vez vão perder o seu tempo a votar. Votar para quê? E em quem? A srª. confia em alguem? Eu não. Como tudo na vida, mesmo as coisas más trazem sempre algo bom, e neste caso, o FMI, espero eu, vai pôr estes vampiros, estes incompetentes a marchar. Mas para que fosse possivel ter a cereja em cima do bolo, era preciso tirar esta matilha do parlamento, acabar com estes partidos corruptos e sujos, e julgar estes maltrapilhos num tribunal isento. E que de uma vez por todas se ponha nomes às coisas. Não esqueçam o BPN. Vão ver quem tem as contas off shore e como é que o dinheiro foi lá parar. Devolvam o dinheiro do Estado ao Estado. Ladrões. Voces politicos, são a maior cambada de ladroes que ja vi. Ao menos os gatunos que roubam as caixas multibanco, roubam apenas algumas centenas e tem que se esforçar. Mas voces, roubam aos milhoes sem esforço nenhum. Socrates és um mentiroso. Tu, o Passos, o Portas, os comunas, os verdes, os amarelos, os cor de rosa. Que pena o Tsunami ter sido no Japao e nao na assembleia da republica para vos ver a afogar, já que voces tambem afogaram o país e os portugueses. Mas talvez o portas vos salvasse com os seus magnificos submarinos que tanta utilidade trazem ao pais. Ao menos aluguem-nos e façam excursoes debaixo de agua, pode ser que daqui a 200 anos eles estejam pagos.
    MENTIROSOS. HIPOCRITAS. DEMAGOGOS.
    anticristo | 07.04.2011 | 18.43Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Vai lá alevantar o homem pá! Ele nem tinha policia política nem nada, nem obrigou 2 milhões de portugueses a emigrar para fugir à miséria.
    Ah! e leva ua bandeira do PNR contigo!
    anónimo | 07.04.2011 | 14.51Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Antes toda a gente pagava o mínimo de impostos, e não se cobrava indirectamente por tudo e por nada. Hoje, até por alimentar uma galinha num quintal já vêm a querer "regulamentar" para daí passar a cobrar alguma coisa, Antes também havia banqueiros, só que eram postos a "piar fino" desde início. Antes os grevistas comunistas estavam na clandestinidade e a "piar fino" também. Antes os que agora não querem ser avaliados não precisavam de ser avaliados, porque o sistema de ensino era bom em si próprio. Antes o especuladores eram corridos e maltratados por toda a gente, agora são tratados como heróis e engraçados. Antes a corporações mandavam, mas só depois de bem analisados os seus intuitos e impactos a nível nacional. Antes a grande maioria dos corruptos estava fora do país, pois o Salazar não lhes dava espaço de manobra. E podíamos ficar aqui o dita todo, a demonstrar que a culpa é, de facto, dos políticos que tomaram conta do país depois do 25 de Abril.
    CUSTA A APRENDER | 07.04.2011 | 11.28Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Lá está a Isabel Stilwell a generalizar. Desconfio que vai "levar" com comentários pouco abonatórios não tarda.
    Para começar: acha que os políticos são os únicos culpados? E os que não pagam impostos? e os que banqueiros? e os que fazem greves? e os que não querem ser avaliados? e os especuladores? e as corporações? e os corruptos?
    Podia estar aqui o dia todo.
    Albicastro | 07.04.2011 | 10.42Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Eu vejo as coisas assim: 1) O momento é extremamente crítico para a nação, pelo que o senhor Presidente da República deve dar voz aos cidadãos para ver qual o caminho que eles querem que se siga, se o de pedir ajuda e endividarem-se, se o de não se endividarem. 2) Por isso os cidadãos devem ser informados, antes de qualquer decisão, e antes de votarem para decidir o caminho a seguir, sobre o paradeiro da grande quantidade de OURO que se encontrava nos cofres do Estado na altura do 25 de Abril 74, e o que foi feito dele, pois poderia ser usado para emergências como esta. 3) Os cidadãos querem, antes de decidir o que fazer das suas vidas e das dos seus filhos, saber o que se tem passado na Islândia, tanto pela boca dos políticos como pela dos colunistas na comunicação social, como através de artigos nos próprios jornais, que devem informar os cidadãos, pois eles encontram-se desinformados sobre o assunto. 4) Caso os cidadãos decidam não se querer endividar, nem aos seus filhos, pede-se ao senhor Presidente da República que suspenda todos os mandatos da Assembleia da República, assim como as respectivas remunerações, e crie um governo de pessoas idóneas e sem partido político para governarem o país sem ajudas de ninguém durante os próximos tempos. 5) Antes de decidir sobre que pessoas farão esse governo, há que receber dos cidadãos propostas de nomes para convite, e eu aqui deixo alguns nomes: Medina Carreira; Marinho Pinto; Ana Gomes (se sair do PS); Vítor Bento (economista); Soares dos Santos (da Jerónimo Martins). 6) É preciso notar que a entrada do FMI ou de outro qualquer resulta sempre num endividamento insuportável, e a vantagem do FMI é somente a de este cortar mais a sério no que é necessário cortar, mas o FMI também é amigo dos banqueiros, e eu tenho dúvidas de que ele vá mexer no sistema que corrói a sociedade portuguesa, como institutos, boys a pastar por todo o lado, e etc. Nessa altura os boys vão manter-se caladinhos e deixar que a "crise" passe para logo voltarem a instalar-se assim que for possível. Não!!! Não é isso que os portugueses querem. Os portugueses querem SABER tudo sobre o seu Estado, conhecer todos os boys que por ele pastam, saber das contas de institutos, fundações, Associações e etc., que há anos sugam o erário público, antes de se aplicarem receitas punidoras dos cidadãos em geral, que é o que o FMI faz. Não!!! O que os portugueses querem é primeiro saber exactamente o que se passa para terem uma visão clara sobre onde estão as "fungas" do dinheiro, e só depois pensar numa solução séria e de futuro. Se o pneu está furado, pode dar-se-lhe um pouco de ar para aguentar um pouco mais, mas o que é necessário em Portugal é remover todos os pregos que furam o pneu e deitá-los ao mar, e depois tapar definitivamente todos os furos do pneu, isto antes de voltar a enchê-lo, obviamente.
    DEMOCRACIA POR FAVOR!!! | 07.04.2011 | 10.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Aprovassem eles o PEC 4 e tudo isto seria desnecessário. Quem, com ligeireza, acusa os outros, sobretudo os governantes, de fazerem demagogia quando está em causa a governabilidade de um país, em que todos os dias as coisas mudam, não só em Portugal mas no resto do globo, em que tudo não pode ser visto só a preto e branco nem decidido com um simples sim ou com um simples não, e que se torna necessário lidar diariamente com tantas situações bastantes complexas, quando muitos de nós nem imagina como elas são, quanto mais saber resolvê-las, falando muitas das vezes sem saber do que fala, é porque ainda não percebeu o que é política, seja aqui ou noutro país qualquer do mundo. No entanto, de algumas pessoas, principalmente dos jornalistas, deveremos exigir rigor nas suas opiniões e análises, devendo ser devidamente fundamentadas, pois, a não ser assim, vendem-nos gato por lebre, e aí sim, já pode haver muita demagogia à mistura.
    o justiceiro | 07.04.2011 | 09.27Hver comentário denunciado
  • Cara Isabel . . . !
    Isto é a "caldeirada" . . . !
    No seu esplendor . . . !
    E, por favor . . . !
    Cuide bem . . . !
    Da sua "malguinha" . . . !
    alexandre barreira | 07.04.2011 | 07.05Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE